O preço dos estádios



A pouco mais de um ano da Copa do Mundo e a menos de quatro meses da Copa das Confederações, o governo federal estima que pouco mais de 7 bilhões de reais serão gastos com os 12 estádios do Mundial. Em 2007, avaliava que os gastos não chegariam a 3 bilhões de reais. Ou seja, eles mais do que dobraram de custo, o que já era esperado.

Vale lembrar, porém, que a CBF, que vendeu a Copa para o público brasileiro de um jeito bem diferente, tinha outro discurso. E garantia que não haveria um centavo de dinheiro público nas arenas. Palavra de Ricardo Teixeira. Que saiu da confederação e do Comitê Organizador Local para a Copa, deixando em seu lugar José Maria Marin, refugiou-se em Miami, continuou a receber dinheiro da CBF como “consultor” da entidade e não dá explicação nenhuma sobre a promessa que não foi cumprida. Talvez porque o dinheiro seja meu, seu e nosso. E Marin, que poderia falar por Teixeira, a quem sucedeu e de quem era o vice mais velho, prefere desconversar quando o assunto é esse. Acha que, se o Brasil ganhar a Copa, o povo e a imprensa logo se esquecem dos gastos. O que vale é bola rolando. Será?



MaisRecentes

O escândalo de Platini



Continue Lendo

Fernando Diniz na berlinda



Continue Lendo

Deuses da Bola



Continue Lendo