O mundo de Caras



A diretoria do Corinthians acertou, a meu ver, ao tentar demover os quatro torcedores que, com liminar, viram o jogo de ontem no Pacaembu. Como disse o advogado Luiz Felipe Santoro, que representa o clube, não acredito que a entrada dos quatro atrapalhe a situação do time na Conmebol, mas, pelo sim, pelo não, eles poderiam ter ficado de fora.

Até entendo que se tratava de uma decisão judicial e eles tinham o direito de ver o jogo para o qual compraram ingressos há mais de um mês. Também entendo que o fato de terem entrado pode fazer outros torcedores procurarem o mesmo caminho, causando uma confusão maior para a próxima partida da Libertadores em casa, 13 de março, contra o Tijuana. Mas não acho que isso irá pesar na decisão da Conmebol, que ainda terá de julgar a punição do Corinthians após a tragédia na Bolívia. E espero que faça isso o mais rapidamente possível, em caráter de urgência, como legitimamente pede o time paulista.

Sobre os quatro torcedores que entraram, com todo o respeito a eles, talvez tenha pesado na decisão os 15 minutos de fama que ganharam, algo que também seria legítimo. Apareceram na TV, tiveram os nomes publicados em jornal, citados em emissoras de rádio, oportunidade de dar entrevistas… Tem gente que gosta de ser notícia e de repente até pode ser o caso dos quatro, que, bem ou mal, tiveram seu dia de celebridades. Talvez o próximo passo seja aparecer em “Caras”. A vaidade, a vaidade… Não é só o dinheiro que move a humanidade.



  • Roberto Junior

    Janca, o Brasil virou o país das liminares. Algumas, claro, possuem fundamento e servem pra resguardar direitos reais do cidadão. Mas tem muita gente, em todas as áreas, que força a barra e acaba utilizando o artifício pra burlar regras.

    Abraço!

    • janca

      Oi Roberto. Não sei se o intuito era burlar regras, acho que não, tanto que ganharam a liminar _os quatro e mais dois que acabaram não entrando no estádio e acatando orientação da direção corintiana. O que sinto é que o Corinthians, ao tentar convencê-los a não entrar, agiu bem. A não ser que quisesse mandar um recado à Conmebol de que no próximo jogo devem acontecer novas e novas liminares. Mas não senti que foi o caso, tanto que o próprio advogado do clube disse que vários torcedores tentaram como os quatro em questão e não conseguiram a liminar. E o Corinthians e representante da Conmebol tentaram convencê-los a não entrar. Mas com liminar… Para aparecer ou não, estavam no seu direito. E viram o jogo e podem contar para os filhos, os netos, os bisnetos…

      • Jair Sergio

        Desculpe-me Janca, mas qualquer coisa que explique o direito individual das pessoas, não explica a barbaridade de querer desviar o foco da questão principal, que é o fato de que foi cometido um crime por pessoas que se associam a torcidas uniformizadas que não servem prá nada a não ser a elas mesmo e que deveriam ser extintas de uma vez por todas do futebol, sejam de qualquer time, não podem existir mais, coragem à todos, chega, não é possível que se discuta alguma coisa que não seja a extinção desses grupos que não fazem nada de bom para a sociedade e nem para seus clubes, aliás até para seus clubes fazem muito mais mal do que bem, “Extinção de todas as organizadas já”! Qualquer coisa que fuja desta questão é dar paleativo a paciente terminal!

  • João Camilo

    Janca, a questão é que essa liminar parece estar toda errada.

    Por exemplo, o código do consumidor é usado sem citar o Corinthians? Como se foi o Corinthians quem vendeu o ingresso. A relação comercial é com ele, não com a Commebol. Além disso, o código do consumidor não permite que pessoas entrem em um lugar por conta de ingresso e ponto. Normas disciplinares e legais podem impedir pessoas com ingressos de entrarem em algum lugar. Mais, se o Corinthians concordou com o regulamento, ele está ciente deste mesmo regulamento ao vender o ingresso e portanto a compra do ingresso indica que o torcedor aceitou a ver um jogo desta competição com aquele regulamento.

    Mais, a constituição brasileira permite que entidades desportivas apliquem essas punições e determina que a justiça comum só possa ser usada depois de esgotada a justiça desportiva, isso foi claramente chutado. Agora, basta uma liminar e nunca mais teremos mando de campo perdido, pois o clube só precisa vender uns ingresso e pronto.

    A atitude deste juiz é vergonhosa e só aumenta a suspeita, pois a atitude do Corinthians tem sido vergonhosa durante todo o episódio.

    • janca

      Mas nesse caso, João Camilo, o Corinthians, pelo menos que eu saiba, agiu direitinho, até pedindo para os quatro não entrarem no estádio e respeitarem a decisão da Conmebol. Mas os quatro, tendo a liminar, acabaram entrando _graças a ela. Se errada ou não não sei, não sou juiz, pelo que o advogado do Corinthians afirmou outros vários torcedores teriam tentado uma liminar semelhante, em outras varas, e não conseguiram.

      • radamantys

        Agiu direitinho (então alguém agiu errado) normalmente pra vc entrar com processo a favor do consumidor, vc tem que levar algo q prove a compra (o ingresso) que nele esta la que foi comprado junto ao Corinthians, então a ação do consumidor é contra quem vendeu e não forneceu (o jogo). Nesse caso exite então ai a tentativa de uma conciliação entre as parte, nesse caso a devolução do dinheiro (coisa q na impressa o Corinthians informou q devolveria). Então como um juiz da causa ganhar a um lado sem, escultar o outro lado.

  • elias

    As quatro pessoas que entraram assistir ao jogo estão com a razão…
    De vemos fazer valer nosso direito, se assim quisermos…
    E se alguma pessoa achar que eles querem aparecer, podem assim se pronunciarem…
    Pela democracia e pela liberdade de expressão , eu discordo deste repórter no tocante a sua
    tentativa de menosprezar a força e coragem destas pessoas…
    Se os brasileiros fizerem valer seus direitos sempre que se sentirem ultrajados ,impedidos ou outro , teremos um pais com mais justiça e educação.

