O mundo de Caras



A diretoria do Corinthians acertou, a meu ver, ao tentar demover os quatro torcedores que, com liminar, viram o jogo de ontem no Pacaembu. Como disse o advogado Luiz Felipe Santoro, que representa o clube, não acredito que a entrada dos quatro atrapalhe a situação do time na Conmebol, mas, pelo sim, pelo não, eles poderiam ter ficado de fora.

Até entendo que se tratava de uma decisão judicial e eles tinham o direito de ver o jogo para o qual compraram ingressos há mais de um mês. Também entendo que o fato de terem entrado pode fazer outros torcedores procurarem o mesmo caminho, causando uma confusão maior para a próxima partida da Libertadores em casa, 13 de março, contra o Tijuana. Mas não acho que isso irá pesar na decisão da Conmebol, que ainda terá de julgar a punição do Corinthians após a tragédia na Bolívia. E espero que faça isso o mais rapidamente possível, em caráter de urgência, como legitimamente pede o time paulista.

Sobre os quatro torcedores que entraram, com todo o respeito a eles, talvez tenha pesado na decisão os 15 minutos de fama que ganharam, algo que também seria legítimo. Apareceram na TV, tiveram os nomes publicados em jornal, citados em emissoras de rádio, oportunidade de dar entrevistas… Tem gente que gosta de ser notícia e de repente até pode ser o caso dos quatro, que, bem ou mal, tiveram seu dia de celebridades. Talvez o próximo passo seja aparecer em “Caras”. A vaidade, a vaidade… Não é só o dinheiro que move a humanidade.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo