São Paulo à deriva



Não que Ney Franco fará falta ao São Paulo, mas o que acontece com o time do Morumbi que vai mal há tempos?

Antes do próprio Ney Franco chegar, a exato um ano, o clube havia trocado um técnico após o outro e não conseguia bons resultados.

Com Ney Franco, o desempenho seguiu bem aquém do esperado. Para piorar, o técnico entrou mais de uma vez em rota de colisão com Rogério Ceni, que aliás falhou de novo contra o Corinthians, e Ganso, que vem jogando muito abaixo do esperado.

Os jogadores não estão unidos, o grupo segue dividido, Juvenal Juvêncio age como se o clube fosse dele e, se agora descarta Ney Franco, tem que explicar o porquê de ter decidido manter o técnico no primeiro semestre, quando o time já ia mal na Libertadores e estava repleto de desavenças internas. Errou de novo na aposta?

Nos bastidores, surge com força o nome de Muricy Ramalho, um técnico caro e que no último ano e meio fez um péssimo trabalho no Santos. Desde que levou de quatro do Barcelona, aliás, e assistiu passivamente ao desastre.

E surge com certa força na Vila o nome de Ney Franco, justamente para o lugar de Muricy, que saiu antes da parada para a Copa das Confederações.

No fundo, seria trocar seis por meia dúzia. Tanto no caso do Santos quanto no do São Paulo.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo