A saída de Renê Simões



Muito se falou sobre a saída do técnico da direção das categorias de base do São Paulo. Foram apontados vários motivos, entre eles o fato de Renê Simões ter mantido atividades paralelas, como a de palestrante e consultor, não se dedicando exclusivamente ao São Paulo.

Pelo que apurei, no entanto, o principal motivo para ele ter deixado o Morumbi foi a constante ingerência do presidente Juvenal Juvêncio em seu trabalho. A amigos, Simões reclamava que não tinha autonomia e que não é fácil trabalhar sob o comando de um dirigente que acha que dá mais conta do recado do que o contratado.

Sem o ex-diretor, o São Paulo segue com problemas na base. Tem ótimos jogadores, mas se vê sem condições de aproveitar todos e o assédio de empresários nas divisões de baixo segue grande. Não será surpresa se jovens talentos formados pelo Tricolor forem parar em outros clubes de SP e de outras regiões do país.

Agora sem Simões os representantes de Juvenal nas categorias de base seguem dando as cartas e passando relatórios semanais ao presidente, como faziam quando o ex-técnico mandava no setor. Algo, aliás, que incomodou muito o então responsável pela base, que se sentia vigiado e sem autoridade para chefiar o departamento.

Não é fácil trabalhar num clube onde o poder é muito centralizado. Para Renê Simões, pelo menos, não foi. Acabou pegando o boné e agora conversa com a cúpula da CBF para ver se assume o papel que tinha Ney Franco na confederação. Amigo de José Maria Marin, Juvenal não aconselha a contratação de Simões, embora Marco Polo Del Nero, presidente da Federação Paulista de Futebol e mentor de Marin, veja nele um excelente nome para a base da CBF. E, sinceramente, eu também vejo.



  • Marcelo

    Mais quem aguenta trabalhar no time das gazelas com um presidente mandatário????

    • Silva

      Sua mãe aguenta isso e muito mais….

      • jjjj

        KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK,, A MÃE, A TIA E A IRMÃ!!!! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    • dago – sp- ipiranga

      A Imprensa devia se preocupar com O “IZENTÃO” mas como metade, senao mais da metade da impressa paulista é um monte de fanaticos sem etica e impacialidade,

      fiquei na duvida, se o custo na europa é 3x mais que nós , pais de 3° mundo, como a Juventus consegue fazer estadio mais barato que todos estadios da copa corrupta -2014???

      http://globoesporte.globo.com/futebol/liga-dos-campeoes/noticia/2012/11/simples-barato-e-eficiente-estadio-do-juventus-tem-sucesso-imediato.html

    • Rocksteady

      A puta da mulher dele tbm

    • É melhor do que trabalhar no time dos travecos.

  • Diego Alberto Santana

    Janca, na boa essa história está muito mal contada.. É muito facil culpar o Juvenal devido ao seu histórico de mandão. Eu ouvi dizer que o Renê saiu por não ter gostado da demissão do tecnico do sub 17 sem consultá-lo. Mas eu penso que o presidente para mandar um funcionário embora não precisa consultar quem está abaixo dele, é que nem na presidencia da república o presidente manda um ministro embora a hora que ele achar conveniente sem consultar ninguém. Outra coisa que eu acho esquisito é que o Renê Simões fica só dando indiretas e não diz logo o real motivo, daí a imprensa fica supondo o que houve. Como bem disse Paulo Roberto Martins, comentarista da Transamérica, enquanto ele não falar abertamente o que houve ele que vá lamber sabão. Eu não morro de amores pelo Juvenal, mas acho que a imprensa tem pegado muito no pé dele nos ultimos tempos e só dão destaque aos erros deixando de lado os acertos. A meu ver ele acertou em demitir o Leão, acertou em demitir o Zé Sergio que perdeu para um juntado de jogadores de empresários no Gremio Barueri, acertou em rachar com a CBF quando ela era encabeçada pelo Ricardo Teixeira, acertou em não comprometer o clube ao não reformar o estádio do Morumbi da maneira que a Fifa queria onde o São Paulo gastaria 650 milhões, acertou também na parceria da reforma do Morumbi que é mais modesta mas não vai prejudicar o clube, acertou na limpa que fez esse ano já que jogadores como Dagoberto estavam se sentindo os reis da cocada preta. O engraçado é que o time da marginal s/n recebe um incentivo fiscal absurdo, o emprestimo do BNDES houve poucos obstáculos e pouca gente da imprensa fala sobre o assunto.

    • janca

      Mas você toca justamente na questão que eu citei no post. Se o Renê Simões tem dito a verdade a seus interlocutores, não sei, mas ele argumentou que era muito complicado trabalhar no São Paulo sem autonomia, sendo constantemente “espionado” pelos homens de confiança do presidente, entre os quais, portanto, ele não se incluía. E, como você vê, autonomia para comandar as bases o então diretor não tinha. Não estou dizendo quem acho que esteja certo ou não, apenas as razões que o Renê Simões tem apontado a seus interlocutores para sua saída do Morumbi _ou de Cotia_, como queiram colocar. Sobre ele não ter sido claro até agora nas declarações públicas concordo com você. Mesmo para quem trabalhava com ele no São Paulo _funcionários do clube_ ele foi evasivo nas explicações. Mas para seus amigos reclamou da postura de Juvenal Juvêncio, que se sentiria mais diretor ou técnico e com mais conhecimentos de futebol do que o subordinado. E isso o teria incomodado.

      • Marcos – SPFC

        É vamos acreditar em td q o Rene fala, pq foi ele mesmo q disse q o Neymar iria se tornar um monstro, como de fato se tornou.
        Eu heim … versões, versões e mais versões.
        Falar assim, “o que realmente aconteceu em Cotia foi iso, isso e akilo. E os nomes são X, Y e Z” , isso ninguem FALA !

        • janca

          Porque não existe uma verdade absoluta sobre as coisas. O mundo é feito de versões, versões que variam de acordo com os indivíduos, as relações estabelecidas, as circunstâncias… Não seja tão simplista.

          • Luiz Marfetán

            Só as pessoas envolvidas sabem qual a verdade fatual, mas, cada um diz a “sua” verdade.

          • janca

            Porque cada um tem a sua versão da história. A história não é feita por uma versão só, tem vários lados.

        • Diego Alberto Santana

          Eu acho que o se o Renê não quer falar o real motivo de sua saída, ele que não fique dando indiretas via imprensa. Pois fazendo isso ele dá ainda mais motivos para a imprensa ficar pilhando a administração do Juvenal.

      • Aimebek

        Apesar de ser um bom carácter, o René mostrou-se fraco para administrar conflitos. Em grandes empresas é normal encontrar resistência para mudanças. Boa sorte René.

        • janca

          Neste ponto acho bem possível que você tenha razão. Um bom dirigente (e Renê Simões tinha cargo de diretor) deve saber administrari conflitos, algo que ele, Renê Simôes, não soube e Zinho, no Flamengo, e César Sampaio, no Palmeiras, tampouco. O mundo do futebol não é fácil.

        • Carlos Marques

          O sonho do Renê Simões é trabalhar com um presidente “democrático” como o Tirone dos porcos…

      • Fabio Fabuloso

        Para de ser Bobinho irmão.
        Mais 1 que veio usar o dinheiro do Tricolor, foi a Europa utilizando o Bom nome e dinheiro do São Paulo, visitou o Barça, Real e outros para querer implantar cópia…
        Todos esquecem do problema que o Neymar teve com o Dorival, esse mesmo Sr. foi a mídia chamar o Craque da seleção de Marginal e outros adjetivos…
        Por Favor, o lugar do Ney na Base da Seleção? Parem por favor, o Ney Franco é 1 Profissional que mais estuda e conhece de futebol neste país, poderia muito bem estar no lugar do Mano.
        O trabalho que ele realizou no Coxa, foi o que deu base para o Marcelo Oliveira chegar aos 2 vice campeonato da Copa do Brasil.
        Deixa ele chorar enquanto é livre…

        • janca

          Então quem fez papel de bobo não fui eu, foi o São Paulo, afinal quem pagou a viagem para a Espanha e apostou no Renê Simões não fui eu.

    • dago – sp- ipiranga

      concordo em genero, numero e grau…..perfeito na analise!!!

      • dago – sp- ipiranga

        concordo em genero, numero e grau…..perfeito na analise!!! COM VC Diego Alberto Santana

  • Mario

    interessante como as coisas mudam tão rapido, o SPFC q era icone de modernidade e democracia virou fazendinha do J.J. , pior é os spaulinos gritando nas midias socias q são diferenciados e seus idolos , conselheiros e diretores se calam aos mandos e desmandos do JJ kkkkkkkkkkk
    qnd Rene Simões assumiu pensei q o SPFC realmente ia dar um salto na frente de todos e dominar ,mas a pequenes das pessoas q só pensam em sí derrubou ele , os reais motivos nunca vamos saber por q se Rene falar nunca mais vai trabalhar com futebol

    • Murillo

      Mário, o São Paulo sem dúvida nenhuma, tem a maior e melhor estrutura de futebol na américa latina.
      Sou contro Juvenal não pela sua competência em dirigir a instituição SPFC, mas sim por quebrar um estatuto do clube.
      Muita gente fala que o São Paulo não é mais o mesmo, pois eu afirmo com todas as letras que o SPFC, continua sendo um clube muito bem administrado e vencedro, o futebol passou por 4 anos sem títulos, só que sempre continuou pelo menos entre os 10 melhores times do Brasil, podemos chamar esses 4 anos de má fase do futebol, que no caso dos rivais ocorre com mais frequência, e as cirses são piores, como por exemplo, rebaixamento.

      • carlos

        MURILLO. VOCÊ ACHA BEM ADMINISTRADO UM TIME QUE O DIRIGENTE NÃO SABE LER REGULAMENTO DA SULAMERICANA E FICA FALANDO BOBAGEM NA IMPRENSA TIPO : O CAMPEÃO DA SULAMERICNA VAI DIRETO PARA A FASE DE GRUPOS DA LIBERTADORES. O QUE VOCÊ ACHA DE UM DIRETOR DE FUTEBOL COM O NOME DE JOÃO PAULO DE JESUS FALAR NO MESA REDONDA DA TV GAZETA QUE O JOGADOR GANSO NÃO ESTAVA INSCRITO NA SULAMERICANA E DEZ MINUTOS DEPOIS SER DESMENTIDO PELO JORNALISTA WANDERLEY NOGUEIRA O ALERTANDO QUE O JOGADOR GANSO ESTAVA SIM INSCRITO NA SULAMERICANA. AFINAL O QUE FAZ ESSE DIRETOR QUE NÃO SABE O DESTINO DE SUA MAIOR CONTRATAÇÃO ? RENE SIMÕES FALOU QUE DEIXAVA O SPFC POR NÃO ADMITIR PACTUAR COM FATOS INEGOCIÁVEIS PELO SEU CARATER. ISSO É SPFC. AQUELE VELHO SPFC MORREU. HOJE O SPFC É AQUELE QUE DESDENHA DE MOBRAL POR FALTA DE ARGUMENTO, QUE SE METE COM MADONNA E FICA DE SAIA JUSTA NO BEZERRÃO, QUE É PRATICAMENTE EXPULSO DO CLUBE DOS TREZE PELOS DEMAIS PARTICIPANTES, COM RARAS EXCEÇÕES, QUE JOGA ESGOTO IN NATURA ATRAVÉS DE SEU ESTÁDIO CICERO POMPEU DE TOLEDO NO CORREGO DO ANTONICO POLUINDO E DANDO UM PREJUÍZO ENORME PARA OS CONTRIBUINTES DESSA CIDADE, QUE NO FIM TEM QUE ARCAR COM OS CUSTOS COM ESSA POLUIÇÃO SEM PRECEDENTE NA NOSSA CIDADE. ENFIM, ISSO É SPFC.

    • Carlos Marques

      Mario, você tem toda razão Bom presidente é o “democrático” Tirone dos porcos…

  • luis nogueira canuto

    Hei! de novo eim Juvenal WhisQuêncio! o maior ditador de todos os tempos que ja passou pelo nosso glorioso SPFC, a ponto de um técnico de tão alto gabarito p/dirigir times de primeira divisão, aceitar trabalhar com o time da base sampaulina, não aguentar o senhor! pare com isso deixe de ser um ditador, use a coerencia, põe a MÃE na consiencia, técnico é técnico, diretor é diretor, fique na sua e deixe os outros trabalharem em paz, para o qual foi contratado, senão não precisaria do Renê Simões, o sr.JJ acha de da conta de tudo, não se surpreendam se ele for jogar no time titular, bater escanteio e ainda cabeçear pra Gol. cuidado dona Dilma e sr. Zé maria marin, senão ele toma até o lugar de voçes kkkk, até quando vamos aguentar as babaquiçes deste ancião.

    • janca

      A questão não é a idade do Juvenal, o tempo não nos dá apenas cabelos brancos e rugas, dá experiência também. Mas no caso dele há tempos que parece se sentir o dono do São Paulo, tanto que até mudança nos estatutos do clube apoiou para se perpetuar no poder. E isso para o São Paulo é péssimo. Hoje mal há oposição. Um clube precisa de rotatividade de poder e situação e oposição fortes, como o São Paulo já teve e não tem mais.

      • Diego Alberto Santana

        Mas aí fica a dúvida, qual clube daria esta autonomia que ele quer? Dependendo da atitude o presidente deve sim brecar. Se ele por exemplo quizesse indicar jogadores a empresários? A questão é o JJ tem um histórico de ser mandão, e isso o persegue. Será que se fosse por exemplo o Marco Aurélio Cunha ele daria carta branca para tudo o que Renê fosse fazer? Eu acho que não.

        • janca

          Eu concordo que há casos em que o presidente e a cúpula do clube devem brecar, claro. Mas de repente você demitir um técnico ou um funcionário das categorias de base sem consultar quem foi contratado para comandá-las é complicado. Mesmo nas relações de poder (ou principalmente, não sei) os dirigentes devem tomar muito cuidado.

          • Diego Alberto Santana

            O presidente deve ter feito o que o Renê deveria ter feito e não fez. Eu acho isso absolutamente normal, em uma empresa o diretor as vezes manda embora um funcionário sem consultar o gerente que deveria ter feito. Nessa situação corporativismo não cabe.

      • Janca, o problema da oposição são-paulina é o sucesso da situação através do falecido Marcelo Portugal Gouvêa e do próprio Juvenal Juvêncio. Um dirigente vive de erros e acertos, mas o Juvenal tem acertado muito mais que errado.

        Entretanto, qualquer dirigente que tenta se perpetuar no poder só prejudica o clube.

        Acredito que o único nome que a oposição poderia cogitar pra competir fosse o do Marco Aurélio Cunha, mas que acredito que, se for se candidatar, seja como candidato da situação também.

        • janca

          Não vejo muita diferença entre Juvenal e Marco Aurélio Cunha. O Sâo Paulo está mal de dirigentes…

  • Evanylsom Oliveira

    HAHAHHA XUPA SAO PAULO!!!!!! POR ISSO EU TORSSO PRO CORINTHIANS! MAIOR TIME DO BRAZIL!! CAMPIÃO DA AMERICA E VAI SER CAMPIAO MUNDIAU AGORA EM DESEMBRO!!!!!!!!!!
    VAI CORINTHIANS!!!!!!!11

    • Diego Alberto Santana

      Aprende a escrever antes de falar merda.

      • Wilson Nogueira

        Caro Diego, acho que vc está exigindo demais. Vc já viu corinthiano alfabetizado????

    • Analfabeto

      Você deve ter uns 8 anos? Olha, mesmo assim você está escrevendo muito mal para sua idade, vai estudar garoto!

      • Leonardo

        “axo qui vow torsser contra voceis no mundiau im desembro”. Vou torcer para os árabes Al-mobral.

  • Marcos – SPFC

    Mais um pra falar q foi culpa do JJ.
    As categorias de base do SPFC sempre se virou, e muito bem, sem o Simões.
    A duvida é, se com ele, tudo iria melhorar.
    Pelo visto quase todos acham que em poko tempo nos tornariamos um Barcelona.
    Quem acompanhou as ultimas negocioações do SPFC nos ultimos anos, com suas pratas da casa, não acha que Cotia seja uma farsa.
    Tá na hora de esquecer esse assunto. Parece q todo profissional q sai do SPFC, vira o melhor do mundo.
    Deu, deu. Se não deu, a vida segue.
    Agora, concordo q o JJ fiscalize se há algo de errado por lá. Com certeza com esse fato, q rendeu assunto pra caramba, ele vai fikar de olho.
    Abs, sds SPFC.

    • janca

      Mas com ou sem o Renê Simões (agora sem, claro) o São Paulo tem que cuidar muito bem da base, pois Cotia tem uma ótima estrutura e como lá se formam muitos jogadores, boa parte dos quais acaba não sendo aproveitada, há chance de outros clubes e/ou empresários ficarem com os atletas revelados pelo São Paulo, que agora formando jogadores para os outros. Por isso a questão tem que ser repensada pelo São Paulo, seu departamento jurídico, comissão técnica, enfim. E ninguém disse que Cotia é uma farsa, pelo contrário.

  • Lucas Araújo

    Quando parece que finalmente o Juvenal JUMENTO começaria a acertar, ele mostra que continua o mesmo retrógrado, autoritário e arrogante de sempre. É inadmissível que um profissional de competência comprovada e caráter impecável como o Renê Simões tenha saído do jeito que saiu, reclamando o que está reclamando. Não dá mais para os times de futebol serem mandados por presidentes centralizadores, autoritários e soberbos, que pensam que o clube é sua terra e ele faz o que bem entende, a seu gosto. Não adianta nada termos um CT de primeira categoria pra base em Cotia se a metodologia é do século passado. Não vou estranhar se acontecer o milagre do São Paulo vencer a Copa SP e o Juvenal disser que foi por causa da estrutura, tal e qual fez quando demitiu o Muricy, em 2009, afirmando que os títulos foram em razão da estrutura. Depois de ter dito isso, só não completaremos 4 anos sem títulos se vencermos essa Sul-Americana.

    Saudações do Tricolor Paulista. Abraço, Janca!

    • janca

      Oi Lucas. Pra ser sincero é difícil avaliar o caso quando o próprio Renê Simões, pelo menos publicamente, é evasivo em relação à sua saída do clube, mas concordo com você que o estilo do Juvenal de administrar não me agrada. É centralizador e autoritário, trata o São Paulo como se fosse seu e não adianta mesmo ter um CT de primeira, como é o de Cotia, e uma metodologia de trabalho de quinta. Abs.

      • Diego Alberto Santana

        Eu penso que antes errar por excesso do que por omissão. O Juvenal as vezes erra por centralizar muito o poder… ele pode ter feito algo que o Renê não gostou, mas antes ele tomar uma atitude drastica do que se omitir como fez o Arnaldo Tirone, que deveria ter excercido mais sua autoridade e não o fez. resultado o Palmeiras voltou a série B.

  • Otávio

    Caro Janca…

    Concordo quando você fala do mandatário Juvenal “acho mesmo que ele não está fazendo bem para o SPFC”, mas tenho certeza que jamais saberemos o que de fato aconteceu para a saída do RS, assim também como nunca saberemos o que realmente ocorre em clube algum, por isso acho que a imprensa não pode escolher um lado e ache que você está escolhendo o lado do RS…O FUTEBOL É A COISA MAIS IMPORTANTE DAS MENOS IMPORTANTES….

    • janca

      Na vida temos direito a opiniões e a tomar partidos, como podemos ficar em cima do muro, o que não deixa de ser uma forma de posicionamento. No caso do Renê Simões o São Paulo não se manifestou a respeito da saída dele, tenho apenas a versão do ex-diretor em conversa com interlocutores. Reclama do estilo do Juvenal de comandar o clube. E eu também não gosto _deste tipo de estilo de comando, centralizador e autoritário demais.

  • Leonardo

    Janca, a desconcentração serve para atender eficiência, mas sem abrir mão da hierarquia. Isto é, a delegação é típica da desconcentração, mas isso não confere total autonomia àquele órgão ou secção. Assim, haverá sempre a subordinação deste perante uma estrutura central.

    Enquanto o Renê não falar o que houve, não saberemos se o JJ exerceu hierarquia ou se ele realmente avocou a competência que ele mesmo delegou àquele depto. São somente suposições, ilações ou, pior, o ditado: ” a fama, faz o ladrão”.

    Acho que o fato do JJ ter dado demonstrações típicas de gestor centralizador, não nos dá o direito de julgarmos esta situação por este antecedente. Se ele quis desconcebrar poderes delegando atribuições àquele departamento, pq mais tarde ele se contadiria, avocando os poderes outrora delegados.

    O JJ pode ser muitas coisas, mas estúpido ele não é!

    Abraço.

    • janca

      Eu nunca disse que ele é estúpido. Mas que pode tomar decisões erradas pode. E o “dono do Morumbi” já tomou decisões equivocadas no passado. Inclusive apoiando mudança no estatuto do clube que o beneficiava mas, a meu ver, não beneficia o clube. Legislou em causa própria. Abs.

      • Diego Alberto Santana

        O Juvenal não fez tudo o que fez sozinho… a mudança de estatuto foi com a aprovação de grande parte do conselho…. E na boa, antes o JJ que um tal de Edson Lapolla, esse aí com certeza seria pior que o Juvenal.

        • janca

          A questão não é de nomes, é de conceito. O São Paulo segue o que o Corinthians fazia nos tempos do Dualib, pregando a perpetuação de poder. Um passo atrás para o São Paulo.

  • ALESSANDRO

    BOM DIA JANCA,DENTRO DO QUE CADA UM E DENTRO DAS RESPECTIVAS PROFISSOES ENTRE O JUJU E O RENE SIMOES SOU MILHOES DE VEZES A FAVOR DE RENE SIMOES.
    VENDO O QUE ACONTECE COM O SEU “JUJU” ME LEMBRA CLARAMENTE DO DUALIB NO CORINTHIANS,PODE APOSTAR UM DIA O JUJU VAI DEIXAR O SPFC NA SERIE B,ELE VEM DANDO MUITA SORTE EM REVELAR JOGADORES,VENDER BEM E COM O DINHEIRO SUSTENTAR O SP,UMA HORA ESSA SORTE VAI ACABAR E AI TODO MUNDO SABE O QUE ACONTECE.

    • janca

      Acho os dois com um perfil parecido, Alessandro. Dualib e Juvenal.

  • Fernando

    Não me surpreende, até pelo presidente ser o JUVENAL. Esse cara já deu é um m… ele quer ser tudo no SP, mas nem para carregar na maca serve.

  • Alex Sandro Rocha dos Santos

    Boa Tarde !!!

    Janca, vc sabe se realmente o são paulo estaria negociando com o diego souza, e que faltam apena alguns detalhes para que ele seja contratado pelo tricolor para a proxima temporada e o que vc acha disso se caso seja verdade ?? Será que ele se encacharia no elenco tricolor já que ele tem a fama de rachar os grupos de onde ele passou, sendo que no são paulo ele teria que passar por coma de nada mais e nada menos que o MITO ROGERIO CENI !!!!

    Att. Alex Sandro

    • janca

      Acho que seria uma ótima contratação, embora o São Paulo não seja o único interessado. Santos está no páreo e o próprio Flu, caso não consiga contratar Ronaldinho Gaúcho. Cruzeiro também demonstrou interesse. Abs.

      • Alex Sandro Rocha dos Santos

        Mas então isso seria verdade??? Mas se ele acabar indo para o São Paulo será que essa fama dele de rachar os grupos de onde ele tenha passado não o atrapalharia no tricolor !!!

    • Gabriel

      Diego Souza é uma farsa, jogador fraco e pipoqueiro. Não tem a menor capacidade de vestir o manto. com os 85 milhões que estão para cair da venda do Lucas, o SP tem que pensar grande e não em refugo cuspido de palmeiras e vasco.

  • Bruno

    Além de ser um ótimo nome para as divisões de base da CBF, é possível vaticinar que o caminho do São Paulo nos próximos anos seja, tal qual Corinthians e Palmeiras quando tinham ditadores como presidentes, jejum de títulos e até o rebaixamento. Ou se faça como o Santos, que chutou seu ditador a tempo.

  • Gabriel

    Podem repetir o discurso da centralização do Juvenal 300 vezes, o Renê foi mandado embora, não foi ele quem pediu demissão. A vontade foi do patrão, justamente por não ter dedicação exclusiva. Foi dar palestra motivacional pro Atlético-Go, ficou 1 mês fora para assistir olimpiadas, continuava com outras atividades e não foi por isso que ele foi contratado.
    Ademais, não há prova alguma de que o Renê é o melhor coordenador de divisão de base do mundo, existem outros nomes no mercado e o SP deve ir atrás de alguém que queira vestir a camisa.

  • vaz

    Um cara que mudou o estatuto do clube para se manter no poder, que meteu os pés pelas mãos em relação ao time principal antes e quando da passagem do Leão pelo clube (tirando jogador do time, vendendo sem conhecimento do técnico, jogador que abandonou o clube etc…), agora resolveu meter o “bedelho” na Sub-17 e nas categorias de base como um todo. Como sempre aparece com a postura de vítima de tramóias e traições e tem torcedor que acredita. Pelas atitudes que já tomou fico com o benefício da dúvida, e na dúvida acredito no Simões.
    Nunca vi em minha vida, presidente de qualquer entidade séria dirigir-se a um chefe de seção para demiti-lo. Porque presidente de clube acha que pode fazer isso? Porque gostam de fazer o o papel de poderosos? Cadê a hierarquia? Pelo jeitão da coisa, não existe na administração JJ.
    Vemos por estas e por outras como é incrível a capacidade de nossos dirigentes de perderem qualquer noção do cargo que ocupam, criarem situações no mínimo rídiculas e como não estão nem ai para o clube. Ontem para completar a lista de dirigentes sem noção fomos agraciados com a imagem do dia de praia do Tirone enquanto o torcedor chorava a queda do time para a segunda divisão. Tudo bem que o cidadão Tirone tem o direito de ir onde bem entende mas o dirigente Tirone, neste momento, jamais.Será que nossos clubes algum dia chegaram ao primeiro mundo? Até quando vão responsabilizar técnicos e jogadores pelos seus desmandos?

  • Mayer Gomes

    Sua Mãe teria o maior prazer Viado…………..deve ser um Gamba, cuida de sua pag. a nossa deixa que cuidamos….

  • JUVENAL VC E A DESGRAÇA DO SÃO PAULO CAIA FORA SEU CANCEROSO VC ESTA ACABANDO COM A ESTRUTURA QUE O SÃO PAULO TINHA BEBADO F.D.P

  • francotimão

    Janca, a relação patrão x empregado sempre ocorre divergências, difícil dizer-se qual dos dois é “culpado” pela demissão do Rene, mas é notório e ha muito tempo o JJ interfere no time e escalação, se apodera do poder no s. paulo e, eu acredito q agora será muito mais difícil tirá-lo da presidência, uma vez q a venda do Lucas rendeu ou rendera uma grana altíssima ao clube e, até em função disto ele não vai querer deixar essa grana toda na mão de outra pessoa…Abs!!!

    • janca

      Sabe que acho que não necessariamente a relação patrão e empregado gera divergências? Ou se gera pode gerar como qualquer outro tipo de relação, já que as divergências fazem parte da vida. No caso do São Paulo acho que quem assume um papel no clube tem de estar ciente de que o sistema é centralizador, que o Juvenal interfere até na escalação do time e tem que aprender a lidar com isso. Até que um dia mudem o comando e a filosofia. Abs.

  • Carlos

    Se um dos motivos foram os relatórios semanais eu vou achar que o Renê estava exagerando!!! Um organograma bem definido não pode incomodar um diretor…passar relatórios semanais não significa tirar ou colocar o poder de alguém, somente informar, estudar e arquivar os acontecimentos!!! Em toda empresa alguns assuntos delicados passam pela mão do presidente, acho que o JJ acompanhar de lado Cotia mostra sua real preocupação!!! Não sou big fã do JJ, acho ele cabeça dura as vezes….mas nesse caso, enquanto o Renê não vier a publico e falar tudo com objetividade, estou com ele!!!

    • janca

      Se bem que o Renê, assim como o São Paulo, têm o direito de não irem a público dar suas versões.

