Direção banca Muricy



O comitê gestor do Santos resolveu partir em defesa de Muricy Ramalho, que tem sido criticadíssimo no Conselho Deliberativo do clube, que tem reunião marcada para hoje e em que o trabalho do técnico será um dos principais assuntos, se não o principal, em pauta.

Para boa parte dos conselheiros, que representam mais de uma corrente política na Vila, Muricy ganha muito, reclama demais, recebeu os reforços pedidos e até agora não conseguiu dar um esboço de jogo para o time. A dependência em relação a Neymar, mesmo com a chegada das novas contratações, como o argentino Montillo, Marcos Assunção e Cícero, segue a mesma da temporada passada, quando o Santos não foi bem.

Até hoje muitos não engolem o trabalho do técnico na decisão do Mundial de 2011, diante do Barcelona, e a campanha na Libertadores do ano passado, quando teve sérios problemas diante do Vélez e depois com o Corinthians, que acabou eliminando os santistas. O desempenho no Brasileirão, quando era um com Neymar, outro sem seu principal jogador, e onde o Santos foi mero coadjuvante, também pesa contra Muricy.

Para o comitê gestor do Santos, porém, o treinador fez o possível no ano passado, ganhou o Paulista e só não foi bem no Brasileiro pelos problemas de calendário do nosso futebol. Quando entrou, de fato, na competição, estava nas últimas colocações porque priorizara, como faz boa parte dos times brasileiros, a disputa na Libertadores.

O comitê também acha que o Santos tem tudo para engrenar, lembra que recentemente o time era líder do Paulistão e acha que os conselheiros estão inflamados dadas as duas últimas derrotas do time, ambas por 3 a 1, diante do Paulista, em casa, e da Ponte, fora. E não serão dois resultados que determinarão o futuro do técnico.

As duas últimas partidas, no entanto, têm gerado turbulência na Vila. Conselheiros reclamam que Muricy esperava ter o time mais entrosado até a sexta rodada do Estadual, o que não aconteceu e agora o técnico justifica argumentando que não sabe se os novos contratados terão liga com os veteranos.

Como Neymar foi expulso contra a Ponte, não joga contra o XV e pode até desfalcar o time no clássico contra o Corinthians, a situação fica ainda mais complicada e os próximos dias serão decisivos, embora o comitê diga que a chance de Muricy sair agora inexiste. Inclusive porque não haveria bons nomes para substituí-lo no mercado.

E já que falamos de futebol, uma menção para o jogão do Grêmio ontem, 3 a 0 contra o Flu, no Engenhão. Belíssimas atuações de Barcos, Vargas e André Santos. Lembrando que o gramado, ao contrário do encontrado na arena gremista, estava em boas condições. E o time fez uma apresentação incrível, surpreendendo muita gente. Se tivesse perdido, ficaria em situação delicadíssima no grupo. Mas jogou como se fosse a decisão do torneio. E para os gaúchos talvez fosse mesmo.



MaisRecentes

A falta de um líder



Continue Lendo

Haja coração!!!



Continue Lendo

Cânticos brasileiros



Continue Lendo