Como Neymar incomoda…



É interessante observar a reação das pessoas diante de Neymar. Ou melhor, a relação das pessoas em relação ao futebol e ao estilo do santista. Como aconteceu com Zico, muitos o consideram jogador de clube, alegando que ele nada joga na seleção e que só faz graça contra times pequenos, caso do Ituano e de boa parte das partidas do Paulistão. Outros o consideram um craque, algo inaceitável para alguns. Sem falar na discussão sobre simulação de faltas, postura diante de defesas mais fracas ou defesas mais sólidas, como foram as do Vélez e do Corinthians na Libertadores do ano passado.

Não vou entrar no mérito das questões levantadas, apenas acho que a reação contrária a Neymar mostra muito do comportamento de alguns brasileiros. Que se incomodam de ver o carismático jogador na mídia, protagonizando uma propaganda atrás da outra, repleto de fãs mirins, lucrando _e muito_ numa atividade que pratica com prazer. Isso irrita muita gente, quando quem deveria irritar, isso sim, era a cúpula que comanda a CBF e o esporte brasileiro, os deputados e senadores que elegeram para presidir Câmara e Senado, respectivamente, o que há de pior na política brasileira, mas não. A ira de alguns torcedores volta-se contra Neymar. Como se ele fosse o responsável _quando não é_ por todas as mazelas que afetam a sociedade brasileira. Menos, por favor, menos. Deixemos o santista um pouco em paz. Ele não joga sozinho, não faz milagres e não tem culpa por ganhar dinheiro. Pelo que me consta, honestamente.



MaisRecentes

Seleção no divã



Continue Lendo

Seleção magoada



Continue Lendo

O emocional, de novo



Continue Lendo