Trem da alegria



A CBF prepara um trem da alegria a Londres para o amistoso contra a Inglaterra, em Wembley, marcado para fevereiro. Para a partida de estreia da dupla Felipão/Parreira no comando da seleção deverão ser convidados todos os presidentes de federações, com direito a acompanhante. Convite parecido com o que foi feito em julho, quando muitos deles viajaram a Londres às custas da confederação para acompanhar os Jogos Olímpicos.

Mas como nem tudo é de graça, eles estão tendo que fazer uma “pequena” lição de casa: procurar deputados eleitos por seus estados para convencê-los a retirar a assinatura do pedido de nova CPI para investigar a CBF. O pedido para a CPI partiu de Romário, deputado pelo PSB-RJ, que conseguiu 13 assinaturas a mais do que as 171 de que precisava. A ideia é investigar todos os contratos da entidade, remessas ao exterior, pagamentos a dirigentes e a cessão dos amistosos da seleção para uma empresa árabe.

José Maria Marin e seu mentor, Marco Polo Del Nero, são contra a CPI e devem usar as armas que têm para tentar derrubá-la. Inclusive os famosos trens da alegria, ingressos para Copa das Confederações, Copa do Mundo e amistosos da seleção, muita gente quer uma boquinha. Os presidentes de federações, que aliás fazem parte do colégio eleitoral que elege o mandatário da CBF (a próxima eleição será em abril de 2014), que o digam.



MaisRecentes

Deuses da Bola



Continue Lendo

Galo pega fogo



Continue Lendo

Cornetas no Palestra



Continue Lendo