Governo vê legado reduzido



No governo brasileiro já é dado como certo que o legado da Copa para o Brasil será muito menor do que o esperado. Teremos 12 ótimos estádios e… A expectativa é que uma série de obras de mobilidade urbana fiquem de fora da lista de prioridades para a Copa de 2014, já que não há mais tempo para boa parte delas sair do papel e ficar pronta até o início do evento.

Entre as cidades com obras para o Mundial canceladas ou adiadas estão Brasília, Fortaleza, Natal e São Paulo. Diante disso, o Conselho Monetário Nacional, preocupado que está com o baixo crescimento da economia brasileira, decidiu semana passada que projetos que não ficarão prontos até a Copa poderão contar com as mesmas condições de financiamento dos que estão sendo tocados para o evento.

Os benefícios que o Brasil poderia ter com o Mundial, portanto, serão menores do que o “vendido” para a população quando ganhamos o direito de abrigar a Copa, em 2007. Algo parecido com o que se deu com o Pan de 2007, quando o orçamento subiu demais (no caso decuplicou) e o legado acabou sendo pequeno, muito menor do que o prometido.

Nesse sentido achei interessante ler os pontos de vista de Ronaldo e Romário, respondendo pergunta da “Folha de S.Paulo” na edição de hoje, sobre o Brasil estar ou não aproveitando o potencial da Copa. O primeiro, que faz parte do Comitê Organizador Local da Copa, alegando, entre outros motivos, que a Copa “vai mexer com a autoestima dos brasileiros” e “trazer uma mudança de mentalidade”. Discordo dele. A “autoestima” pode ser reduzida dada a incapacidade de o país se organizar para o evento em campos como o hoteleiro, o de mobilidade urbana, o dos aeroportos e o da infraestrutura em geral. E a mudança de mentalidade não consigo ver com uma CBF comandada por José Maria Marin, o COL, idem, e agora o Senado nas mãos de Renan Calheiros. Concordo com o que escreveu Romário, segundo o qual “um país só é bom para os turistas se antes for bom para o seu próprio povo”.  E pelo jeito não será.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo