Desequilíbrio tricolor



O São Paulo mostrou mais uma vez que não está com a cabeça em ordem. Não tem sentido culpar a arbitragem pela derrota para o Corinthians. Do regulamento do Paulistão até poderia reclamar, mas isso não fez quando deveria e agora tem que aturar a eliminação.

Rogério Ceni adiantou-se na última cobrança e muito e o juiz acertou ao mandar Alexandre Pato cobrar de novo. Agora é tentar ajeitar a casa para a missão quase impossível de quarta-feira, quando terá que vencer o Galo por dois gols no Independência. Ou por um, desde que faça três ou mais gols.

A crise no Morumbi não é de hoje, Ney Franco não conseguiu montar o time depois que Lucas saiu e terá um desafio complicadíssimo para avançar na Libertadores. A boa notícia, porém, é que Jadson e Ganso têm jogado bem juntos e mostraram que um não precisa ficar na reserva para o outro atuar como titular.

Além do desequilíbrio tricolor no Morumbi, chamou atenção o pequeno público. Menos de 30 mil pagantes…

Também em Volta Redonda, onde o Botafogo foi campeão carioca, com uma belíssima campanha, havia espaços vazios no setor destinado à torcida do Flu. Coisas dos Estaduais, que ainda ocupam um terço do nosso calendário e deveriam ser repensados, algo que não vem sendo feito até aqui.

E no Rio Grande do Sul deu Inter. Parabéns a Dunga, que soube formar uma equipe competitiva, vencedora dos dois turnos do Gauchão. Entra no Brasileirão como um dos favoritos.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo