As desculpas de Kleina



Por pior que tenha sido a arbitragem, o Palmeiras não deixou escapar a vaga para as quartas de final da Libertadores por culpa do juiz, ao contrário do que tentou colocar Gilson Kleina.

O time teve um gol mal anulado, a meu ver, mas não acho que o pênalti que originou o tento palmeirense foi bem marcado. Erro pra um, erro pra outro.

Apesar de a maior falha da arbitragem ter sido não coibir a cera do Tijuana, o de Kleina talvez tenha sido não conseguir passar tranquilidade a seus comandados, que caíram na catimba dos mexicanos e mostraram nervosismo durante boa parte do jogo.

Sofrido o primeiro gol, em falha grotesca do goleiro Bruno, herói na partida de ida, o time deveria ter tentado manter a cabeça no lugar pois daria para virar o jogo. Afinal se o time do Palmeiras tem deficiências, o Tijuana tampouco é uma potência. Longe disso, aliás.

Uma pena para a torcida palmeirense, que agora tem de torcer _e apoiar, como fez ontem, aliás_ para ver se a equipe volta à Série A do Brasileiro, o maior objetivo de 2013, afinal.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo