O Corinthians e a mídia



A direção do Corinthians, já de uns tempos pra cá, resolveu controlar o fluxo de jornalistas em partidas do Timão.

O credenciamento e a autorização para entrar em seus jogos, ao contrário do que acontece com a maioria dos outros times, inclusive Palmeiras e São Paulo, fica nas mãos do próprio Corinthians e não mais de associação de classe dos cronistas esportivos.

Um dos argumentos é que jornalistas corintianos estariam se aproveitando para ir torcer nos jogos do Timão quando estariam de folga, lotando o setor de mídia ou passando para numerada ou arquibancada e, neste caso, ocupando lugar de torcedor comum. Associação de cronistas esportivos, em nota, repudiou o argumento.

Quem tem razão ou não não sei, mas a questão pode ser mais complicada e séria do que aparenta. Porque o Corinthians, com o controle de que jornalista entra em seus jogos como mandante, pode, pelo menos em tese, começar a cercear o trabalho da imprensa e escolher os profissionais que vão cobrir o time. E isso é complicado, inclusive porque os critérios são subjetivos. E controle da mídia, aqui e em outros países, já vimos onde pode dar. Sinal de alerta aceso.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo