A revolta de Massa



Está certo que o terceiro lugar de Alonso e o segundo de Vettel deram mais graça ao GP do Brasil, com a decisão do Mundial de Pilotos ficando pra Interlagos, mas a indignação de Felipe Massa não procede.

Achei desagradável demais, pra não falar outra coisa, a Ferrari mexer no câmbio do carro do brasileiro para ele perder cinco posições no grid e deixar Fernando Alonso no lado limpo da pista no GP de domingo passado e, como o próprio Massa disse, talvez não fosse fácil encontrar outro piloto que aceitasse algo assim. Mas, irritado ou não, ele aceitou… E acho que aceitaria de novo, então não adianta reclamar e abaixar a cabeça, reclamar e abaixar a cabeça mais uma vez.

A atitude de Massa pegou muito bem na Itália e ele ganhou pontos com a Ferrari, que afinal renovara seu contrato. E com a própria Fórmula 1, para a qual interessava deixar a decisão para a prova final. Mais emoção, mais audiência.

Seja como for, domingo torço para Sebastian Vettel. Tenho mais simpatia pela forma como ele dirige e também como comemora as vitórias do que pelo jeito de Alonso. E tampouco gostei da forma como Ferrari e Massa se comportaram no grid do GP dos Estados Unidos. Se bem que isso faz parte do automobilismo. Se fosse no futebol…



MaisRecentes

A reeleição de Galiotte



Continue Lendo

Cadê os patetas?!?



Continue Lendo

Complô no Santos



Continue Lendo