Fifa x agentes da bola



O que está por trás da empreitada da Fifa contra os empresários de futebol? Uma tentativa de reduzir os valores pedidos para contratar jogadores e tornar menos inflacionado o mercado, cortando intermediários. Da pressão dos clubes, especialmente os europeus, veio a atitude da federação que controla o futebol no mundo.

A Fifa pretende criar um sistema de informação, conhecido como GPX (ou Sistema de Transferência Global de Jogadores), serviço secreto de dados ao qual somente os clubes teriam acesso. Não os agentes. Todas as informações sobre duração e condições do contrato, multa rescisória etc. etc. etc. estariam lá disponíveis para serem consultados por qualquer clube interessado. Funcionaria ainda como uma espécie de classificado de “procura-se jogador” e “vende-se atleta” do qual os empresários ficariam de fora.

Longe de defender o papel dos agentes, principalmente no Brasil, onde muitos mantêm relações questionáveis com dirigentes e técnicos de futebol, são acusados de explorar atletas da base, com contratos nocivos aos jogadores, sem falar que se tornaram quase que donos (se não literalmente donos) de alguns times e clubes de futebol, acho que a situação tem que ser vista com muita cautela. E não adianta apenas demonizar o agente.

A medida pode interessar aos clubes, principalmente os europeus e especialmente os mais fortes, mas interessa aos menores? Interessa aos de outros continentes? Interessa aos atletas? Não será que eles podem virar simples mercadoria como já foram um dia? Não há empresários que defendem seus interesses? Que são seus representantes e exercem bem o papel?

Por essas e outras vejo com muita cautela a medida, já que tirar o empresário da jogada pode ser uma boa para o clube, que negociaria diretamente com o atleta e/ou time ao qual ele está ligado. Mas será que o clube vai pensar no que é melhor para o jogador? Quem é que vai estar a seu lado, defendendo seus interesses?

Se existem os maus agentes _e o mercado, inclusive o brasileiro, está cheio deles_, não dá pra colocar todos no mesmo saco. E não sei se a saída passa pela solução encontrada pela Fifa, que quer fazer uma espécie de Ebay para contratação de jogadores de futebol.

Deixar mais transparente os negócios, inclusive criando um órgão regulador para as transferências, pode ser interessante, já que muitas são suspeitas, como a origem dos recursos de alguns clubes, suspeitos de lavagem de dinheiro. Mas precisamos de muita calma nessa hora. A guerra apenas começou.



MaisRecentes

Haja coração!!!



Continue Lendo

Cânticos brasileiros



Continue Lendo

Seleção no divã



Continue Lendo