CPI da Copa



A cúpula do PMDB deve discutir terça a posição do partido em relação a uma possível CPI da Copa, que investigaria os gastos públicos com o Mundial de 2014. Parte da legenda, apesar de aliada do governo federal, anda descontente com o comportamento de Dilma Rousseff e os atritos não são de hoje, aliás.

Deputados do DEM, PSDB e PPS têm defendido a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito depois do início das manifestações populares e do anúncio de que os gastos com a Copa subiram oficialmente mais 10%, chegando a R$ 28 bilhões.

PT e PCdoB, partido que detém a pasta de Esporte desde o início do governo Lula, são contrários à CPI, enquanto o PSB, de Eduardo Campos, está dividido. O PTB, de José Maria Marin, presidente da CBF, também deve ficar contra.

Enquanto a CPI da Copa não sai, Romário, deputado pelo PSB-RJ, segue lutando por outra que investigue os negócios da CBF, nos moldes da instalada na Câmara em 2000. Na ocasião Aldo Rebelo, então deputado federal e hoje ministro do Esporte, foi quem presidiu os trabalhos.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo