Vem pra rua (2014)



E não é que representantes da Fifa e do COI estão muito preocupados com o que pode acontecer no Brasil durante a Copa-2014 e a Olimpíada-2016?

Para a cúpula da Fifa já é dado como certo que, salvo um milagre nos próximos meses, a população deve se aproveitar da Copa para voltar às ruas, como fez na Copa das Confederações. E pela primeira vez na história podemos ter um Mundial com as atenções voltadas mais para os protestos do que para a bola.

Já o COI, que começa a tratar do tema em reuniões internas, espera que em 2016 seja diferente, inclusive porque os Jogos do Rio serão depois das eleições presidenciais e até lá muita água ainda pode rolar. Mesmo assim, começa a ver a Olimpíada com um pé atrás, especialmente depois do caos que marcou a visita do papa Francisco à cidade.

Ontem voltaram as manifestações em São Paulo, ajudando a tornar ainda mais caótico o trânsito de sexta-feira, e no Rio. Viam-se pedidos de “Fora Alckmin” e “Fora Cabral” e a tendência é que os gastos com a Copa e o tal padrão Fifa sigam questionados e depois… Deve chegar a vez da Olimpíada, ofuscada, por enquanto, pelo Mundial, que acontece dois anos antes.

Após a vergonha que foi a gastança com o Pan, as autoridades que se mexam e logo. Pois o “Vem pra Rua” versão 2014  começa a ser preparado.  E dois anos depois as atenções estarão todas no Rio, graças aos Jogos Olímpicos. Um Rio já sem Sérgio Cabral, cujo mandato terá terminado, mas ainda com Eduardo Paes na prefeitura e Carlos Arthur Nuzman no COB e no Comitê Organizador Local do evento.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo