Pré-datado na Lusa



Os jogadores da Portuguesa têm reclamado de atraso no pagamento de salários e entrado em atrito com a direção do clube.

A confusão começou antes da goleada para o Comercial, 7 a 0 na A-2 do Paulista, quando a diretoria teria prometido acertar as contas com o grupo em 30 de abril, dois dias depois do término do torneio. Os atletas não aceitaram, com receio de classificarem o time e depois ficarem na mão, e dizem só ter recebido cheque pré-datado para o dia 26, antevéspera da última rodada da fase de grupos. Detalhe: na ocasião o time já pode estar com vaga garantida para voltar à elite do Estadual.

Antes do jogo contra o Comercial a situação ficou tensa, já que parte do grupo insistia em receber o pagamento na véspera do jogo contra o Naviraiense, pela Copa do Brasil, que aconteceu na última terça. Não conseguiu e teve que se contentar com cheques programados para o dia 26.

Segundo a direção da Lusa, o atraso nos salários não chega a três semanas, embora haja atletas que falem em dois meses. Ao Sportv, no dia do jogo contra o Naviraiense, que acabou eliminando a Portuguesa no Canindé, indagado por repórter da emissora sobre atraso de três meses, um dos jogadores disse que não é tanto assim.

A torcida protestou contra equipe e diretoria, indignada com os 7 a 0 em Ribeirão Preto e com novo fiasco diante do Naviraiense. Tanto os atletas quanto a direção dizem, pelo menos em público, que se trata de um movimento orquestrado de torcedores e conselheiros “com fins eleitoreiros”.

Na galera muitos estavam com nariz de palhaço protestando contra o elenco. Um dos principais alvos era o goleiro Glédson, que frangou no sétimo gol do Comercial, sábado passado, e falhou em outros três da equipe de Ribeirão. Voltou a falhar terça, diante do Naviraiense.

Mas não foi o único a fracassar. Apática, a equipe nada rendeu pela Copa do Brasil, sendo humilhada pelo time de Mato Grosso do Sul. E xingamentos naõ faltaram também para o presidente Manuel da Lupa, que vem sendo hostilizado no Canindé desde a segunda rodada da A2, quando a Lusa pegou o Santo André, após derrota na estreia para o Monte Azul.

Em segundo de seu grupo, com seis pontos _perde (e feio) no saldo de gols para o Comercial_, o time segue à frente de Capivariano e Catanduvense. Os dois primeiros disputam a divisão de elite do Paulista no ano que vem. E espero que a Portuguesa esteja entre eles, que os jogadores recebam o que a diretoria lhes deve e atuem com muita força de vontade nos três jogos restantes para o acesso. O primeiro é domingo no Canindé, novamente contra o Comercial. O mesmo dos 7 a 0 do último sábado… Que agora, pelo menos, a história seja diferente.



  • rodrigo

    Janca, então quer dizer que os jogadores só se esforçam quando recebem ? Que absurdo. Com isso, fica provado literalmente que entregaram o jogo contra Comercial e Naviraiense. E olha, pelo o que eles mesmos dizem, que o atraso não é tão grande assim. Queria ver esses caras jogarem então no Flamengo, Palmeiras, Vasco que atrasam mais de seis meses.

    • janca

      Oi Rodrigo. Não dá pra dizer que ninguém entregou o jogo e o Comercial se saiu muito bem no sábado passado. Já contra o Naviraiense o time pode alegar desgaste emocional. Mas que há uma crise por conta de salários atrasados, há. E a própria diretoria reconhece, embora diga que não chegue a três semanas, o que tampouco se justifica. Atraso é atraso e o pagamento deveria ter sido feito no dia. Quanto aos jogadores quando entram em campo têm a obrigação de se empenhar. Ou que não entrem.

      • Edson – Santo André

        Isso é muito complicado Janca, vai da cabeça de cada pessoa. Eu por exemplo, já trabalhei em uma empresa que chegou a atrasar os salários por três meses. A desmotivação, a falta de compromisso e empenho era evidente. Porém penso que exista duas saídas para o caso. Já que o funcionário se dispôs a trabalhar nessas condições, que trabalhe dignamente, se empenhe, saiba separar as coisas e acredite no que lhe foi prometido (pelo menos no meu caso, consegui resistir às dificuldades e trabalhei mais seis anos nesta empresa, que melhorou posteriormente), ou o funcionário (no caso o atleta) peça o imediato desligamento, pois, já que está com a cabeça cheia (com razão) e não consegue ter foco na sua atividade, que pelo menos abra espaço à aqueles que querem ficar e acreditam na melhora da empresa e que trabalham (no caso a Lusa).

        Abs.

    • Renato Sá

      Meu caro, você é empregado? Se for, queria ver a sua cara depois de dois meses sem salário… irias jurar amor à empresa?
      Ou você é empresário? Se for, queria ver vender produtos para clientes que nunca pagam… irias continuar vendendo após dois meses de calote?

  • Mario

    torcida da portuguesa? que torcida ? eu assisti o inicio do jogo contra o Naviraiense só vi uns gatos pingados , o estadio estava vazio , o que é uma vergonha.

    a mal da lusa é ser igual a todos outros clubes brasileiros q vendem o ouro do futebol por uma miséria , com um minimo de organização a Lusa voltaria a revelar grandes jogadores como Dener Zé Roberto , Leivinha , Djalma Santos , etc e a disputar os titulos .

    hj faz 19 anos da morte do Dener , um craque q tinha tudo p/escrever seu nome na historia do futebol , pena q a Lusa não o negocio ele com o Timão e preferiu o Vasco ….

    • janca

      A Lusa está muito mal administrada. Tem um grande patrimônio, que é o Canindé. E poderia incentivar sua torcida a ir ao estádio, explorar o marketing, cuidar das finanças, enfim, fazer um projeto de reestruturação pra não terminar como o Guarani. Que foi parar na Série C, caiu pra A-2 do Paulista e, como a Lusa, nem da primeira fase da Copa do Brasil passou.

  • vaz

    Mais um clube com presidente e grupos políticos “vitálicios” apoiado por aquela banda podre de trocedores que se passam por organizadas que xingam mas acreditam em discursos inflamados e histórias da carochinha de mudanças e que vai fazer uma limpa. De derrota em derrota, bagunça e desmandos sem qualquer sinal de mudança a Lusa vai seguindo o caminho do Guarani e de outros com passado de glórias e hoje endividados não sabem onde é a saída. Não é de hoje que a Lusa passa por situações semelhantes mas esta, de longe está sendo a pior e sem sinal de saída muito pelo contrário. Pegaram o osso e não querem largar.
    Vejo a tempos o futebol brasileiro estagnado em todos os sentidos (mentalidade, tática, organização, modelos de administração, campeonatos e preso a “manias” e superstições) e a Lusa infelizmente é mais uma da longa lista de clubes sofrendo as consequências de desmandos que só vai mudar quando o torcedor parar de acreditar em chavões do tipo ‘jogador com amor a camisa”, presidente falastrão e cheio de bravatas que se comporta como uma “Madona”, manto sagrado, crendices e frases prontas repetidas a décadas, em paixões doentias e cobrar do presidente e seus diretores em vez de atribuirem como sempre ao técnico e a este ou aquele jogador a culpa que é de todos. Futebol é negócio profissional e de gente grande e não tem espaço mais para amadorismos e paixonites. Se não enxergarem, este sempre será o roteiro: troca o técnico, joga jogador aos leões (sem trocadilhos), ganha algumas partidas e depois continua andando de lado até a nova confusão e decepção.
    Onde estão os brios dos patrícios que lá estão e não acabam com este espetáculo rotineiro na história da Portuguesa? Onde anda o clube de grandes revelações e que peitava de igual para igual qualquer chamado grande do futebol brasileiro?

    • janca

      É Lusa é mais um clube extremamente mal administrado. E não é de hoje. Como você bem diz, infelizmente sobre as consequências dos desmandos administrativos, Vaz. E as brigas internas continuam gigantescas.

  • rubens

    a rotatividade da presidência nos grandes clubes é uma necessidade para evitar os vícios de gestão que só prejudicam a profissionalização administrativa e o consequente crescimento das receitas e da própria marca. dá pena ver a Portuguesa, um clube querido por grande parte dos paulistas, jogando a série b do campeonato regional, ser eliminada pelo Naviraiense, com salários atrasados e rebelião dos jogadores. Já aparece como super candidato a rebaixamento no brasileirão e nada garante o acesso na A2, o Capivariano pega o lanterna Catanduvence e se vencer pode passar a Lusa em caso de empate contra o Comercial.

