Pré-datado na Lusa



Os jogadores da Portuguesa têm reclamado de atraso no pagamento de salários e entrado em atrito com a direção do clube.

A confusão começou antes da goleada para o Comercial, 7 a 0 na A-2 do Paulista, quando a diretoria teria prometido acertar as contas com o grupo em 30 de abril, dois dias depois do término do torneio. Os atletas não aceitaram, com receio de classificarem o time e depois ficarem na mão, e dizem só ter recebido cheque pré-datado para o dia 26, antevéspera da última rodada da fase de grupos. Detalhe: na ocasião o time já pode estar com vaga garantida para voltar à elite do Estadual.

Antes do jogo contra o Comercial a situação ficou tensa, já que parte do grupo insistia em receber o pagamento na véspera do jogo contra o Naviraiense, pela Copa do Brasil, que aconteceu na última terça. Não conseguiu e teve que se contentar com cheques programados para o dia 26.

Segundo a direção da Lusa, o atraso nos salários não chega a três semanas, embora haja atletas que falem em dois meses. Ao Sportv, no dia do jogo contra o Naviraiense, que acabou eliminando a Portuguesa no Canindé, indagado por repórter da emissora sobre atraso de três meses, um dos jogadores disse que não é tanto assim.

A torcida protestou contra equipe e diretoria, indignada com os 7 a 0 em Ribeirão Preto e com novo fiasco diante do Naviraiense. Tanto os atletas quanto a direção dizem, pelo menos em público, que se trata de um movimento orquestrado de torcedores e conselheiros “com fins eleitoreiros”.

Na galera muitos estavam com nariz de palhaço protestando contra o elenco. Um dos principais alvos era o goleiro Glédson, que frangou no sétimo gol do Comercial, sábado passado, e falhou em outros três da equipe de Ribeirão. Voltou a falhar terça, diante do Naviraiense.

Mas não foi o único a fracassar. Apática, a equipe nada rendeu pela Copa do Brasil, sendo humilhada pelo time de Mato Grosso do Sul. E xingamentos naõ faltaram também para o presidente Manuel da Lupa, que vem sendo hostilizado no Canindé desde a segunda rodada da A2, quando a Lusa pegou o Santo André, após derrota na estreia para o Monte Azul.

Em segundo de seu grupo, com seis pontos _perde (e feio) no saldo de gols para o Comercial_, o time segue à frente de Capivariano e Catanduvense. Os dois primeiros disputam a divisão de elite do Paulista no ano que vem. E espero que a Portuguesa esteja entre eles, que os jogadores recebam o que a diretoria lhes deve e atuem com muita força de vontade nos três jogos restantes para o acesso. O primeiro é domingo no Canindé, novamente contra o Comercial. O mesmo dos 7 a 0 do último sábado… Que agora, pelo menos, a história seja diferente.



MaisRecentes

Não vai ter Copa?



Continue Lendo

O escândalo de Platini



Continue Lendo

Fernando Diniz na berlinda



Continue Lendo