Grupo DIS no Morumbi



O São Paulo está cada vez mais próximo do grupo DIS, que ficou conhecido no futebol por deter parte dos direitos econômicos de Ganso e Neymar e por seu trabalho em parceria com o Santos.

A ideia é, junto do fundo de investimentos, repatriar dois jogadores para o Brasil depois da Copa das Confederações. Um deles seria um atacante, que pode ficar no lugar de Luis Fabiano, descontente com a direção são-paulina desde que o presidente Juvenal Juvêncio declarou que ele pode ser negociado e deixar o Morumbi.

Para o ataque, dois nomes seguem em evidência: o de Vágner Love, também pretendido pelo Santos, e o de Nilmar. O segundo reforço seria para a defesa, de preferência para a lateral.

Desde que Ganso deixou a Vila para defender o São Paulo, os contatos de Roberto Moreno, diretor do grupo DIS, com a direção tricolor aumentaram.

O fundo de investimentos em questão foi criado por Delcir Sonda, dono do Sonda Supermercados, para investir no futebol. Participou tanto da negociação de Ganso para o Morumbi, que chegou a virar uma novela, quanto da transferência de Neymar para o Barça e em ambas teve desencontros com a diretoria santista.

Vágner Love, que depois de jogar pelo Flamengo, voltou para o CSKA, da Rússia, pretende retornar ao futebol brasileiro no segundo semestre. Nilmar, hoje no futebol do Catar, é outro que pensa em voltar.

O São Paulo tem evitado comentar contatos e negociações para não atrapalhar os negócios.



MaisRecentes

Deuses da Bola



Continue Lendo

Galo pega fogo



Continue Lendo

Cornetas no Palestra



Continue Lendo