    • janca

      Oi Rubens. Também sou totalmente favorável à limitação dos mandatos dos dirigentes e à rotatividade no poder. E sobre o acesso à elite não há nada assegurado, ainda mais se repetir as duas últimas atuações. Ou três, diria, já que quando venceu o Capivariano no Canindé, por 1 a 0, tampouco jogou bem. Saiu-se bem apenas no segundo tempo contra o Catanduvense. Mas vamos ver. Quem sabe ganha do Comercial e chega a nove pontos, entrando com boas chances nas duas rodadas finais.

  • jose sidnei

    Que jornalismo é esse ? Torcendo para a Portuguesa subir, desconsiderando as participações de Comercial, Catanduvense e Capivariano ? O moradores de Ribeirão Preto, Catanduva e Capivari não compram o Lance! nas bancas ? Eu, como leitor, estou indignado. Isso é brincar de fazer jornalismo.

    • janca

      Eu torço pra quem eu quiser. Desde quando é proibido jornalista torcer para A ou B? A época da censura já deveria ter passado, mas para alguns, pelo jeito, não.

  • francotimao

    Ola, João, Como nós já nos identificamos em post anterior, a Lusa precisa urgentemente de um choque de gestão, porém para isto começar a ocorrer, ou seja, mudanças estruturais, organizacional, marketing, etc…é indispensável a saída do atual presidente, vejo através do q leio e assisto q os torcedores não se identificam com o atual presidente e isso é fundamental nas mudanças q se fazem necessárias, esperemos q “uma luz” se acenda na cabeça dos dirigentes e eles consigam se esvaziarem de seus egos e pensem realmente na Portuguesa, mas é claro concomitantemente é preciso q a torcida pressione os “velhos padeiros”…Abs!!!!!!!

    • janca

      Prefiro não personalizar, Francotimão, e não ficar na discussão de nomes. Acho que a questão é conceitual, como acontece na CBF. Não adianta trocar um Marin da vida pra colocar um Marco Polo. A Portuguesa teria que ser tratada com seriedade e, pra começar, precisa fazer como o Flamengo. Levantar a dívida total, ver como estão as finanças do clube, exatamente em que pé se encontram e trabalhar a partir daí. Reescalonar as dívidas e começar a pagá-las. Mas trabalhando as receitas também, pensando não só na base, mas no patrimônio, que não é só o Canindé. Abs. e bom final de semana pra você, Janca

      • francotimao

        Concordo João…Bom Fim-de Semana pra vc e sua familia!!!!!!!!!!

  • alessandro

    BOA NOITE JANCA,EU VEJO O PROBLEMA DA PORTUGUESA COMO ESTRUTURAL,QUE GUARDA MUITA SEMELHANÇA COM O GUARANI,AMBOS POSSUEM MUITOS DEFEITOS E A CADA DIA DOIS GRANDES DO FUTEBOL BRASILEIRO VAO FICANDO MENORES.A SEGUIR VOU NUMERAR O QUE CONSIDERO OS PROBLEMAS E SOLUÇOES PARA A LUSA:

    1-A LUSA SEMPRE TEVE IMENSA TRADIÇAO EM REVELAR GRANDES JOGADORES,SO QUE DE UNS ANOS PRA CA A BASE DA LUSA NAO E NEM SOMBRA DO QUE JA FOI,EU VEJO QUE NAO EXISTE PRIORIDADE PRA ISSO QUANDO PODERIA SER UM FATOR PRA AJUDAR A LUSA VOLTAR A SER GRANDE;

    2-TODO MUNDO SABE QUE A LUSA APESAR DE TER TORCIDA NAO NUMEROSA TEM UMA TORCIDA COMPOSTA COM GRANDE PARCELA DE PESSOAS DE ALTO PODER AQUISITIVO,ALIAS EU DIRIA QUE FAZENDO UMA MEDIA COM TODAS AS TORCIDAS A DA LUSA E A DE MAIS ALTO PODER AQUISITIVO,SENDO COMPOSTA TALVEZ NA SUA MAIORIA DE PEQUENOS E MEDIOS EMPRESARIOS,POIS BEM SERA QUE NINGUEM LA NA LUSA TEM CAPACIDADE DE CAPITAÇIZAR ISSO EM BENEFICCIO DA LUSA,DE POR EXEMPLO FAZER UM BOM PROGRAMA DE SOCIO TORCEDOR,DE UNIR ESSA TORCIDA PRA REERGUER A LUSA????

    3-BRIGAS POLITICAS INTERNAS(IGUAL AO PALMEIRAS)QUE SO PREJUDICAM A LUSA E FAZEM DELA CADA DIA MAIS UM CLUBE MENOR;

    4-QUANDO REVELA UM BOM JOGADOR PERDE RAPIDAMENTE SEM CONSEGUIR FATURAR,AI EU DIGO CADE A ADMINISTRAÇAO,SE NAO DA PRA SEGURA JOGADOR OK MAS PELO MENOS QUE TENHA ALGUM GANHO;

    5-ROUBALHEIRA PODEM DIZER QUE NAO TEM COMO PROVAR,MAS QQ UM SABE QUE EXISTE,QUANTOS JOGADORES FORAM VENDIDOS NOS ULTIMOS 20 ANOS POR VALORES ALTOS E AI HJ A LUSA TEM UMA DAS MAIORES DIVIDAS DE CLUBE DO BRASIL.CADE O DINHEIRO????

    BOM ENFIM ENQUANTO OS VERDADEIROS TORCEDORES AQUELES QUE AMAM A LUSA DE VERDADE NAO SE UNIREM E NAO DEREM MA BASTA A LUSA FICARA CADA VEZ MENOR!!!!!!!!

  • James Leal Borges

    A Portuguesa caminha infelizmente para o mesmo destino de América e Bangu, dois clubes do Rio de Janeiro que já competiram de igual para igual com os grandes do estado e hoje são apenas agremiações que vivem no eterno sobe e desce das divisões de acesso do campeonato estadual e sem nenhuma importância no cenário nacional, as péssimas e amadorísticas administrações vão aos poucos destruindo importantes instituições da história do nosso futebol, é lamentável, apenas uma mudança drástica nos rumos do clube salvará a Portuguesa do processo de decadência em andamento.

  • vinicius gordo

    GENTE , INFELIZMENTE PARA ALGUNS , O FUTEBOL SE ELITIZOU , NAO TEM MAIS ESPACO PARA TIMES MEDIOS E MUITO MENOS PEQUENOS IGUAL A LUSINHA , E POR MIN PODE FECHAR NAO FARA FALTA NENHUMA , EU MESMO NAO CONHECO UM TORCEDOR DA PORTUGUESA E COMO DIZ O DITADO UMA MOSCA JAMAIS SERA UMA ABELHA !!!!!!! VAI CORINTHIANS !!!!!!

    • janca

      E por que uma mosca deveria ser uma abelha? Pra quem acha que só cabem abelhas no mundo…

      • vinicius gordo

        O QUE EU QUIS DIZER , FOI Q NO FUTEBOL SO VAUN SOBREVIVER AS “ABELHAS “( TIMES GRANDES )

        • janca

          É possível, é possível… Mas ainda acho que o futebol precisa dos médios e pequenos também. Mas para sobreviver, seja o clube de porte médio, grande ou pequeno, tem de se estruturar, Vinicius. Abs. e bom domingo, Janca

  • janca

    Vale destacar que, finalmente jogando bem, a Lusa venceu domingo no Canindé o próprio Comercial, um golaço de Luís Ricardo no segundo tempo. E criou e perdeu várias chances. Agora volta a liderar o grupo, com nove pontos, com boas chances novamente de classificação. Tem de voltar à elite do Estadual. Esperamos os jogos de amanhã, contra o Capivariano, em Capivari, e domingo, contra o Catanduvense, no Canindé. Domingo, aliás, estarei lá. Pra festejar, espero.

MaisRecentes

Revolta corintiana



Continue Lendo

Pela saída de Levir



Continue Lendo

Apoio a Jô



Continue Lendo