O Galo no Mineirão



Muito já se falou sobre o Galo decidir a Libertadores no Mineirão e não no Independência, que havia se tornado o alçapão do time mineiro.

Se me perguntarem, não acho que seja um grande problema, não. Deve colocar mais de 60 mil torcedores no Mineirão, já que até os ingressos comercializados por R$ 500 já foram vendidos, e transformar o estádio num caldeirão, como fazia com o mais acanhado Independência, um campo menor e que lembra um pouco o Bombonera, com a galera mais perto do gramado.

Se vai conseguir superar o Olimpia por três gols de diferença _ou por dois e vencer nos pênaltis_, porém, confesso que não faço a menor ideia. Ontem escutava um jornalista apostando em 4 a 1 para o Atlético-MG, outro dizendo que acreditava num empate, possivelmente 1 a 1, um terceiro achando que a disputa vai para os pênaltis e aí levaria o Galo. Sei não, sei não…

Futebol envolve fatores demais e um lance de sorte ou o acaso pode perfeitamente definir o campeão, seja Atlético ou  Olimpia.

Ronaldinho vai ter que jogar mais do que no Paraguai? Sem dúvida, mas não só ele, o time todo. Um bom reforço é Bernard, que foi reclamar da arbitragem na semifinal e acabou suspenso da partida anterior.

O que é claro é que os mineiros têm condições de levar a taça, sim, já mostraram isso durante todo o torneio. A questão é se vão conseguir mais uma virada histórica…

E se ganharem o troféu vão ficar devendo muito ao zagueiro Lúcio, que quando parecia que o São Paulo podia ser páreo para o Galo, conseguiu ser expulso ainda no primeiro tempo do jogo no Morumbi, ajudando a desmoronar sua equipe. Assim como o Corinthians deve muito a Diego Souza pela conquista de 2012. Não fosse aquele gol perdido pelo jogador, então no Vasco, na cara de Cássio, a história da Libertadores poderia ter sido outra. Mas como o futebol e a vida não têm o se… Boa sorte ao Galo hoje à noite e boa quarta a todos.



MaisRecentes

Elogios a Felipão



Continue Lendo

Os rivais do São Paulo



Continue Lendo

O discurso de Tite



Continue Lendo