Ganso desencanta



Finalmente, como se diz no futebol, Ganso desencantou no São Paulo. Foi o artífice da virada contra o The Strongest, da Bolívia, que deu um sufoco danado na equipe paulista.

Ganso, que entrou no segundo tempo com o jogo empatado por 1 a 1, melhorou o ritmo são-paulino e deu uma bela assistência para Luís Fabiano marcar o gol da vitória. Se ela não viesse, o time passaria a correr sérias chances de não conseguir vaga para as oitavas de final, já que na estreia perdera para o Galo, no Independência.

Além de Ganso, o argentino Cañete, que também entrou no segundo tempo e participou do lance que resultou no gol de Luís Fabiano, foi bem na partida. Outro destaque foi Osvaldo, autor do primeiro gol do São Paulo e  uma das principais peças ofensivas do time, já que Jadson e Aloísio tiveram atuação abaixo da média. E a defesa continua preocupando a torcida. Quando o The Strongest chegava era um susto atrás do outro.

Para Ney Franco pensar. Ganso pode não ser apenas uma boa opção para o segundo tempo. Será que não chegou a hora de realmente usá-lo como titular? O toque de bola refinado, definitivamente, ele não perdeu.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo