E as críticas a Neymar?



Achei muito bom ver Neymar apresentando bom futebol pela seleção antes de estrear pelo Barça. Caso contrário, veríamos muita gente, que considera o atacante um atleta fabricado pela mídia, dizendo que ele só iria aprender a enfrentar defesas europeias depois de atuar na Espanha. Que o que apresentava pelo Santos pouco valia, enfim.

Talvez um dos fatores que tenham ajudado Neymar a finalmente jogar o que sabe pelo Brasil tenha sido o esquema de Felipão, que distribui a responsabilidade entre vários jogadores e não a concentra apenas no ex-santista.

Outro fator que ajudou pode ser o que aconteceu com a Copa das Confederações, ofuscada pelas manifestações de ruas. Assim os holofotes saíram do time para ficar nos protestos populares, muito mais importantes e significativos do que eventual vitória ou derrota da seleção. Isso facilitou o trabalho do grupo, diminuindo um pouco a pressão.

E, por mais que muitos não gostem de Felipão e Parreira, o que é absolutamente legítimo, faz diferença você olhar para o banco e ter dois técnicos campeões do mundo. Melhor do que ter um Mano Menezes inseguro no cargo e apostando todas as suas fichas em Neymar. Uma experiência que não certo, aliás. Não acho que tenha sido por acaso o desempenho de Neymar na competição. Que, como os demais jogadores e a comissão técnica, está de parabéns. Lavaram a alma do torcedor. A do cidadão não depende deles. Talvez dependa de nós, como muitos têm mostrado nas ruas, deixando os políticos atônitos e ainda sem resposta.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo