O medo de Marin



Foi por não aguentar a pressão que José Maria Marin resolveu antecipar a escolha do novo técnico da seleção, que só seria feita (e decidida) em janeiro.

Marin não escolheu Guardiola por temer a reação do povo brasileiro caso perdêssemos a Copa nas mãos de um técnico estrangeiro, conforme comentou com um amigo. Chegou a lembrar que ele próprio, Marin, tem ascendência espanhola e poderia ser crucificado se o Brasil pegasse a Espanha no Mundial e, nas mãos de Guardiola, acabasse eliminado. Disse, em tom de brincadeira, que poderia até ser enterrado vivo se isso acontecesse.

Optou, então, pela saída mais conservadora e política possível. Ao escolher Luiz Felipe Scolari como técnico e Carlos Alberto Parreira para coordenador, ambos campeões mundiais pela seleção, um em 2002, outro em 1994, divide as responsabilidades por um possível fracasso com dois nomes de peso.

Se perdesse a Copa com Mano, Marin temia que a culpa ficasse toda com ele, Marin, que como presidente da CBF teria mantido a aposta num técnico sem experiência e que vinha sendo massacrado pela opinião pública _vide a reação da torcida brasileira nos três jogos que a seleção realizou no país sob o comando de Mano.

Com Felipão e Parreira, Marin tenta também melhorar seu relacionamento com Ronaldo, que é aliado de Andrés Sanchez, e com o próprio governo federal.

Scolari vinha trabalhando para o Ministério do Esporte sob o comando de Aldo Rebelo, que apoiou a escolha de Marin. E que, assim como o presidente da CBF, já tinha se declarado contra a contratação de um técnico estrangeiro. O que, aliás, lamento. O corporativismo e o pensamento retrógrado da confederação, como comentei num post anterior, acabaram prevalecendo.

Quando poderíamos avançar, com um Guardiola da vida, se não demos um passo atrás, tampouco demos um adiante. Resta torcer para a nova (velha) comissão técnica realizar um bom trabalho, pois a seleção brasileira tem sido mal tratada demais.



MaisRecentes

Deuses da Bola



Continue Lendo

Galo pega fogo



Continue Lendo

Cornetas no Palestra



Continue Lendo