Vem pra rua (2014)



E não é que representantes da Fifa e do COI estão muito preocupados com o que pode acontecer no Brasil durante a Copa-2014 e a Olimpíada-2016?

Para a cúpula da Fifa já é dado como certo que, salvo um milagre nos próximos meses, a população deve se aproveitar da Copa para voltar às ruas, como fez na Copa das Confederações. E pela primeira vez na história podemos ter um Mundial com as atenções voltadas mais para os protestos do que para a bola.

Já o COI, que começa a tratar do tema em reuniões internas, espera que em 2016 seja diferente, inclusive porque os Jogos do Rio serão depois das eleições presidenciais e até lá muita água ainda pode rolar. Mesmo assim, começa a ver a Olimpíada com um pé atrás, especialmente depois do caos que marcou a visita do papa Francisco à cidade.

Ontem voltaram as manifestações em São Paulo, ajudando a tornar ainda mais caótico o trânsito de sexta-feira, e no Rio. Viam-se pedidos de “Fora Alckmin” e “Fora Cabral” e a tendência é que os gastos com a Copa e o tal padrão Fifa sigam questionados e depois… Deve chegar a vez da Olimpíada, ofuscada, por enquanto, pelo Mundial, que acontece dois anos antes.

Após a vergonha que foi a gastança com o Pan, as autoridades que se mexam e logo. Pois o “Vem pra Rua” versão 2014  começa a ser preparado.  E dois anos depois as atenções estarão todas no Rio, graças aos Jogos Olímpicos. Um Rio já sem Sérgio Cabral, cujo mandato terá terminado, mas ainda com Eduardo Paes na prefeitura e Carlos Arthur Nuzman no COB e no Comitê Organizador Local do evento.



  • Adecio

    Na verdade passou da hora dos ratos ai citados largarem o osso .

  • CBDG

    A Confederação Brasileira de Desportos no Gelo (CBDG) tem muito orgulho de ter sido a única a votar contra a re-eleição do Nuzman e Cia. Existe um grave problema de valores e de ética nessa administração do COB atual e sendo uma entidade que conhece bem as entranhas do COB, podemos dizer com confiança que esse “modus operandis” do COB não vai perdurar. Tenha a certeza de que os protestos irão continuar e o COB sem dúvida também vai ser chamado a responder pelos seus atos e decisões. O Bebeto de Freitas descreveu perfeitamente a situação: “vivemos uma ditadura assombrosa do esporte brasileiro”.

    • André Carvalho

      Com perdão do trocadilho, a CBDG está dando um “gelo” no Nuzman…

      • janca

        Ou levando um “gelo” do dirigente. A confusão entre a antiga diretoria da CBDG e o presidente do COB não é de hoje…

  • flavio

    Essas manifestações têm dois propósitos básicos. Primeiro: Ongs pagas por terceiros e muito mais interessadas em ganhar dinheiro. Segundo: Fazer com que as manifestações apavorem os dirigentes e o Brasil seja favorecido e ganhe a copa nestas condições, assim como aconteceu na copa das confederações. Ou vocês acham que foi surpresa o brasil ganhar as confederações e as manifestações terem diminuído ao mesmo tempo??

    • janca

      Uma coisa não tem ligação com a outra. As manifestações não eram pra seleção jogar melhor futebol. Quando envolviam esporte eram para contestar gastos com a Copa, o tal padrão Fifa, e Olimpíada, que por enquanto, até por ser em 2016, segue em segundo plano.

  • Thiago Ferreira

    Gastos de brasileiros no exterior a turismo no primeiro semestre de 2012.
    “12 bilhões de reais”.
    O Brasil está realmente uma merda mesmo.
    “IDH municipal do Brasil cresce 47,5% em 20 anos, aponta Pnud
    País estava no nível ‘muito baixo’ de desenvolvimento humano em 1991.
    Com resultado de 2010, divulgado nesta segunda (29), saltou para ‘alto’.”
    Vamos prá rua.
    Minha faxineira quer trocar o ford Escort dela por um Tuckson.
    Aeroportos cheios, porque pobre voa, se é que não sabem.

    O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) do Brasil cresceu 47,5% entre 1991 e 2010, segundo o “Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013”, divulgado nesta segunda-feira (29) pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). De acordo com a publicação, a cidade com o IDHM mais elevado é São Caetano (SP), e os municípios que tiveram maior evolução no quesito “renda” são das regiões Norte e Nordeste.

    A classificação do IDHM geral do Brasil mudou de “muito baixo” (0,493), em 1991 para “alto desenvolvimento humano” (0,727), em 2010. Em 2000, o IDHM geral do Brasil era 0,612, considerado “médio”.
    O IDHM é um índice composto por três indicadores de desenvolvimento humano: vida longa e saudável (longevidade), acesso ao conhecimento (educação) e padrão de vida (renda).

    Convém esse pessoal tomar cuidade, para não jogar a criança do banho ,junto com a água da bacia.

    Olhar o umbigo de vez em quando faz bem.

    • janca

      Se pra você o pessoal não tem motivo pra sair às ruas, então vá conversar com os manifestantes. Pelo jeito você é dos que acham que o tranporte público está uma beleza, saúde e educação, idem.

      • Thiago Ferreira

        Claro que sou contra corrupção. Só corrupto é favorável.
        Porém está mais do que na cara, que grupos aproveitaram o movimento inicial, para enfiar bandeiras (interesses deles) no meio. Ou seja foram na barca.
        Recordo que manifestações contra a copa, não levaram mais do que meia dúzia a Paulista.
        E olha, que convocaram a exaustão, e o que vi, foram torcedores de alguns clubes insatisfeitos, não se sabe porque. Alás convocações estimuladas por certa midia contraria a Globo.
        Condeno o oprtunismo de grupos, e você que não condena, entreviste- os.
        Sugiro que ouça aquele que disse á Tv. “Queremos que o Cabral peça o empichiman já.”
        Ou seja, não sabe nem o que esta fazendo, o fantoche, manipulado ou contratado, sei lá.

        • janca

          Eu condeno a violência, não o direito à manifestação, inclusive de pessoas que questionam os gastos com a Copa. Meia dúzia, uma dúzia, cem mil, as pessoas, na quantidade que for, têm o direito de protestar. Desde que pacificamente.

          • Thiago Ferreira

            Felizmente no Brasil, (ainda, não sei até quando) prevalece a vontade da maioria.

          • janca

            A vontade da maioria?

    • fernando

      esses revolucionários são tão patriotas que usam o nome “anonymous brasil” ou seja nem a língua pátria eles respeitam. Movimento de “classe média”, com participação das Ongs,Ministério Publico, vide pec 37 etc….

      O governo da Dilma esta muito ruim em vários aspectos, no entanto não existe nenhum escândalo de corrupção que envolva a presidentE do pais, ou o governador do Rio,,, esses comédias que ficam todo dia na frente do apartamento do governador, estão tirando o direito de ir e vir das pessoas,,, isso não é manifestação nem democracia, isso é baderna.

      sem mencionar os “coquetel Molotov” que atiram contra a policia, com a clara intenção de matar, imagina se isso fosse de uma “torcida organizada””” ja pensaram como seria a reação da imprensa????

      • janca

        Não dá pra colocar todo mundo que saiu às ruas no mesmo saco. Vândalo é uma coisa, manifestantes pacíficos, outra. E mesmo sendo, o que ainda assim é questionável, movimento de classe média (embora tenda a concordar que seja, sim), a classe média também tem o direito de protestar. Ou não? E escândalos de corrupção nos governos do PT, PMDB e PSDB (sem falar em outros partidos) não faltam. Acho que você não tem acompanhado o noticiário político.

        • fernando

          eu não disse que a classe média não pode se manifestar, eu apenas relatei que esse é um protesto da classe média,, coisa que vc concordou, e qualquer pessoa um pouco informada sabe sobre isso. Só acho que o protesto se fosse dos POBRES seria muito mais legitimo.Ou vc acha que que a vida dos pobres é melhor do que a classe média universitária?

          em relação a minoria, os “cabeças das manifestações” todo mundo sabe que estão causando esses problemas, no ultimo protesto no Rio tinha poucas pessoas e mesmo assim houve violência, se vc não sabe o movimento começou com os comunistas do “PASSE LIVRE” e ganhou força com o APOIO DO MINISTÉRIO PUBLICO E DOS CENTROS ACADÊMICOS DAS FACULDADES DE DIREITO” em relação a PEC 37, quando a mesma foi rejeitada as manifestações praticamente acabaram nas ruas….

          sem liderança essas manifestações tendem a acabar , ou a ficar meia dúzia como vimos nos dias recentes. E outra coisa o PT,,, vai cooptar todos os movimentos como sempre faz… o que pode acontecer é uma revolta dos médicos e termos novas manifestações devido a contratação de médicos estrangeiros ,,, mas eles podem usar como pano de fundo a Copa, Corrupção,,, para justificar seu interesse corporativista.

          • janca

            Fernando, temos uma visão diferente sobre as manifestações. Você escreve como se elas tivessem sido muito claras e só tivesse certezas sobre o que representam e significam. Eu tenho mais dúvidas do que certezas, embora ache, sim, que foi um protesto especialmente da classe média. Mas não só. Não exclusivamente da classe média universitária, pelo menos não vi assim. Inclusive porque não é ela que perde três, quatro horas por dia em ônibus, metrõ e trem de quinta categoria. Não é ela que morre no SUS, não é ela que sofre com a educação do país. As lideranças dessas manifestações foram difusas, tanto que confundiram o próprio governo _municipal (no caso de SP Haddad dizia que não diminuiria o preço pra R$ 3,00 e foi obrigado a fazê-lo), estadual (vide Alckmin e Cabral) e federal. E não sei se são os “cabeças das manifestações”, como você chama, que estão causanto esses problemas, também conforme palavras suas.

        • fernando

          eu não disse que a classe média não pode se manifestar, eu apenas relatei que esse é um protesto da classe média,, coisa que vc concordou, e qualquer pessoa um pouco informada sabe sobre isso. Só acho que o protesto se fosse dos POBRES seria muito mais legitimo.Ou vc acha que que a vida dos pobres é melhor do que a classe média universitária?

          em relação a minoria violenta, os “cabeças das manifestações” todo mundo sabe que estão causando esses problemas, no ultimo protesto no Rio tinha poucas pessoas e mesmo assim houve violência, se vc não sabe o movimento começou com os comunistas do “PASSE LIVRE” e ganhou força com o APOIO DO MINISTÉRIO PUBLICO E DOS CENTROS ACADÊMICOS DAS FACULDADES DE DIREITO” em relação a PEC 37, quando a mesma foi rejeitada as manifestações praticamente acabaram nas ruas….

          sem liderança essas manifestações tendem a acabar , ou a ficar meia dúzia como vimos nos dias recentes. E outra coisa o PT,,, vai cooptar todos os movimentos como sempre faz… o que pode acontecer é uma revolta dos médicos e termos novas manifestações devido a contratação de médicos estrangeiros ,,, mas eles podem usar como pano de fundo a Copa, Corrupção,,, para justificar seu interesse corporativista.

          • janca

            Fernando, já te respondi no seu comentário anterior, pois não concordo com sua análise. Temos visões diferentes sobre as manifestações, o que não deixa de ser salutar. Não somos obrigados a pensar do mesmo jeito.

  • fernando

    Janca acabei mandando novamente o mesmo texto por erro… sim é importante termos pensamentos diferentes e de fato é difícil identificar a origem do movimento, tanto que ninguém no governo conseguiu controlar ou saber de onde partia as manifestações ou quem eram os cabeças. As únicas coisas de concretas foram o “MOVIMENTO PASSE LIVRE” e “PEC 37”.
    Quero dizer que essas duas “agendas” possuirão organização e lideres bem claros.
    Em relação a violência da “minoria” existe sim entre os organizadores das manifestações, sobre tudo os que atacaram “coquetel molotov” contra a policia, numa clara agressão ao estado, diferente dos que foram saquear lojas, que eram ladrões que se aproveitaram do tamanho das manifestações para praticar furtos, essas pessoas de fato não participaram do protesto. Ou seja existe dois grupos distintos fazendo violência, e um deles faz parte das manifestações.

    • janca

      Claro que existe um grupo praticando atos de violência, saques e danos ao patrimônio público e privado e isso é caso de polícia. Mas eles podem ter se infiltrado nas manifestações, desconheço ligação deles com os organizadores dos movimentos pelo que acompanhei na própria mídia.

      • fernando

        eles não tem mesmo,,, o grupo de saqueadores são ladrões,,, não tem nada haver com os manifestantes,,, o que quis dizer é que entre os manifestantes, existem grupos RADICAIS que acreditam na “luta armada” , “coquetel molotov” na mochila de estudante , é o claro indicio disso, uso de mascaras de gás, rostos encapuzados, enfim mini terroristas.

        não estou discutindo a legitimidade das manifestações, agora negar que existem grupos de manifestantes praticando atos de EXTREMA VIOLÊNCIA, é não enxergar a realidade.

        que sejam 1 mil caras praticando isso, dispostos ao enfrentamento com a policia, pode ser minoria mas é ruidosa e perigosa a ordem de qualquer pais democrático.

MaisRecentes

Apoio a Jô



Continue Lendo

Os preços da Seleção



Continue Lendo

O título do Timão



Continue Lendo