  • Ricardo

    O futebol vive de uma mistificação: a mistificação da autonomia absoluta. Em nenhuma atividade profissional, a não ser que o cara trabalhe sozinho (seja engraxate, por exemplo), existe autonomia absoluta. Em empresas (e sempre leio na imprensa que o mal do futebol brasileiro é que ele não é administrado de forma empresarial), existe toda uma rede de hierarquias, metas, controles, medição de produtividade, reuniões pelo menos semestrais de avaliação de desempenho, etc. Só no futebol é que vejo comentários do tipo “onde já se viu, contrataram o treinador, não deram autonomia total a ele e, depois de um ano sem dar resultados, foi demitido! Nunca dão tempo ao tempo”. Treinador é um profissional como outro qualquer. Precisa ter metas e ter seu desempenho sob constante supervisão, como acontece com qualquer gerente ou diretor de multinacional da vida. O problema não é a supervisão, não é a autonomia limitada. O problema é que tem muito supervisor que não tem competência para supervisionar nada.

    • janca

      Então que não seja contratado.

  • Helder

    Vai com Deus Renê e obrigado por nada.

  • wilson carlos costa

    sem duvida esse tal de RS, sabia que não iria dar conta de trabalhar na maior estrutura do brasil, por isso pegou o bone e se foi. é profissional para o Atletico Goianiense, time de terrão SMALL travecos. se o são paulo não n revela ninguem então quem revela ? é só assistirem programas de tv e ver seleções. veja na ultima : KAKA, LUCAS, OSCAR foram revelados onde: no travecão. francamente, a inveja mata

  • mudar os dirigentes

  • VERDADE COM ESTE JUVENAL JUVENCIO E FODA ELE SE ACHA E POBRE COITADO QUE DE FUTEBOL NAO CONHECE PORRA NENHUMA SENAO NAO TRARIA EDSON SILVA PAULO MIRANDA CICERO DOUGLAS E MAIS E NAO DEIXARIA O HENRIQUE IR EMBORA O JEAN,O WILIAN JOSE E VEM DAR UMA DE BOM A UM TREMENDO GANHA FACIL SO ISTO PARA ESPLICAR TAIS NEGOCIOS

  • Carlos Marques

    Renê Simões estava todo pimpão enquanto só viajava para o exterior às custas do SPFC e ficava no “modo planejamento”.

    Na hora que foi solicitado a colocar a mão na massa e trabalhar preferiu se mandar e jogar para sua torcida de jamaicanas…

  • Ernesto Juliani Filho

    Essa imprensa maldita fica tentando desviar o foco da quantidade de dinheiro público que se gasta na construção do itaquerão dando importância à demissão de um funcionário que mantinha atividades paralelas àquelas que lhe haviam sido atribuídas no Tricolor. Tá certo p Juvenal. Ou trabalha para o São Paulo ou vai procurar sua turma. E essa imprensa maldita deveria sim se preocupar com essa imoralidade que é o dinheiro público em obra particular e deixar o São Paulo em paz.

  • Fabrício

    Sou torcedor do SPFC, e acho o nosso presidente um dos piores do futebol brasileiro. E a maioria da torcida se engana pela conversa fiada dele, por causa dos “resultados” recentes (que resultados??? classificar pra libertadores?? isso até outro dia era obrigação pra um time do porte do SPFC).
    Vejamos as ações do presidente:
    1 – SPFC não ganha nada, nem campeonato de botão, desde 2008
    2 – Além de não ganhar nada, conseguiu a proeza de ficar fora da Libertadores, depois de 7 anos seguidos
    3 – Mudou o estatuto do clube pra continuar no poder (no melhor estilo eurico)
    4 – Desde Muricy não há técnico que resista no comando (parece que agora acertou)
    5 – Muitos dos jogadores dispensados do clube estão jogando muito em outros clubes (exemplo Jean e Arouca)

    Acho que o SPFC jogou fora o trabalho de base esse ano por puro capricho do cidadão que manda no clube, infelizmente. Renê Simões tinha a cara do SPFC, e a experiência necessária para fazer um trabalho sério…base serve para formar jogadores, não para ganhar títulos…

MaisRecentes

Dorival bombardeado



Continue Lendo

A grana de Nuzman



Continue Lendo

Galiotte cobrado



Continue Lendo