A avalanche gremista



A diretoria do Grêmio e a Polícia Militar do Rio Grande do Sul deveriam repensar a avalanche da torcida, que causou um incidente que poderia ter tido proporções mais sérias na partida contra a LDU. Na comemoração do gol de Elano, a explosão da torcida que desce se empurrando até a grade de proteção não acabou bem. A grade se rompeu e pelo menos oito torcedores tiveram de ser atendidos pelo departamento médico.

Vale lembrar que a PM chegou a proibir a avalanche nos jogos do Sul, devido ao risco para os torcedores, mas a direção do Grêmio conseguiu convencê-la a aceitar esse tipo de comemoração nos jogos do tricolor gaúcho. Alegava, entre outros motivos, que a nova arena do time gaúcho tem um setor construído justamente para facilitar a avalanche. Pelo jeito não de forma segura.

Seria interessante que tanto a PM gaúcha quanto o Grêmio voltem atrás e vetem de vez a tal comemoração. Que é muito perigosa, como ficou atestado no jogo da pré-Libertadores. Melhor prevenir do que remediar.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo