Convite a Teixeira



Ricardo Teixeira foi convidado por Sandro Rosell, presidente do Barcelona, para assistir à estreia de Neymar pela equipe catalã. O jogo contra o Santos será em 2 de agosto, no Camp Nou.

Teixeira e Rosell são amigos desde os tempos em que o primeiro comandava a CBF e o segundo era executivo da Nike, patrocinadora da seleção brasileira.

Em 2008, a Ailanto, empresa da qual Rosell era sócio, viu-se envolvida no escândalo da organização do amistoso entre Brasil e Portugal, que acabou em rombo de cerca de R$ 9 milhões ao governo do Distrito Federal, virando alvo de investigação policial.

A empresa, recém-criada pelo atual presidente do Barça, teve os direitos para organizar a partida cedidos pela direção da CBF, leia-se Ricardo Teixeira.

No ano passado o dirigente renunciou à presidência da confederação e a outros cargos que tinha no futebol, inclusive na Fifa, após uma série de denúncias de corrupção que envolviam inclusive recebimento de propina. Desde então vive recluso na Flórida. Como tem evitado a imprensa a todo custo, deve dizer não ao convite de Rosell, declinando da ida a Barcelona.

Volto a postar na próxima segunda (22), mas até lá, dentro do possível, sigo respondendo os comentários de vocês. Abs. a todos, João



MaisRecentes

O escândalo de Platini



Continue Lendo

Fernando Diniz na berlinda



Continue Lendo

Deuses da Bola



Continue Lendo