Kleina e Marcos Vinícius



Tentar jogar a responsabilidade pelo fiasco em Mirassol nas costas do novato Marcos Vinícius, que marcou um gol contra logo aos 40 segundos de jogo, é covardia. O zagueiro, que fez seu primeiro jogo como profissional, não tem culpa pelo que aconteceu com o Verdão.

Quando Gilson Kleina diz que o manteve no jogo para poupá-lo e não queimar o jogador, acaba fazendo justamente o contrário. A responsabilidade pelo desastroso 6 a 2 de ontem é da direção palmeirense, que insistiu em manter o técnico no cargo quando ele dava nítidos sinais de que não sabia mais o que fazer com o elenco.

Com todo respeito, o trabalho de Kleina de setembro a março só pode ser considerado sofrível.  Não conseguiu salvar o time do rebaixamento para a Série B, ajudando, pelo contrário, a afundá-lo ainda mais no Brasileirão, além de sofrer uma eliminação vexatória na Sul-Americana.

Neste ano foram três jogos na fase de grupos da Libertadores, três atuações decepcionantes, duas derrotas e uma vitória e agora enfrenta uma situação pra lá de delicada na competição. Mesmo no Paulista, apesar de figurar no G-8, o grupo dos oito que passam para as quartas de final, houve várias atuações lamentáveis, como a derrota para o Penapolense, no Pacaembu, e a goleada de ontem para o Mirassol.

Claro que o problema do Palmeiras está longe de ser a comissão técnica. É de gestão. E não é de hoje. Mas o trabalho de Kleina em seis meses foi muito aquém do esperado. E a Ponte, que ele deixou pra trás, coincidentemente só cresceu de produção após sua saída de Campinas. Cresceu no Brasileirão e evitou o rebaixamento para a Segundona, além de estar fazendo campanha incrível no Paulistão. Ocupa a vice-liderança e ainda não perdeu no torneio. Mas esse não é problema do Palmeiras. O problema do Palmeiras é outro e passa pelas brigas políticas dentro do clube. Que seguem acirradas. Uma pena. O torcedor do Verdão merece dias melhores. E eles virão. Mais cedo ou mais tarde, virão.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo