A revolta de Massa



Está certo que o terceiro lugar de Alonso e o segundo de Vettel deram mais graça ao GP do Brasil, com a decisão do Mundial de Pilotos ficando pra Interlagos, mas a indignação de Felipe Massa não procede.

Achei desagradável demais, pra não falar outra coisa, a Ferrari mexer no câmbio do carro do brasileiro para ele perder cinco posições no grid e deixar Fernando Alonso no lado limpo da pista no GP de domingo passado e, como o próprio Massa disse, talvez não fosse fácil encontrar outro piloto que aceitasse algo assim. Mas, irritado ou não, ele aceitou… E acho que aceitaria de novo, então não adianta reclamar e abaixar a cabeça, reclamar e abaixar a cabeça mais uma vez.

A atitude de Massa pegou muito bem na Itália e ele ganhou pontos com a Ferrari, que afinal renovara seu contrato. E com a própria Fórmula 1, para a qual interessava deixar a decisão para a prova final. Mais emoção, mais audiência.

Seja como for, domingo torço para Sebastian Vettel. Tenho mais simpatia pela forma como ele dirige e também como comemora as vitórias do que pelo jeito de Alonso. E tampouco gostei da forma como Ferrari e Massa se comportaram no grid do GP dos Estados Unidos. Se bem que isso faz parte do automobilismo. Se fosse no futebol…



  • renato sá

    Olá,
    Tanto se fala dos bastidores do esporte, federações, negócios, cartolagens etc… Mas pouco se fala dos atletas, no que tange a suas atuações fora das “quatro linhas” ou das pistas, piscinas…

    No caso do Massa, como também foi no caso do Rubinho e como foi no caso de outros tantos pilotos é algo tácito, quem possuir menos chances ajudará o com mais chances. Em troca milhões de euros em salário. O salário de pilotos que se sujeitam a isso já contempla a subserviência. Já há pilotos que não aceitam.

    E o que dirá de outros esportes… que muitos atletas fazem bico, dão uma reclamadinha nas coletivas, mas já já baixam a cabeça e fazem como seus dirigentes mandam…. Por nada, mas os atletas são muito poupados nos comentários sobre política nos esportes, sendo que eles são os que primeiro deveriam se posicionar claramente nas mais diversas situações extra “campo; pista; piscina..”

    Abraços!

    • Mario

      concordo com vc, nas olimpiadas de londres a maioria dos jornalistas ficaram chocados com as criticas nas midias sociais aos atletas e os trataram como coitadinhos,mas nenhum cobrou q eles tomassem uma posição contra suas federações q ñ ajudam e ainda apoiam o Nuzman.

      • janca

        Não se trata de coitadinhos, Mario, você está confundindo as coisas. Acho que as críticas aos atletas foram injustas (na Olimpíada), porque a cobrança deveria ter outro foco: os dirigentes e políticos, que vivem com os bolsos cheios. Aos atletas olímpicos, em sua grande maioria, sobra pouco. E eles gritaram, vide, pra ficar apenas em um exemplo, o caso do boxe.

    • janca

      É isso mesmo, Renato. E não estou condenando o Felipe Massa, mas não adianta ele fazer bico e acatar as ordens. Até entendo que acate, são milhões de euros, como você diz, cada um age como acha melhor ou mais conveniente. Mas tanto falam do futebol que acabam se esquecendo do que acontece nos outros esportes… O automobilismo, que não tem uma história das mais limpas e também movimenta milhões e milhões, que o diga.

  • Mario

    Massa é o Rubinho 2 , reclama,reclama mas vive aceitando tudo e assinando p/continuar na Ferrari, essa safra de pilotos brasileiros atual ñ merece nenhuma atenção ou nota em jornal

    • janca

      Também não é assim. Ele tem o direito de reclamar, mas fico meio estranho protestar e abaixar a cabeça e obedecer, obedecer, obedecer… Só que, por outro lado, estão em jogo milhões de euros, então quem somos nós para julgá-lo? Cada um age de acordo com o que acha melhor para si.

      • Mario

        a partir do momento q ele ganha milhões fica de chororo dá brecha p/gente criticar afinal o q ele já ganhou de salario da ferrari já deu independecia financeira p/ñ engolir nenhum sapo,se ele ganha-se um salario minimo eu ñ falaria nada, exemplo Kimi Räikkönen ganhou milhões ficou sem equipe na f1 e foi montar uma equipe de rali p/ele ser campeão e se divertir

        • janca

          Mas cada um sabe do seu. Ele tem o direito de querer seguir na Ferrari, seja pelo que ela representa, seja pela competição em si, seja pelo dinheiro, pelo motivo que for, enfim.

      • Ateobaldo Castanheira

        O cara VAi abaixar a cabeca e aceitar de qualquer maneira. Ta’ no contrato.

        So’ resta a ele RECLAMAR SIM!!!!

        Melhor reclamar e abaixar a cabeca do que so’ abaixar a cabeca.

        Cordias Abs

    • marcelo alves

      Eles precisam entender que a Ferrari não é equipe de dois, mas de um piloto só. Natural a estratégia para beneficiar Alonso. Se Massa quisesse reclamar, que tivesse em condição de disputar o título também. Não foi como no caso do Rubinho, que tinha o Shumacher na equipe, e que todo mundo na F1 sabia que a Ferrari trabalhava em função dele. Quem não se lembra? Desde o começo ele tinha o carro pior, para favorecerem o alemão. Quando o Rubinho conseguia um acerto melhor, copiavam pro outro carro. Nunca acontecia o contrário. A melhor parte da equipe sempre foi para o Shumi, e a pior para o brasileiro. Logo, o carro dele sempre quebrava e o do alemão sempre chegava no final. E ainda tinha gente que creditava isso ao ‘azar’ dele.

      Comparar o caso do Massa com o do rubinho é covardia! O Massa tem de fato um carro tão competitivo quanto o do Alonso. O espanhol tira leite-de-pedra desse carro e por isso está disputando o título ainda.

      Rubinho não era um piloto fantástico, mas a gente via o esforço dele pra tentar alguma coisa. até mandaram o alemão passar ele pra ganhar campeonato. Por isso que ele não pode se comparar a Senna.

      E digo mais: duvido que a audiência na Globo tenha melhorado com a saída do Rubinho da F1. Pelo contrário, até diminuiu (e muito).

      Se quer reclamar, Massa, faça por onde e faça esse carro andar. Se rubens tivesse o que você tem hoje, tenho certeza que a história seria bem diferente…

  • Gustavo

    GO VETTEL!

    • janca

      Go Vettel, go!

  • Lucas Araújo

    Eu nunca torci contra um piloto de Fórmula 1 ao longo dos meus 22 anos como torço contra esse elemento chamado Fernando Alonso. Arrogante, sem humildade alguma, trambiqueiro e cheio de “frescurinhas”. Não sabe ganhar a posição do Massa na pista, ele vai e pede pra equipe chamar o brasileiro no rádio e soltar uma mensagem “indireta” para que ele possa passar à frente. Em 2007 ficou “ofendidinho” porque a McLaren deu clara preferência ao Hamilton e saiu. E quando foi campeão, em 2005 e 2006, MUITO se deve ao fato de ter guiado um dos melhores carros da história da Fórmula 1, uma Renault que se bobear, deixava até o próprio vento pra trás nas retas.

    Ah, e ele falou tanto que o Schumacher era o piloto mais “sujo” da história da F-1, mas quem é que foi protagonista naquela batida forjada do Nelsinho em 2008?

    Pode ganhar qualquer piloto pra mim, menos o Alonso. E não é porque o Massa está tendo que se sujeitar à essas palhaçadas (até porque o faz porque quer, a Ferrari não apontou uma arma na cabeça dele), só não suporto frescura e sujeira na F1. Vejam se o Vettel arruma confusão ou sai reclamando por qualquer coisa. O alemão faz o serviço dele, não precisa de polêmicas pra aparecer e quando não vence, não dispara uma metralhadora giratória cheia de asneiras. Um verdadeiro campeão.

    • Flavio Rodrigues

      Esse mundo da F1 é cheio de tanto falar e mostrar o contrário, o protagonista principal da batida forjada do Nelsinho em 2008 foi o próprio Nelsinho, que ao lado do seu pai, que é um dos melhores, mas só abre a boca pra falar besteira, tanto falou do Rubinho se sujeitar, e se sujeitou a algo muito pior, algo que não divide opiniões, sujeira pura… O Massa é outro, que vez ou outra soltava uma piadinha ref. ao Rubens… e hoje esta vendo que o buraco é mais embaixo… e eu tb não tenho um pingo de simpatia pelo Alonso… e olha que sou fã do Schumacher, que mesmo tendo uma postura de certa forma arrogante e tendo atrapalhado indiretamente a carreira do Rubinho, de quem tb sou fã e torcia fanaticamente… mesmo assim eu gostava do cara, vai entender… rs… agora o Alonso não desce e o Vettel merece tudo que vem acontecendo…

      • janca

        O Schumacher, do jeitão dele, parece ser mais autêntico.

        • Flavio Rodrigues

          Verdade…

    • Rogerio Araujo

      Concordo plenamente… RBR e Vetel estão mostrando como se compete e ganha campeonatos.

      • janca

        Mas vamos ver domingo. Espero que ganhe mesmo, não vai ser fácil. Pelo menos torço por ele, se bem que a torcida brasileira, imagino, será quase toda pela Ferrari.

    • janca

      Eu também gosto mais do Vettel. No pódio do GP dos Estados Unidos a antipatia do Alonso em relação ao alemão era evidente, mas como você gosto muito mais da postura do Vettel do que da do espanhol. Se bem que domingo, em Interlagos, imagino que a torcida será por ele _Alonso.

  • Junior

    Janca, a intenção da Ferrari não era colocar o Alonso no lado limpo da pista e sim coloca-lo nas primeiras posições do grid, mas na Red Bull existem pessoas muito estratégicas e não cairam no jogo da Ferrari, se a Red Bull faz o mesmo com Weber outras equipes o fariam e colocaria Alonso em 3º ou 4º no grid e aumentaria sua chances de titulo, mais uma vez PARABENS Red Bull que mostra porque é TOP DE LINHA QUANDO O ASSUNTO É ESPORTE!!!!

  • alcides

    O QUE O MASSA VAI FAZER DOMINGO? TREINAR BEM P/LARGAR NA FRENTE DO ALONSO?

    BATER DE PROPOSITO NO CARRO DO VETEL? OU SAIR NA FRENTE DO ALONSO DEPOIS

    DEIXA-LO PASSAR? TUDO ISSO PODE ACONTECER EO TORCEDOR BRASILEIRO COM

    CARA DE PARA NÃO DISER OUTRA COISA

    • janca

      Bater de propósito no carro do Vettel espero que não.

    • marcelo alves

      Isso já aconteceu uma vez…

      Se o Massa largar na frente do espanhol, dificilmente verei essa corrida, porque vai vir a ordem pra deixar passar mesmo…

  • Vinicius Posterari

    Janca,

    O Massa outro dia soltou que ele perdeu um mundial na última curva: “isso o Rubens não fez”.

    O Rubinho encarou seis temporadas na Ferrari ao lado do maior piloto de todos os tempos (em títulos e recordes) e fez frente a todos os outros adversários, brigando dignamente por vice-campeonatos, e entregando indignamente algumas poucas vezes sua posição.

    O Massa esqueceu que há anos divide a equipe com pilotos de menor expressão que o Schumacher (questão de escala – nem Raikonnen nem Alonso juntos têm o mesmo número de títulos do Alemão) e foi incapaz de se fazer respeitar. Talvez também tenha esquecido que o Rubinho nunca foi tão contestado.

    Indignidades a parte, pelo menos em aceitando a segunda posição como objetivo, Rubinho foi muito melhor. O Massa deveria fazer, ao menos, seu trabalho de brigar pelo segundo lugar dignamente, ao invés de falar bobagens.

    Mais um desabafo do que um comentário. Mas pra mim o Rubinho foi muito mais piloto que o Massa.

    E torço pelo Vettel, de longe. Acho que ainda precisa se provar dirigindo carro inferior ou mais equilibrado com os demais, como já fez Alonso, mas realmente o menino é espetacular.

    Abs

    • janca

      Tá aí seu desabafo. E dominto também torço pelo Vettel, que acho um tremendo piloto.

    • Flavio Rodrigues

      Fiquei até feliz de ler o seu comentário… O Rubinho levou a F1 nas costas depois da morte do Senna, fazendo proezas com Jordan e Stewart que depois dele (depois, antes tivemos monstros que estavam em outro nível, Senna, etc) não vi mais nenhum outro piloto brasileiro fazer… Chegou na Ferrari com muito suor. Acho engraçado que ninguém lembra disso e ninguém respeita o cara… A F1 para mim, como torcedor brasileiro, era mais emocionante nessa época do que agora. Torcendo por um 8º lugar pro Rubinho correndo na Jordan ou como na primeira vitória dele na F1 na Alemanha, que uma foi corrida de gente grande (nunca vi o Massa fazer nada parecido) tinha muito mais emoção e muito mais competência. E aquele título, pelo amor de Deus, ia cair no colo dele, sem ninguém esperar… eu torci muito e ia vibrar muito se ganhasse, mas, falar que ele merecia, sinto muito… não merecia. Pra fechar… Raikonnem e Alonso são menos pilotos que o Schumacher e pra mim não é questão de escala não, não tem comparação, q nao o acho melhor de todos os tempos, pra mim o melhor foi o Senna, mas esses dois aí, não chegam no chinelo do Schumi… e o Massa não é menos, é muito menos piloto que o Rubinho e fala demais… Minha opinião… Pronto… Se era pra desabafar, eu também tenho esse direto… rs.. abs

      • Vinicius Posterari Pereira

        Flávio, fico muito contente em saber que temos mais amigos aqui que apreciam o talento.

        Concordo 110% com o que você falou. E realmente era muito bacana torcer pro Rubinho na Stewart, Jordan, etc. Diria que o Zonta também despertava o interesse, mesmo correndo de Honda em maus bocados, naquele carro que demorou anos pra se tornar a Brawn GP, onde novamente faltou pouco pro Rubinho tirar o merecido grito de campeão que sempre mereceu e guardou no peito.

        Quanto ao Senna ser o melhor de todos, DE FATO, não há o que discutir. Ele era menos “preciso” que o Schumacher, e fazia muito mais. Só isso já mostra a grande diferença entre os dois. O alemão era fenomenal, mas o Senna foi GÊNIO. Sem mais!!!

        Grande Abs…

  • Vaz

    Não acredite em boas intenções. Weber na RBR não faz papel muito diferente. A verdade é que as equipes tem o direito de ter o piloto preferido para o título e é assim que acontece. Não existe esta coisa de pilotos em igualdade de condições a menos que você chegue com um título já nas costas (Prost e Senna apesar das disputas não deu certo e quase termina em tragédia, houvese na época uma equipe correndo por fora e a atitude da McLaren seria outra, aMcLaren atual não difere) . O fato é que sempre um sobra.
    O que devemos questionar é a eterna falata de cárater do pessoal da Ferrari que sempre queima o filme de alguém, basta dizer que em todo o ínicio de temporada ela trata de deixar um dos pilotos a pé, seja por “erros” de boxe, cálculo de combustível, peneus errados, demora na troca de pneus, falhas mecãnicas inexplicaveís e por aí vai.
    Concordo com Vettel, prefiro ele a Alonso que também sofre de digamos ausência de ética (denuncia contra a McLaren onde vendeu a dedurada em troca de não ser punido, a histótia do Nelsinho na Renault que saiu de fininho como se não soubese de nada e etc.. Se Shummy é o Dick Vigarista, Alonso é o Mutley e o seu bordão “medalha, medalha, medalha.

    • janca

      Direito a equipe tem, mas daí não adianta vir depois com choro e lamentações. Se bem que pra tudo tem limite. Bater de propósito em outro, espero que não ocorra domingo, já é complicado demais.

  • sandrofla

    Achei que ouvi errado quando Reginaldo Leme citou essa manobra da Ferrari que considero no mínimo imoral. Mas não tem como torcermos mais pelos nossos pilotos de fórmula I que se abtuaram a serem segundos pilotos frouxos e sem brios!
    Lamentável!

  • Mico Leão Dourado

    Considero na atualidade em especial, a Fórmula quase um…
    Os pilotos são contratados pelas Equipes, estão à disposição da ‘EMPRESA’, são meros empregados. Recebem SALÁRIOS (EXCELENTES SALÁRIOS), logo a EMPRESA faz o que acha melhor, os empregados aceitam ou não terão chance alguma de renovar.
    O ponto mais negativo é que a Ferrari tem um jeitinho Napolitano+Sciciliano+Palermo, esquecer Módena…. E faz de tudo e mais um pouco para ganhar!
    MORAL? A questão é únicamente financeira.
    Sejamos francos, compensa assistir aos grandes prêmios??????
    Felicidades!!!!