    • janca

      Mas já que gostam tanto do Corinthians e a própria direção do clube pediu para eles não entrarem, poderiam tê-la respeitado. Pensaram, pelo jeito, mais neles mesmos do que na agremiação e, querendo ou não, tiveram seus momentos de fama. Respeito sua opinião, mas a real intenção dos quatro não saberemos, só eles próprios sabem, talvez tenha sido mesmo uma forma de tentar valer seus direitos, como você diz, talvez tenha sido uma forma de aparecer. O Corinthians, clube pelo qual os quatro diziam torcer, pediu para eles não entrarem… Com a liminar e ajudados pelo policiamento, fizeram valer o direito que lhes dava a liminar.

      • João Camilo

        Essa é a minha curiosidade. Todos jornais falando do assunto ( a liminar já era história semana passada) e ninguém procurou a informação legal. Neste sentido, o jornalismo está falhando, na minha opinião.

        Já o Corinthians, sim, nada errado na regra. O comportamento errado na minha opinião foi a atitude. O discurso de que a Libertadores era mal-organizada (agora), apelando para o “Mal-organizada” (agora?), o estado de direito (como se o estado de direito excluísse organizações de cumprirem o que assinam, no caso o regulamento), o discurso que o corinthians sairiam para moralizar o futebol (como se rasgar regulamento fosse isso), mostrar fotos do ano passado do aeroporto para manipular o discurso, esse tipo de coisa que certamente coloca o time como vítima e é claro, acaba, apesar do discurso, a fazer a torcida pensar na punição e na commebol como inimiga, o que não é. Assim fica suspeito, se o discurso não é só para tentar livrar a cara na commebol e quando a gente vê que os 4 corinthianos têm laços com o presidente do time, tudo fica pior.

        • janca

          Por que também fica a pergunta: eles quiseram fazer valer seu direito, quiseram aparecer na mídia ou quiseram mostrar para a Conmebol que se la não mudar a punição muita gente vai fazer a mesma coisa para o próximo jogo?

  • Mario

    é complicado , sempre criticamos nos brasileiros por não lutar , então como podemos criticar alguem q lutou pelo q queria usando o codigo do consumidor e a lei sem falcatruas , em vez de criticarmos vamos seguir o exemplo e ir a luta pelo q queremos.

    • janca

      Mas segundo a direção do Corinthians seria algo que poderia prejudicar o clube… Então entendo a posição da diretoria. E há lutas e lutas, temos que escolher as melhores já que não dá para entrar em todas. E sinceramente para mim há lutas mais importantes, uma das quais descobrir quem matou o garoto boliviano, julgá-lo e puni-lo, bem como seus cúmplices. A pressão da sociedade _brasileira e boliviana_ para que a polícia e a Justiça exerçam bem o seu papel neste caso é importante.

      • Mario

        o Timão já vai ser punido pesado independente dos 4 e não pode ser o unico san jose , penarol e outros tambem ,agora q faria um bem p/futebol ter uma briga com a commebol p/coisas mudarem seria….
        a triste morte do Kevin esta nas mãos da policia bolivia e pouco podemos fazer ,mas as pessoas podem se juntar p/discutir e criar leis como foi feito com a da ficha limpa.

        • janca

          E também discutir a relação entre organizadas e direção dos clubes de futebol, que acho um ponto importantíssimo. Sobre os quatro terem entrado, há os que acham que podem ter prejudicado o Corinthians _por isso, inclusive, a direção do clube pediu para não entrarem e não foi atendida_, mas duvido que isso aconteça. O que espero é que o julgamento seja o mais rapidamente possível, seja qual for a decisão da Conmebol _pela manutenção ou redução da pena.

        • janca

          E a morte do garoto é, de fato, para a polícia boliviana, auxiliada pela brasileira, investigar e a Justiça decidir o que fazer. É para a esfera criminal, não a esportiva.

    • janca

      No Sul entraram com ação contra o patrocínio da Caixa ao Corinthians com o mesmo argumento, o de que temos que lutar por nosso direitos e o banco sendo estatal… O juiz suspendeu o patrocínio. Não sou juiz, acho o patrocínio legítimo até que me provem o contrário. Decisão de juiz… Dizem que não se discute. Será?

      • João Camilo

        Eu acho que estatal que tem competição no mercado, como a Caixa, poderiam fazer patrocínios. Mas há apenas um senão para mim: a Caixa é a responsável e beneficiaria de um jogo de aposta de futebol que o Corinthians participa. Me parece um sério senão.

        • janca

          Mas até aí ela já patrocina Atlético-PR e Avaí há algum tempo e ninguém dizia nada.

          • João Camilo

            Bom, eu não vi ninguém dizer nada sobre isso ainda. Acho que parece um detalhe irrelevante que ninguém percebe. Deixo claro, acho que está errado a Caixa como patrocinadora de um jogo de apostas de futebol em patrocinar times de futebol. O galo inclusive (está correndo o boato).

            Parece bobeira, mas a vasta maioria dos escândalos de futebol é relacionada com aposta.

          • janca

            E eu não tinha pensado sobre isso. Um ponto interessante, talvez.

          • radamantys

            Bom se a Caixa pode patrocinar tudo bem, mas se esta dentro das leis então que elea mostre o contrato como o juiz pediu e ate agora nem o curinga nem a caixa souberam responder as perguntas juiz, então ta certo suspende. Quem não deve não teme.

  • Sempre Fiel

    Olá Janca, tudo bem?
    Estou preocupado e impressionado com o ódio destilado por muitas pessoas que não torcem para o Corinthians. Parece-me que não importa mais o resultado e o momento dos seus respectivos times, apenas a tragédia de Oruro e a generalização da índole do torcedor Corinthiano, como se cada um dos 35 milhões tivesse disparado o sinalizador.

    ***LEMBRO que minha posição é de punição penal ao culpado e as organizadas, punição desportiva ao Corinthans e ao Sao Jose, intensificação na segurança em TODOS OS ESTÀDIOS e proibição de organizadas nos estadios***

    Sobre as liminares, parece que hj um advogado gremista entrou com uma ação proibindo o pagamento de patrocinio da Caixa ao Corinthians. E o patrocinio do Banrisul ao Grêmio pode??? E os patrocínios da Caixa ao SPFC na década de 70, os contratos da Caixa com Avai e Atletico/PR??? Quer fazer, sr. advogado, faz pra todos!

    O que motiva estas pessoas? Das piadinhas às ofensas pesadas (muitas passíveis de ação por calúnia, difamação e danos morais), o que torna o Corinthians alvo de tanto ódio?

    E não me venham com o papinho de que “tudo o q ganha é roubado” pq sso é conversa de quem não tem argumento.

    Ninguém aqui é inocente pra não reconhecer que os pecados do meu time são os mesmos cometidos pelos seus. Alguns desses times cometeram pecados bem piores até!

    Não sou mal elemento, não sou marginal, não sou assassino. Trabalho, estudo, pago meus impostos (e são muitos), vou ao estádio, me comporto adequadamente como 99% da torcida Corinthiana! EXIJO RESPEITO, O MESMO QUE DISPENSO A TODOS!

    Espero um dia ver essas mesmas pessoas empregando essa energia em cobranças dirigidas aos nossos políticos, para que nosso dinheiro (não o da Caixa, o NOSSO mesmo) seja empregado na melhoria da sociedade!

    SEM EDUCAÇÃO NÃO SE CONSTRÓI UMA NAÇÃO!

    abraço, Janca!

    • janca

      Oi Sempre Fiel. Infelizmente o ódio move muita gente, faz parte da vida. E o Corinthians, pela força que tem, incomoda. Sobre uma ação contra o patrocínio da Caixa confesso que desconheço e acho legítima a iniciativa do banco de apostar no clube, cuja torcida tem o maior potencial de consumo do país. E que sem educação não se faz uma nação concordamos. O problema é que às vezes até com educação não dá para se fazer uma nação. Mas melhor com do que seu, claro. E o Brasil peca muito nesse sentido, como peca em saúde e segurança pública, para ficar em apenas dois outros exemplos. Abs.

    • janca

      Estava acompanhando agora a decisão da Justiça do RS suspendendo o patrocínio, pelo menos até outra decisão. Assim como os quatro corintianos conseguiram liminar ontem, agora foi a vez de um juiz do Sul dar sua decisão sobre a Caixa. E decisão de juiz… São tantas varas de Justiça… Um decide uma coisa, outro decide outra. E assim como o quarteto corintiano de ontem dizia que estava lutando por seu direito, quem entrou com ação no Sul vai dizer o mesmo. Pelo seu e o dos contribuintes brasileiros, alegando que o banco é estatal.

      • Dermivaldo

        Ótimo.
        Espero que advogados corinthianos façam o mesmo e entrem na justiça contra o patrocinio do Banrisul ao Gremio e ao Inter.
        E também contra o estádio do Grêmio, que teve isenção fiscal (sem fazer parte da Lei Geral da Copa), teve dinheiro do BNDES e o terreno foi doado pela prefeitura. Pode derrubar o estádio do Grêmio e devolver tudo.

        • radamantys

          Certo ai o Grêmio entra tbem contra o Corinthians e seu estadio e empréstimos. ai vai ser uma lavanderia de roupa suja, muito assunto pra imprensa colocar em dia.

          • Dermivaldo

            Ótimo, faz isso, derruba todos os estádios, inclusive o do Corinthians, o do Inter, o do Gremio, o do Palmeiras, o Maracanã, o Mineirão, o Morumbi. Excelente idéia e muito justo.
            Faz também o Grêmio devolver o dinheiro de anos de patrocínio de empresas estatais, o flamengo devolver o ano de 25 anos de patrocínio da Petrobrás, etc…

        • janca

          De fato é uma ação no mínimo esquisita, pelo menos a meu ver, lembrando que a Caixa já patrocinava times de futebol e o Banrisul tem parceria há anos com Inter e Grêmio. Talvez por trás esteja o clubismo, talvez quem entrou com ação ache que esteja defendendo nosso dinheiro, porque a Caixa é estatal, só que acredito que ela deva ter o direito de competir com os demais bancos, inclusive os privados, usando como ferramente o marketing esportivo. E tantas estatais que patrocinam outros esportes olímpicos? Não conheço a ação, mas o Corinthians é um tremendo cartão de visitas, especialmente pelo potencial de consumo de sua torcida, o maior do Brasil.

          • rubens

            Ilha de Caras, juiz querendo aparecer

          • Dermivaldo

            Há alguns dias li uma matéria dizendo que o patrocínio ao Corinthians surpreendeu a alta cúpula da Caixa, pois não imaginavam que teriam tamanha exposição na mídia. Só em dezembro o jogo contra o Chelsea foi transmitido e reprisado quase 50 vezes nos canais Sportv e no Bandsports. O clube está o tempo todo na mídia, consequentemente mostrando a marca do banco, seja nas transmissões de todos os jogos, nos programas esportivos, na internet, etc… se for ver bem, 35 milhões é um valor baixo para tanta exposição. E se não patrocinasse o Timão, esse valor seria gasto com mais comerciais na TV.

  • Dermivaldo

    A inveja atingiu patamares extratosféricos.

    O Flamengo foi patrocinado pelo caixa por mais de 20 anos.
    Inter e Gremio são patrocinados por uma estatal: Banrisul.
    São Paulo já foi patrocinado pela Caixa.
    Vasco já teve o seu com a Eletrobrás.
    Atlético Paranaense, Avaí, Figueirense, etc…

    Só o Corinthians que não pode nada. Essas coisas colocam o Corinthians ainda mais na mídia, depois os antis ficam reclamando… bundões.

    • janca

      Flamengo era Petrobras. E o Corinthians não é o único clube patrocinado pela Caixa, que tem o direito de explorar o marketing esportivo, desde que o faça bem. E o Corinthians é uma baita vitrine.

  • Edson – Santo André

    Olá Janca!!

    Desse jeito eu não consigo te acompanhar, só um post por dia por favor rsrsrs (brincadeira). Por falar em post, perfeito comentário. A vaidade extrapolou a paixão destes torcedores pelo clube (se é que são torcedores do Corinthians). Mas o que está fora de qualquer patamar é esse ódio contra um clube de futebol. Quanta energia jogada fora por tão pouco, uma vez que o futebol deveria ser lazer, entretenimento. Pior que tudo isso é reflexo da nossa sociedade, que precisa urgentemente de um “choque de cultura” e boas maneiras. Se voce que não torce para o Corinthians quer ver o seu clube de coração mais forte, passe a apoia-lo mais, de mais visibilidade a ele, ao invés de despejar tanto ódio a um rival. E rivalidade tem que ser somente esportiva, dentro de campo.

    Abs.

  • Armando Lima

    Janca, eles se sentiram no direito de assistir a partida, entraram com a liminar e a justiça entendeu que eles tinham o direito de assistir. Então, tudo bem. Ordem judicial é pra ser cumprida e ponto final. Não se deve discutir isto.
    Outra coisa se chama descência. Seria mais descente, mais HUMANO (já que alguém morreu por uma irresponsabilidade de um torcedor corintiano) e até mais respeitoso que estes quatro não comparecessem ao estádio. Minimamente seria menos vergonhoso.
    O silêncio foi o respeito máximo a uma vida perdida. O silêncio ensurdecedor nos dizia que JAMAIS a perda banal de um vida de um jovem torcedor deva se repetir e JAMAIS ser esquecida. A torcida do Corinthians (e de todos os outros times) deveria usar o silêncio de ontem para refletir sobre o que a verdadeira vocação do futebol. UNIR POVOS, LEVANDO ALEGRIA E EMOÇÃO AOS TORCEDORES!!!

    • janca

      Concordo sobre o silêncio. Mas também acho que seria mais respeitoso e decente que os quatro não entrassem no estádio. E como estávamos discutindo neste espaço, já que falamos de decisão judicial, um juiz suspendeu o patrocínio da Caixa ao Corinthians. Até que outro diga o contrário. Nossa Justiça também é uma beleza… Que o diga Gil Rugai, condenado pela morte do pai e da madrasta a mais de 33 anos, que vai recorrer em liberdade. Mas está de acordo com a lei. Será que não chegou a hora de mudarem o Código Penal e tantas outras coisas no nosso sistema jurídico?

      • Armando Lima

        Janca, na verdade está tudo errado. Tem juiz que acha que é Deus. E tem outros que tem certeza que são. Num país onde senador cassado é presidente do Senado; ex-presidente que saiu com impitiman é reeleito; e tantas outras barbaridades mai;, onde o povo nunca é ouvido, há de se prezar no mínimo o nosso direito a indignação. A propósito sou contra estatal patrocinar times de futebol por envolver o meu e seu dinheiro (público obviamente). Se este advogado se sentiu REALMENTE DESCONFIADO, é um direito dele, pois é o dinheiro dele que está sendo usado para patrocinar um time de futebol, ainda que a exposição da marca seja benéfica a instituição. Agora, se ele agiu por paixão clubística ou por birra, acho que deveria ter ficado em casa. Mas ainda assim, usaria a máxima de Voltaire: “Discordo de tudo que você diz, mas defenderei até a morte o seu direito de dizer”.

        • janca

          Sobre alguns juízes se acharem Deus, concordamos. E eles também erram e feio. Em relação ao que você cita de Voltaire, eu desconhecia, mas é muito interessante. Só que acho que mesmo com liberdade de expressão temos de ter algum cuidado, porque muitos a usam para incitar o ódio contra certos grupos religiosos, pregam homofobia, racismo, extermínio de A ou B… Isso tudo é muito complicado e é algo em que tenho pensado muito. Vários dos comentários neste blog, por exemplo, são muito “complicados” ou questionáveis, para não usar um termo mais forte, talvez reflitam um estado da sociedade… Talvez aconteçam porque as pessoas podem se esconder _há o anonimato que protege. Enfim… Vida que segue, Armando. Abs.

          • Armando Lima

            Mais uma vez excelente comentário Janca. Tens toda razão e (até isso) faz parte do que chamamos de democracia. O capitão Rolim (TAM) dizia algo sobre “Democracia Ditatorial”. Discutimos o que pode e o que não pode. O que é permitido e justo e o que não será sequer tolerado. Tudo isso democraticamente. A partir daí, seremos ditadores. Ou seja: combinamos e cumpriremos. Nada mais que isso. Infelizmente a sociedade inverte valores para proveito próprio e defende-se até o indefensável não em busca de justiça, mas de holofotes e vantagens. Entendo tudo que vc disse e concordo. Ainda assim, a construção de uma sociedade passa por todos esses percalços até que um dia chega a maturidade dos pensamentos honestos para o bem de todos e não apenas em causa própria. Ainda acredito que meus netos terão um país melhor, pois nós nos permitimos errar demais e só acertaremos no futuro com nossos erros de agora. O que penso de verdade é que poderíamos pensar GRANDE AGORA e acelerarmos o futuro. Uma pena que os Corintianos estejam desperdiçando essa chance.
            Em tempo: O Fluminense caiu 2 vezes e virou (vergonhosamente) a mesa. Era o símbolo do Brasil atrasado. Quando o Botafogo caiu Bebeto de Freitas chamou a responsabilidade e disse: Vamos subir honestamente. Vamos subir dentro de campo! Esse é apenas um exemplo de que podemos PENSAR GRANDE ! Bebeto nos deu um grande exemplo e hoje todos os times que caem, sobem pelo futebol. Às vezes demoram um pouco mais, mas sobem na bola, não nas viradas de mesa. DEVEMOS PENSAR GRANDE. Apenas isso !

          • janca

            Eu concordo com você, Armando. É um excelente momento, como você bem lembrou, para a gente pensar grande, conforme você coloca. Pena que muitos, inclusive por questões e discussões clubísticas, acabem perdendo o foco e desperdiçando uma baita oportunidade. Entendo o que você diz e o exemplo do Fluminense e depois do Botafogo, como do próprio Palmeiras e mais tarde do Corinthians, deveria ser lembrado. Para o bem _no caso do rebaixamento e da volta à primeira divisão de Botafogo, Palmeiras e Corinthians, por exemplo_ ou para o mal _que foi como se deu a volta do Flu, quer queiram os tricolores quer não. Abs. e desde já uma boa sexta pra você, Janca

  • josue

    15 minutos de fama?? Que absurdo um jornalista dizer isso das pessoas que fazem valer seus direitos. Os torcedores estão certos, quem manda no Brasil é nossa Constituição e a Justiça fez valer o direito adquirido dos torcedores. Exercer a cidadania é muito mais importante do que respeitar uma entidade sem nenhuma legitimidade, como essa tal de Conmebol. Procurar a justiça não causa confusão nenhuma, na verdade ela é a solução para um decisão arbitrária. A justiça pode até proibir que essa competição aconteça em território brasileiro se esta ferir o direito dos cidadãos. Outra coisa, que faz a notícia é a imprensa e não as pessoas. Eles buscaram os direitos, a mídia se utilizou e se utiliza deles para vender notícias e jornais. A fama toda é dessa instituição chamada Corinthians, e de todas as noticias ligadas à instituição. O comentário final foi pejorativo e de má fé. Claro exemplo de um tipo de jornalismo que não respeita a cidadania.

    • janca

      Exerceu a cidadania quem entrou com ação pedindo suspensão do patrocínio da Caixa ao Corinthians? E pelo que disse o advogado do Corinthians outros torcedores tentaram e não conseguiram a liminar, ou seja, não há consenso entre juízes sobre a questão. O que já era de esperar. Mas para os quatro valeu o ingresso. Apareceram até no Jornal Nacional.

      • alessandro

        ESSE ADVOGADO QUE ENTROU COM A AÇAO CONTRA O PATROCINIO DA CAIXA E QUE ESTA BUSCANDO SEUS 15 MINUTOS DE FAMA,PROVAVELMENTE UM ADVOGADO DE PORTA DE CADEIA QUE VIU NESSA AÇAO A CHANCE DE ALAVANCAR UMA CARREIRA QUE NAO DECOLAVA.
        O CURIOSO E QUE ELE NAO CONTESTOU O PATROCINIO DO BANRISUL AO GREMIO QUE E DO ESTADO DELE,OS DA CAIXA A OUTROS CLUBES,O DA ELTROBRAS AO VASCO ENFIM POR AI VAI………. BEM CONVENIENTE PARA ELE AFINAL QUE CLUBE NO BRASIL DA MAIS IBOPE E FAMA QUE O CORINTHIANS???????

        • alessandro

          ELE CONSEGUIU SEU ESPAÇO EM TODA IMPRENSA DO BRASIL,LOGICAMENTE PQ ESSA MESMA IMPRENSA NAO TEM A MINIMA CAPACIDADE DE DISCERNIR O QUE E SERIO OU O QUE E OPORTUNISMO BARATO,O QUE IMPORTA E APENAS E TAO SOMENTE FATURAR!!!!!!PARA OS DOIS LADOS PARA O ADVOGADO E PARA OS VEICULOS DE IMPRENSA,SEJA PROMOVENDO ESSE OPORTUNISTA,SEJA PRESSIONANDO POR PUNIÇAO AO CORINTHIANS PARA QUE SE PROLONGUE A POLEMICA E SE VENDA MAIS E MAIS NOTICIAS…….

          • janca

            Mas é uma notícia, como não? A suspensão _mesmo que provisória, temporária_ do patrocínio não é para ser noticiada? E os quatro que entraram no estádio também sabiam que seriam notícia. Até aparição no Jornal Nacional conseguiram. Notícia boa _vide “mundo Caras”, onde cada um só mostra o que quer, o lado A, A, A_ e notícia ruim _vide Santa Maria (RS)_ vendem e dão dinheiro.

        • janca

          Não sei quem é o advogado, mas sobre os 15 minutos de fama talvez você tenha razão. Pode ser _é uma suposição, insisto_ que ele esteja em busca disso, por que não? O que tem de gente que quer aparecer por aparecer, Alessandro. Vejo a sociedade movida por dinheiro e, como disse, vaidade. A vaidade, a vaidade…

  • lais

    temos que defender nossos direitos galera . no dia 28-11-2013 havia um show marcado em minha cidade Divinopolis mg Paula Fernandes , comprei o ingresso 80;00 reais , ás 23:00 horas e o tal show começou as 01:00 horas da manhã ou seja não aconteceu no dia 28 e sim no dia 29. Fiz boletim de ocorrencia e entrei na justiça por propaganda enganosa e estatuto do torcedor e ganhei 389:00 reais de indenização. agora todos cantores que vem cantar aqui ficaram atentos pois com isto mais de 250 pessoas estão entrando na justiça para acabar com a falta de respeito.

  • alessandro

    BOA NOITE JANCA,BOM EM PRIMEIRO LUGAR DISCORDO DE VC QUANTO AOS 4 TORCEDORES,ANTES DAS LEIS E REGRAS DA CONMEBOL VEM AS LEIS DO BRASIL QUE SAO INFINITAMENTE MAIS IMPORTANTES E DENTRO DO TERRITORIO BRASILEIRO SAO ELAS QUE PREVALECEM,NAO CABE A NOS JULGAR A INTENÇAO DE QUEM AS CONSEGUIU,SE FORAM CONCEDIDAS ESTA PREVISTO NA LEI E PONTO FINAL E NA MINHA OPINIAO SE A CONMEBOL APLICAR MAIS PUNIÇOES O CORINTHIANS DEVERIA PARTIR PARA AS CORTES INTERNACIONAIS,CONSIDERO QUE ESSAS ORGANIZAÇOES ESPORTIVAS ABUSAM DO DIREITO DE AFRONTAR A JUSTIÇA E GOVERNOS DE PAISES.
    QUANTO AS PERSEGUIÇOES QUE O CORINTHIANS VEM SOFRENDO MOSTRA O QUANTO SIGNIFICATIVA PARCELA DA POPULAÇAO TEM LIMITADA CAPACIDADE DE RACIOCINIO,CARATER BAIXO E E ESSA MESMA POPULAÇAO QUE NAO RACIOCINA QUE PERMITE A PERPETUAÇAO NO PODER DE FIGURAS COMO RENAN,SARNEY,MALUF QUE POR SUA VEZ FAZEM LEIS QUE PERMITE A PESSOAS COMO RICARDO TEIXEIRA E MARIN APRONTAREM A VONTADE E ASSIM O PAIS VAI DE MAL A PIOR!!!!!!!!QUANTO MAIS NOS ODIAREM MAIS NOS FORTELECEMOS MAIS NOS UNIMOS EM TORNO DO CORINTHIANS,OS QUE NOS ODEIAM NUNCA TERAO A SATISFAÇAO DE NOS VER POR BAIXO,PELO CONTRARIO QUANTO MAIS ODIO MAIS FORTE SOMOS!!!!!!!!!

    • janca

      Eu não disse que eles não poderiam entrar, quem pediu para ele não entrarem, pelo menos oficialmente, foi o Corinthians, com medo de ser prejudicado. Mas se é que havia o risco de o clube ser prejudicado ainda assim eles entraram, talvez para fazer valer o direito que tinham, talvez porque o clube esteja em segundo plano, talvez porque por 15 minutos de fama…

      • alessandro

        TALVEZ PARA MOSTRAR A CONMEBOL QUE ELA ABUSA DO DIREITO INDIVIDUAL DAS PESSOAS QUERENDO SE SOBREPOR AS SOBERANAS LEIS BRASILEIRAS,QUE CERTAS OU ERRADAS SAO MAIORES QUE AS DA CONMEBOL.PELO QUE CONSTA FOI INCOCADO O CODIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR QUE GARANTE A QUEM COMPROU UM PRODUTO O DIREITO DE USUFRUIR DO MESMO.
        JANCA PODEM ARGUMENTAR O QUE QUISEREM CONTINUO ACHANDO ESSA PUNIÇAO ABSOLUTAMENTE DESCABIDA E ABUSIVA SIM,SE NA CONMEBOL EXISTISSE GENTE JUSTA TODOS OS TIMES QUE EM SEUS JOGOS TIVERAM O USO DE SINALIZADOR RECEBERIAM A MESMA PUNIÇAO,SE E UMA REGRA QUE SEJA PARA TODOS OU QUE SEJA PARA NINGUEM E PONTO.
        QUANTO A MORTE DO GAROTO E ABSOLUTAMENTE LAMENTAVEL MAS EXISTEM OUTROS MEIOS E MECANISMOS PARA SE FAZER JUSTIÇA,E INDIGNO SE PUNIR MILHARES POR CONTA DO ATO DE UM UNICO ISSO FERE QUALQUER NOÇAO DE JUSTIÇA,O INDIVIDUO E RESPONSAVEL POR SEUS ATOS E NAO UMA COLETIVIDADE INTEIRA.

      • reinaldo

        Desculpe, Janca. Mas é triste ver um jornalista falar que uma pessoa tem que deixar de exercer um direito pelo medo de ser punido. Que o Corinthians fique 100 anos sem jogar qualquer campeonato internacional, mas que aqueles que compraram os seus ingressos de forma legítima, tenham o DIREITO DE EXERCER UM DIREITO.

        • janca

          Então reclame com o Corinthians que pediu para os quatro não entrarem no estádio. E reclame com os juízes que não deram liminar aos demais.

        • janca

          E eles tinham todo o direito de entrar. Seja para terem seus 15 minutos de fama, seja para ver o jogo.

          • reinaldo

            O Corinthians está errado. O que foi que essas quatro pessoas fizeram? Quiseram assistir o jogo? Daqui a pouco vcs vão querer que eles estejam presos.

          • janca

            O Corinthians tem o direito de pedir e elas, o de não atender. Só isso. Seja pelo motivo que for. Nem que seja o de aparecer na TV, que é sonho de muita gente.

  • Ado Marcelo

    Tenho percebido em boa parte da imprensa um desejo insano de ver o Corinthians punido quando na verdade o assunto é muito mais amplo.

    O organizador do evento é responsável por ele, a conmebol ganha muito dinheiro e não tem responsabilidade nenhuma? Se você cria uma competição você é totalmente responsável pela mesma, imagine uma copa chevrolet de futebol society., quem é responsável pela organização senão a chevrolet?

    Ao punir o Corinthians a Conmebol se exime de culpa e se coloca na função de juiz apenas.
    O San Jose é outro muito culpado e, talvez pelo garoto ser torcedor deles está havendo aí uma complacência com o clube boliviano.

    As barbáries passadas não servem de argumento para nada, não importa se não puniram no passado, uma hora a casa tem que ser colocada em ordem, mas não esta acontecendo nada disso… sinalizadores por todos estádios, briga de torcidas e objetos atirados até no auxiliar até o momento estão impunes, e a imprensa continua implicando com o Corinthians, uns dizem que não deveríamos nem recorrer outros atacam os torcedores que exerceram seu direito de cidadão e de consumidor.

    Eu não discuto uma punição ao Corinthians, embora para mim parecesse mais justo que não pudéssemos mais levar torcedores fora do país, mas seja qual for a punição, quando ela é aplicada apenas ao Corinthians passa a ser injusta porque de todos nesse balaio, temos a menor parcela de responsabilidade, nem o mando era nosso.

    Janca, eu concordaria até com a exclusão do Corinthians se isso fosse mudar essa competição de várzea para melhor, mas nada aponta nessa direção.

  • Tri mundial doom

    Seria interessante mais uma punição ao clube por mais uma loucura do bando que a diretoria do Corinthians prega e que está dando resultado… Vai com liminar e ferra o time que torce! Aí é curintias mesmo,mano !

