A final esperada



Mais uma vez a final do Mundial de Clubes será entre um sul-americano, o Corinthians, e um europeu, o Chelsea. Os demais, com todo respeito e apesar do tropeço do Inter em 2010, não passam de coadjuvantes.

Esperava mais do Monterrey hoje, os mexicanos foram esmagados pelos ingleses, que apresentaram um belo futebol, mesmo poupando alguns  jogadores, já que a vitória, desde os primeiros minutos, parecia algo certo.

David Luiz apareceu como volante e se saiu muito bem, embora domingo o lugar seja de Ramires, devendo seu compatriota voltar para a retaguarda. Outro que merece atenção é Fernando Torres, um baita jogador, mesmo ainda muito criticado na Inglaterra. É rápido, oportunista, talentoso e a zaga do Corinthians não pode se descuidar do espanhol, que hoje garantiu seu golzinho. Hazard, com ótimas jogadas pela esquerda, foi muito elogiado pelo técnico Rafa Benítez, assim como Juan Mata, que fez o primeiro gol do Chelsea. E o time ainda tem Oscar, Lampard, o goleiro Petr Cech…

A final de domingo promete, é a que todos que gostam de futebol esperavam ver. Individualmente o Chelsea é melhor e Rafa Benítez vê sua equipe começando a se acertar. Se vencer o Mundial, retorna com moral para o Inglês. Mas o Corinthians tem um grupo forte e bem entrosado. Espero que não faça a besteira do Santos, ano passado, que respeitou demais seu rival, só faltando lustrar a chuteira de Messi e Cia., apenas acompanhando a partida, como se não estivesse em campo.

Confio no trabalho do Tite, vamos ver o que acontece… O que sei é que obrigação de vencer, como o time sentia que tinha na final contra o Boca, pelas expectativas geradas em relação à Libertadores, agora não tem. E isso pode ser bom. Domingo promete. Quem viver verá.



MaisRecentes

Cadê os patetas?!?



Continue Lendo

Complô no Santos



Continue Lendo

O contrato de Felipe Melo



Continue Lendo