Os europeus estão aí, sim



Criou-se um chavão que é dizer que os europeus não estão nem aí para o Mundial de Clubes no Japão, mas não acho que seja verdade. É lógico que eles acabam dando importância bem maior para a Liga dos Campeões, que é um torneio mais complicado e mexe com toda a Europa, mas até aí acho que ter ganho a Libertadores, que estava entalada na garganta dos corintianos, foi mais significativo para os torcedores do Timão do que será possível título domingo, em Yokohama.

O Chelsea tem dado atenção ao Mundial, sim, considera um torneio importante, quer capitalizar em cima de eventual conquista no Japão, como já fizeram outros clubes europeus, caso do Barcelona, que enfiou 4 a 0 no Santos no ano passado. E jogou com muita seriedade _o Barça, com Messi e Cia., dando dois shows em terras japonesas.

Houve até quem dissesse que os ingleses não acham o Mundial relevante, apontanto como exemplo disso o fato de o Chelsea só ter chegado ao Japão no domingo, cinco dias depois de o Corinthians ter saído do Brasil. Mas até aí o fuso horário da Europa em relação ao Japão é menor do que o do Brasil e a viagem, menos cansativa. Sem falar que o Corinthians estreou hoje, o Chelsea só estreia amanhã.

Se os europeus não dessem importância nenhuma não teriam vencido o Mundial de 2007 a 2011, deixando os sul-americanos em jejum, que o Corinthians tenta quebrar agora. Não vai ser fácil. Contra o Al Ahli teve problemas, especialmente no segundo tempo. Passou sufoco, mas venceu, que era o que interessava. E sufoco o Chelsea pode passar amanhã contra o Monterrey, que se jogar o que sabe pode muito bem ser o adversário dos brasileiros no domingo. E não por falta de atenção dos ingleses, que estão focados no Mundial, ao contrário do que dizem alguns, que gostam de diminuir os feitos dos brasileiros _como o do Inter, que em 2006 soube parar o Barcelona e se tornou o último sul-americano a levantar o Mundial.



MaisRecentes

Elogios a Felipão



Continue Lendo

Os rivais do São Paulo



Continue Lendo

O discurso de Tite



Continue Lendo