  • reinaldo

    Discordo totalmente de você Janca! Ora, por respeito ao torcedor morto pq a imprensa não deixou de cobrir o jogo? Será que foi pelo fato de que a Globo e a Fox terem pago pela transmissão do jogo? Ou será que foi pelo fato de os demais torcedores não poderiam ser punidos?
    Se foi por estes dois fatos a imprensa está certíssima em transmitir os jogos e pelos mesmos fatos tais torcedores estão nas suas razões.
    Chega de hipocrisia, o Corinthians tem que ser punido mas na medida certa. Aplicar uma pena tão grande sem nem a pessoa ter a chance de se defender é uma injustiça maior ainda. Essa pena aplicada em caráter “liminar” não tem reparo. Se a tal entidade mudar a pena imposta não tem como voltar a partida.
    Fora isto, me causa uma enorme estranheza o fato de até agora a imprensa não utilizar o seu aparato tecnológico para mostrar quem foi que realmente atirou o sinalizador. Será que é medo de demonstrar que realmente o menor é culpado? Tem medo de mostrar que estão punindo 12 pessoas que não fizeram nada?

    • janca

      Não sei se as 12 pessoas que estão detidas não fizeram nada. Duas foram pegas, segundo a polícia boliviana, com sinalizadores marítimos iguais ao que matou o garoto e as outras 10 estão sendo tratadas como cúmplices. O advogado da Gaviões e do garoto quer provar de qualquer jeito que foi ele que matou, mas tanto a polícia brasileira quanto a boliviana não estão convencidas disso. E transmitir e cobrir o jogo é uma coisa, a presença da imprensa não estava vetada nem a transmissão proibida. Quem pediu para os quatro não entrarem, pelo menos oficialmente, foi o Corinthians. Mas entre acatar pedido do Corinthians e aparecer na TV, preferiram a segunda opção. Direito deles, que tinham liminar.

      • reinaldo

        Janca, certamente essas 12 pessoas não são santas, porém elas tem que estar presas pelos atos que cometeram. Se levaram sinalizadores, que sejam presas por isto. Agora é inadmissível que entre essas 12, duas estejam presas por terem atirado o sinalizador. Isto é impossível e a imprensa não fala nada. A imagem de quem atirou o sinalizador existe, pq não mostram com uma aproximação maior?
        E repito o que disse acima, é triste ver um jornalista falar que uma pessoa tem que deixar de exercer um direito pelo medo de ser punido. Que o Corinthians fique 100 anos sem jogar qualquer campeonato internacional, mas que aqueles que compraram os seus ingressos de forma legítima, tenham o DIREITO DE EXERCER UM DIREITO.

        • janca

          Eu nunca escrevi que uma pessoa tem que deixar de exercer um direito pelo medo de ser punido. Quem pediu para os torcedores não entrarem foi o Corinthians. Vá reclamar então com a diretoria corintiana, por favor, não comigo.

          • reinaldo

            Pode deixar…me desculpe discordar de você.

          • janca

            Pode discordar à vontade, mas colocar palavras na minha boca, como se eu quisesse proibir a entrada dos quatro, é desagradável. O tempo todo disse que elas tinham o direito de entrar _tanto que entraram. Só que acho que o Corinthians também tinha o direito de pedir que não entrassem. Pediu e não foi atendido, o que também é legítimo. Abs.

  • alessandro

    BOA NOITE JANCA,MAIS UMA VEZ VOU COMENTAR SOBRE ESSA QUESTAO TODA E ME REPETIR EM UM COMENTARIO QUE FIZ EM UM POST ANTERIOR,POREM OBSERVANDO OS FATOS DOS ULTIMOS DIAS.
    PARA MIM SE FOR CONFIRMADA NESSA SEXTA UMA NOVA PUNIÇAO,QUE TALVEZ SEJA MAIS DURA PELA MA VONTADE DA CONMEBOL E PELA SEDE DE VINGANÇA DA ENTIDADE MAIS UMA VEZ AFIRMO SOU TOTALMENTE FAVORAVEL AO CORINTHIANS ABANDONAR A LIBERTADORES E VOU NUMERAR OS MOTIVOS:

    1-A CONMEBOL E UMA ENTIDADE PODRE,PIOR AINDA DO QUE A CBF DE RICARDO TEIXEIRA E MARIN.ALI TEMOS DIRIGENTES DE OUTROS PAISES SUL AMERICANOS QUE CLARAMENTE PREJUDICAM O FUTEBOL BRASILEIRO EM RELAÇAO AOS OUTROS PAISES SEJA NAS ARBITRAGENS OU EM QUESTOES DE LITIGIOS ENTRE CLUBES BRASILEIROS E DE OUTROS PAISES;

    2-QUANDO TEM QUE PUNIR PARA OS “AMIGOS”DA-SE UM JEITINHO PARA OS “NAO AMIGOS”COLOCA O PESO DA LEI,O CASO DO CORINTHIANS PARA MIM NAO PASSA DE DEMAGOGIA DE DIRIGENTE QUERENDO PARECER CORRETO E APARECER NA MIDIA(ESSES SIM SAO OS QUE ESTAO BUSCANDO OS 15 MINUTOS DE FAMA)

    3-ORGANIZAÇAO E ESTRUTURAS RIDICULOS TIMES QUE SAO ORGANIZADOS E BEM ADMINISTRADOS E POR ISSO TEM ELENCOS DE ALTO NIVEL SAO OBRIGADOS A ULTILIZAR AEROPORTOS RIDICULOS COMO O DE ORURO,A SEGURANÇA QUASE SEMPRE E FALHA ENFIM OS PROBLEMAS SAO INUMEROS;

    4-AS REGRAS E REGULAMENTOS SAO PARA ALGUNS E PARA OUTROS VAMOS DIZER AMIGOS DA CONFEDERAÇAO A LIBERTADORES E TERRA SEM LEI;

    5-E UM TORNEIO QUE EM TERMOS DE COTAS PAGAS AOS CLUBES EXTREMAMENTE DEFICITARIA,CLUBES BRASILEIROS QUE INVESTEM EM BONS ELENCOS CONSEGUEM RECUPERAR APENAS COM INGRESSOS E O PIOR NINGUEM SABE QUANTO OS PATROCINADORES PAGAM,TORNANDO OS CLUBES ESCRAVOS DA CONFEDERAÇAO QUE DETERMINA VALORES E PONTO NAO EXISTE NENHUMA TRANSPARENCIA.

    PARA FINALIZAR ACHO SIM QUE O MELHOR E ABANDONAR E SE RECUSAR A DISPUTAR ENQUANTO O TORNEIO NAO EVOLUIR,NAO TIVER ORGANIZAÇAO,SEGURANÇA,IGUALDADE DE CONDIÇOES LEGAIS ENTRE AS EQUIPES,ENFIM ENQUANTO A LIBERTADORES NAO FOR UM TORNEIO COM ORGANIZAÇAO PELO MENOS PROXIMA DO PROFISSIONAL.

    • janca

      Discordo. Acho que a diretoria do Corinthians está certa em continuar na Libertadores. Não vejo o menor sentido em abandonar a competição, que o time venceu no ano passado, aliás, ganhando enorme projeção internacional. O que tem de ser repensado é o que suas organizadas têm feito pelo clube. A tragédia de Oruro deveria servir pelo menos pra isso.

  • Alexandre
  • Ton

    Oi Janca, desta vez eu não concordo com você não. As pessoas que adentraram ao Pacaembu na quarta-feira apenas exerceram o seu “Direito Adquirido”.
    O Corinthians é um exemplo na comercialização de seus ingressos, evita tumultos, filas e desrespeito ao torcedor com as vendas antecipadas. O Tribunal da CONMEBOL ou a própria é que desrespeitaram o direito do consumidor ao aplicar essa pena ao Corinthians uma semana antes da partida.

    Decisão arbitrária na minha opinião. O Clube não teve o direito á defesa, a sanção foi aplicada sem prévia culminação legal!

    Sobre o “querer aparecer dos torcedores”, considero fator irrelevante!

    Para mim, é um exemplo que temos que lutar pelos nossos direitos e vivemos em um país que poucos fazem isso porque sabemos o trabalho que nos dá exerce-lo, principalmente se você não tiver $$$$$….Grande Abraço!

    • janca

      Então pelo jeito você não concorda com o Corinthians, que oficialmente, pelo menos, pediu aos torcedores para não entrarem. Eu não escrevi que era contra a entrada deles, inclusive porque foi garantida por liminar, apenas disse que talvez tenha pesado na decisão dos quatro a ânsia de aparecer. Ânsia que muitos têm. Abs. e boa sexta pra você, Janca

      • Ton

        O Corinthians fez o que era melhor para o clube, não se indispor mais com a CONMEBOL.

        Evidentemente que os torcedores pensaram muito mais nos seus direitos de consumidor do que em suas ações prejudicar ou não o Corinthians. O fato é que quem foi acionado na Justiça não foi o Timão e sim a essa Confederação super poderosa e “Soberana” que faz o que quer e ninguém constesta chamada CONMEBOL.

        Na minha opinião, o Corinthians deveria sim deixar a competição, mesmo sabendo da multa e que o clube ficaria afastado pelas próximas 3 edições, mas não dá pra acatar as coisas como estão no futebol sulamericano. NADA MUDA! Na derrota do Palmeiras para o Libertad vimos uma arbitragem tendenciosa e caseira e fatos relacionados a falta de segurança se prolongam ao decorrer dos jogos. Você disse no outro tópico que “os clubes tem que melhorar a libertadores” Negativo. È a CONMEBOL que organiza a competição e não os clubes!
        No âmbito nacional, tivemos o Brasileiro de 1979, quando esse mesmo Corinthians juntamente com o São Paulo e outros clubes deixaram de disputar o campeonato por não concordarem com a falta de competência da CBF em organiza-lo. E naquela época ninguém valorizava a Libertadores, a menina dos olhos era o Brasileirão.
        Por isso entendo que uma atitude radical é necessária, só assim as coisas irão realmente mudar!

        • janca

          Se os torcedores pensaram em seus direitos sem se preocuparem com o clube… É o que digo. Talvez estivessem lá só para aparecer. E apareceram. O que também é um direito deles.

  • francotimao

    Ola, Janca, Esse negócio de direito e deveres é democrático, porém acima disto esta o velho e bom “BOM SENSO”, sempre achei q não ha Lei melhor q o bom senso é, o caso do 4 torcedores e do patrocínio da Caixa, ou seja, os 4 tiveram assegurado o seu direito de assistir o jogo no estadio, porém era prudente não fazê-lo, uma vez que poderiam e podem prejudicar exatamente o Corinthians e, o caso da Caixa tbm se aplica uma vez q é direito do advogado contestar o patrocínio mas não é de bom senso, pois o msm não usou de seu direito pra contestar outros patrocínios similares…Abs!!!!!!!

  • alfredo

    Se o Corinthians fez tanto empenho para que os quatro não entrassem é porque sabia que poderia ter mais problemas com a Conmebol. Não discuto o direito de quem procurou a Justiça. São consumidores e buscaram os meios legais. Infinitamente pior é o comportamento de suas torcidas organizadas. Como se não bastasse o envolvimento com a morte do menino boliviano,
    agora marcam um ato de protesto contra a prisão dos 12 de Oruro na porta do Consulado da Bolívia em São Paulo. Além de mal escrito, o manifesto é infantil e, quanto muito, vai irritar ainda mais a juíza boliviana responsável pela caso. O menor que se responsabilizou pela morte já havia complicado a situação dos presos ao dizer, orientado pelo advogado, que pensou em se entregar mas desistiu diante dos argumentos dos torcedores da Gaviões, que o ajudaram a fugir da Bolívia.

MaisRecentes

Pela saída de Levir



Continue Lendo

Apoio a Jô



Continue Lendo

Os preços da Seleção



Continue Lendo