As lições de Tite



Ainda sobre a conquista do Corinthians, assunto que segue como principal notícia esportiva e vai continuar por um tempo, queria tratar um pouco do trabalho do Tite.

O técnico gaúcho deu uma lição ao futebol brasileiro, mostrando que um time é um conjunto que, se bem administrado, pode ir muito longe, como foi o Corinthians. Ele tinha o time nas mãos, um objetivo e o grupo todo se uniu para consegui-lo.

Lembro quando Tite afastou Júlio César, colocando Cássio em seu lugar. Na época questionei muito a decisão, achando que poderia estar sinalizando que o goleiro era o responsável pela fase do time, eliminado no Paulista, não entendendo como tinha apostado tanto nele pra tirá-lo de uma hora pra outra e… Com o passar do tempo não tenho nem o que dizer. Apenas reconhecer que Tite acertou, Cássio, seu talento, sua humildade, sua garra e sua elasticidade estão aí pra provar. E Júlio César seguiu no elenco, entendendo que o novo titular era melhor e estava em melhor fase. Tite mostrou que conhece o grupo.

Nas duas partidas no Japão, Casagrande deixou claro que não apostava em Guerrero. Tite apostou e ele fez os dois gols. Como reconheceu Casão, quem está no dia a dia com os jogadores é o técnico, que deve saber melhor o que faz. Tite soube, o que não acontece com todo mundo, já que mesmo estando no dia a dia podemos tomar as decisões erradas. Em cada escolha há sempre um risco.

E o que dizer da entrada de Jorge Henrique na final? Outra decisão acertada do treinador, cuja saída tinha sido pedida por parte da torcida, em 2011, a diretoria resolveu bancá-lo e o resultado está aí.

Mais uma vez meus parabéns ao Tite, à direção corintiana (atual e anterior), aos jogadores e à torcida, que invadiu o Japão e foi apontada por duas redes de TV norte-americana como a mais fanática do mundo, pela conquista. Que todos saibam curtir e administrar a vitória. Pois se saber perder é uma arte, saber vencer também é. E talvez seja uma arte até mais complicada.



  • Francotimao

    Ola, janca, Sem duvidas o Tite é no mimino um cara de sorte, mas sem duvidas ele sabe trabalhar o time, o individual e a cabeça dos jogadores, ele é muito sossegado e salvo melhor juizo é um cara boa praça, amigo, mas justo, ou tenta sê-lo, ao menos é o q se depreende do q a gente ve e ouve, ele conseguiu taticamente desbancar o chelsea, o Cassio foi o nome do jogo??, verdade, mas o timão não se intimidou com o adversário e, notadamente no 2º tempo, foi superior, tatica e tecnicamente, jogando o jogo e não se apavorou…Sei q não é o assunto em pauta, mas como vc postou anteriormente sobre o paulistinha, gostaria de dizer q até o Momento o Andres é o unico q vi discursando a favor dos clubes em detrimento (relativo) da CBF e, pelo q ele ja fez no timão, não duvido do discurso dele ser verdadeiro e não somente eleitoreiro, ele ja disse e mantem q é preciso fortalecer os clubes brasileiros e isto só é possível com estrutura, competencia e intercambio mundial, para os clubes se exporem ao mundo, ganhar dinheiro e renovações taticas e técnicas, isto só é possível com os clubes excursionando e, não ficarem jogando um campeonatinho mequetrefe como o paulistinha…Abs!!!!!!!!!!!!

    • janca

      Mas até outro dia ele defendia a CBF e trabalhava por ela, Ricardo Teixeira e Cia., então agora não vou entrar nessa discussão. Sobre o Tite acho que não se trata de sorte, se bem que sorte e azar fazem parte da vida. Ele trabalhou muito e muito bem. Soube formar um grupo de verdade. O Corinthians não ganhou só por conta do Cássio. Ganhou o conjunto. Abs.

      • Francotimao

        Concordo com relação ao Andres, não tenho procuração pra falar bem dele, apenas é minha visão do quadro atual do postulantes a CBF é , claro q se surgir uma nome ‘melhor” e com as msms propostas eu apoio..Abs!!!!!!!

        • janca

          Eu também preferiria ver uma terceira via…Abs.

          • Mario

            esse é o problema do brasileiro, ele quer ver e não criar essa terceira via

          • Francotimao

            Mas, mario na nossa posição só podemos ver ou criar uma comossão e, isso leva muito tempo…

  • Mario

    o Tite é tecnico vitorioso ,parabens ,com ctz iria fazer sucesso no futebol alemão ou Italiano mas falta mais brilho ao futebol q o time apresenta .
    na troca do Julio Cesar pelo Cassio ele acertou, mas qnd tirou o Chicão ali pareceu um bode espiatorio.
    pergunta cade o deputado Romario q ama jogar M**** no ventilador e não prova nada q disse q o Cassio só tinha ido p/seleção por causa de empressario?

    • janca

      Não sei se ele quis fazer do Chicão um bode expiatório, tanto que depois o jogador voltou com tudo. Como disse o Casagrande quem conhece melhor o dia a dia do grupo e tem condições de tomar as decisões mais apropriadas é ele, Tite. E acertou na aposta. Já em relação à seleção espero que o Cássio tenha mais chances com Felipão do que teve com Mano Menezes. Da Olimpíada, por exemplo, apesar da baita Libertadores que ele disputou, ficou de fora. E precisávamos de um ótimo goleiro. Fez falta nos Jogos de 2012.

  • Ton

    Olá Janca.

    Eu concordo que o Tite foi muito inteligente de colocar o JH, assim como o Rafa benítez errou feio em deixar o Oscar no banco e ainda falam que técnico “não ganha jogo” será???…. Para mim, o Tite deu um “nó tático”.

    Embora o São Paulo talvez tenha sofrido mais, eu fiquei impressionado com as “semelhanças” entre o Tricolor Campeão em 2005 com o Timão Campeão 2012.

    1º O adversário de ambos eram clubes ingleses.

    2º Ambos os rivais eram treinados por Rafa Benitez

    3º Os jogos terminaram 1X0 para os Brasileiros e com Ceni e Cássio fechando o gol e sendo Bola de Ouro.

    O Chelsea não é um super time, mas creio que todos concordamos que “individualmente” sobressai em qualidade técnica ao Corinthians e o Tite que não é bobo nem nada viu os exemplos positivos (SPFC em 2005 e Inter 2006) e negativo (Santos 2011) com isso armou o Coringão bem postado para jogar contra uma equipe européia que é superior técnicamente, mas se igualou na tática e se superou na raça e na vontade. As equipes europeias que vencem a Champions são verdadeiras seleções porque possuem jogadores de todas as partes do Mundo, no Brasil temos um limite de 3 estrangeiros, por isso nenhum clube Brasileiro conseguem o status de “seleção”.
    O Timão mereceu e o Tite se consolida como um dos melhores técnicos em atividade no futebol nacional.

    • janca

      Concordo com você, Ton. São Paulo e Corinthians souberam jogar nos erros de seus adversários, ambos dirigidos pelo mesmo Rafa Benitez. E assim como técnico perde jogo (ou ajuda a perder), também há aqueles que ganham (ou ajuda a ganhar), que foi o caso do Tite.

  • Missori

    O Corinthians pode não ser o melhor time do mundo, e não é mesmo. Mas o cetro de campeão mundial está conosco, quer queiram ou não os rivais. E, uffffaaaa!, conseguimos limpar o nome do futebol brasileiro que um clubeco de praia sujou no ano passado, ficando de 4 diante do Barcelona. Portanto, não somos o melhor time do mundo, mas somos os atuais campeões mundiais, frequentadores de estações de metrô, rodoviárias, trens balas, jardineiras do nordeste, de bicicletas na Holanda e… de aeroportos internacionais… Vai, Corinthians!!!!!

  • Tiago

    Mestre Tite, pelo bem do futebol brasileiro, deveria ser o técnico da Seleção.

    Só não o é pelo anticorinthianismo da dupla Marin (ninguém ficou sem medalha ontem?) e Del Nero, e de todos que achavam que Ricardo Teixeira era “um câncer” (principalmente depois que brigou com o São Paulo e se aproximou do Andrés Sanchez) e que agora acham que está tudo bem…

    O mesmo anticorinthianismo que derrubou, de maneira intempestiva, o “corinthiano” Mano Menezes.

    E vamos que vamos de Felipão… Ainda bem que não tem rebaixamento na Copa do Mundo…

    • João

      O Ricardo Teixeira, era, de fato, um câncer sim!! Já foi tarde… Era tão ruim que antes de sair ainda aprontou mais uma, e espero que a última, que foi alterar a forma de escolha do seu sucessor para beneficiar o tal do Marin! O Marin certamente não é o nome ideal para a CBF, mas o Ricardo teixeira também não é!

      • janca

        A questão do Marin é que ele era o vice mais velho da entidade. O que Ricardo Teixeira aprontou, entre tantas outras lambanças, pra não usar termos mais fortes, foi viabilizar a antecipação das eleições da CBF, que será em abril de 2014, dois meses antes da Copa. Assim a ideia é que o desempenho do Brasil no Mundial não prejudique eventual candidatura de Marco Polo Del Nero, tido como sucessor de Marin. Mais do mesmo… CBF do jeito que está não dá mais. Aliás não dá mais pra seguir assim já faz muito tempo.

    • janca

      Mas não se trata de perseguição ao Corinthians _o fato de não terem escolhido o Tite. A CBF aposta na experiência da dupla Felipão/Parreira. Eu não gosto do trabalho do Parreira, que será uma espécie de rainha da Inglaterra, mas acho que o Felipão, como o Tite, sabe montar um bom time. Formar um bom grupo. Ambos tiveram maus momentos na carreira, mas grandes feitos também, vide o Mundial de 2002, a Euro de 2004, a campanha de Portugal em 2006… E se Felipão teve boa parte de responsabilidade na queda do Palmeiras, não foi o único responsável, nem o único técnico do time no torneio. E foi com ele que o Verdão assegurou a vaga na Libertadores e ganhou a Copa do Brasil, algo que Grêmio e São Paulo não conseguiram (o título da Copa do Brasil de 2012).

  • ALESSANDRO

    BOA TARDE JANCA,O QUE TITE ESTA FAZENDO NO CORINTHIANS E DE SE FAZER TODOS OS ELOGIOS E PRA NOSSA FELICIDADE DEVERA SER MANTIDO,TANTO O ELENCO QUE DEVE SER MANTIDO QUANTO O TREINADOR QUE AINDA DEVE TER 4 A 5 REFORÇOS DE PONTA PARA QUALIFICAR MAIS AINDA O TIME.O CORINTHIANS MERECE PARABENS DE PONTA A PONTA,DIRETORIA,COMISSAO TECNICA,JOGADORES E TODA EQUIPE DE APOIO DO TIME.
    OS DEMAIS OU OLHAM E USAM COMO EXEMPLO OU VAO COMEÇAR A COMER POEIRA!!!!!!

  • Aqui é grandeza

    Parabéns Tite, você é gênio. Obrigado.

    Eu sou Burro e imbecil, eu estava errado.

  • CONHECEDOR

    QUANTOS TÉCNICOS CONSEGUEM RECONHECIMENTO E CONTINUIDADE. POUCOS, OU MELHOR POUQUÍSSIMOS. A MANUTENÇÃO DO TREINADOR SE MOSTRA O MELHOR CAMINHO HÁ MUITO TEMPO. TELÊ PERDEU O BRASILEIRO DE 1.989 PARA O VASCO, DO 1.990 PARA O CORINTHIANS, FOI À SEGUNDA DIVISÃO DO PAULISTA EM 1.991, E DALI SAIU PARA A CONSAGRAÇÃO. CONTINUIDADE. CREIO QUE SE FELIPÃO FICASSE NO PALMEIRAS, ESTE NÃO CAIRIA. ALIÁS, SOU CONTRA REBAIXAMENTOS DE CAMPEÕES. AINDA ENCONTRAREMOS UMA FÓRMULA MELHOR. SERÁ QUE A SAÍDA DE MANO MENEZES NÃO FOI PRECIPITADA ? SE FOSSE PELA TORCIDA E IMPRENSA, TIME SAIRIA DEPOIS DO TOLIMA HÁ QUASE DOIS ANOS. FICOU E SE GLORIFICOU. QUANTOS REPETIRIAM ISSO ? POUCOS, OU MELHOR POUQUÍSSIMOS.

    • janca

      Não acho que seja sempre que o técnico tenha que ser mantido. A era Telê no São Paulo foi ótima, o Tite ter continuado no Corinthians, idem, mas a saída de Mano Menezes depois de mais de dois anos de um trabalho bem discutível achei necessária. Em relação a rebaixamento de campeões eu sou favorável, aí também discordamos, mas cada um com sua opinião. Abs.

MaisRecentes

Pela saída de Levir



Continue Lendo

Apoio a Jô



Continue Lendo

Os preços da Seleção



Continue Lendo