EUA na Libertadores



Representantes da Conmebol, a Confederação Sul-Americana de Futebol, voltaram a negociar com a Major League Soccer possível entrada de clubes norte-americanos e canadenses na Libertadores de 2015.

Os contatos, que tiveram início no ano passado, foram retomados na semana passada e novas reuniões devem acontecer em junho, durante a Copa das Confederações, que acontece entre 15 de 30 de junho no Brasil.

A ideia é ampliar e fortalecer a Libertadores, seja em 2015, seja em 2016, incluindo mais dois países na competição. Vale lembrar que os times mexicanos já disputam o torneio, muito em função de interesses econômicos e venda de direitos de TV.

A Major League Soccer, que foi formada em 1996, depois da Copa nos Estados Unidos, dois anos antes, é a principal liga de futebol profissional do país e tem hoje 19 equipes participantes. O Los Angeles Galaxy é o atual bicampeão.

Há algum tempo os norte-americanos resolveram aumentar o intercâmbio com equipes estrangeiras, participando de competições oficiais contra equipes da América Central, entrando em torneios com equipes asiáticas e da Oceania e atraindo times europeus para realizar a pré-temporada no país. O passo mais ambicioso, a participação na Libertadores, depende de questões financeiras.

É bom salientar que a Conmebol também tem trabalhado para ampliar a Libertadores, que este ano teve 32 equipes na fase de grupos, fora as que disputaram a chamada Pré-Libertadores. O torneio conta este ano com seis equipes brasileiras, todas classificadas para as oitavas de final, uma marca histórica para o Brasil, que conquistou 11 das últimas 20 edições do torneio. O campeão disputa o Mundial de Clubes, em dezembro.



MaisRecentes

A reeleição de Galiotte



Continue Lendo

Cadê os patetas?!?



Continue Lendo

Complô no Santos



Continue Lendo