  • Janca, é o seguinte: Na F1 quem tem talento e brio, briga por vitórias e por títulos, quem não tem, luta pelo emprego e por um punhado de dólares. O rubinho, por exemplo, fez isso, ficando vinte ano na F1, se enriqucendo e não tendo respeito nem valor. O Massa segue o mesmo caminho. Chega de nelsinhos, rubinhos e massinhas. Que saudade do FITTIPALDI, PIQUET e SENA.

    • janca

      É que Fittipaldi, Piquet e Senna nos deixaram muito mal acostumados… Não temos hoje um “Vettel brasileiro” por quem torcer.

  • Daniel

    Eu sou a favor do jogo de equipe, desde que comecei a acompanhar Formula 1 vejo isso acontecer. Célebres pilotos de equipe como Berger, Alesi, Patrese ficaram famosos por sempre serem escudeiros e ajudar o piloto mais capacitado a ganhar títulos. Barichello entrou nesse time como eterno segundo piloto.

    Massa tinha técnica para não acontecer isso com ele, mas após ter perdido o título na última curva e com a chegada do Alonso, escolheu ser assim. Não quis ser Mansell, não quis ser Prost, mas quis ser Alesi, quis ser Patrese. Faltou coração de campeão.

    O problema é que o brasileiro tá tão viciado no ufanismo buênico que já liga a TV pra ver Formula 1 achando que tem obrigação de “torcer pra brasileiro”. É algo quase automático.

    Ao invés de torcerem pros pilotos que tem espírito de campeão (no atual grid dá pra escolher alguns, Hamilton, Button, Vettel, Alonso, Raikkonen e os promissores Rosberg, Maldonado e Pérez) ou, sei lá, torcer por torcer somente, como pro Kobayashi, até mesmo torcer apenas por uma boa corrida, escolhem “torcer pra brasileiro” e ficam bravos, xingam, irritados, as escolhas profissionais de Massa, de Bruno Senna, até um tempo atrás de Piquet Jr. e de Barrichello… afinal, quem escolhe pra quem eles devem torcer, o piloto, o narrador ou eles próprios? A resposta carrega a pergunta “tem o direito então de ficar irritado?”

    Massa é o novo Berger, isso não vai mudar, já está definido assim, não importa mais se mudar de equipe.

    E Alonso é um dos que estão no Hall da Formula 1 como grandes campeões, com a equipe trabalhando pra ele e ele correspondendo a equipe sendo competitivo.

    Tudo normal pra todo mundo, menos para os pachecos brasileiros.

    • janca

      Se bem que faz tempo que o brasileiro não vê uma corrida torcendo pra valer por um compatriota. Eu, pra ser sincero, torço pelo Bruno Senna. Fico contente quando ele pontua. E sou fã do trabalho da mãe dele, que dirige o Instituto Ayrton Senna, uma entidade fundamental para o desenvolvimento da educação no Brasil, precisávamos de outros institutos como este, já que o governo não consegue fazer sua parte.

  • Júnior

    Podem dar todas as desculpas que quiserem quando o cara e atleta com vontade de vencer que alias deve ser sempre o objetivo dos grandes competidores e atletas querem ver uma coisa pesam ao Hamilton para deixar o Alonso passar no jogo de equipe alias ja tentaram e ele quase passou por cima dele

  • Tato I

    Sempre fui fã do Nelson Piquet. Tinha uma certa desconfiança do Senna, sei lá, muito “certinho” para ser de verdade. Piquet sempre me pareceu mais “real” e era hilário. Com o tempo comecei a perceber que além de ótimo piloto o Senna queria deixar um legado a sociedade, ganhou muitos pontos comigo. Infelizmente não tivemos oportunidade de ver o fim da carreira de Senna, o fim que seria o normal. Continuo achando que o Piquet ainda foi melhor piloto, o Senna com mais responsabilidade social, o Rubinho um ótimo funcionário, agora esse Massa… não vale um comentário.

    • janca

      Como piloto eu gostava mais do Senna do que do Piquet, embora os dois tenham sido fantásticos para a história do automobilismo brasileiro e mundial. Mas o legado que o Senna deixou, dentro e fora da pista (vide Instituto Ayrton Senna), é sensacional e deveria ser copiado por outros esportistas, artistas e empresários brasileiros, é algo comum nos Estados Unidos, mas muito raro no Brasil.

  • César

    Mas envolve muita coisa,

    Alonso é um trapaceiro, sem escrúpulos. Não deixa de ser um dos mais talentosos pilotos que já assisti correr. Mas me enoja o modo como acha que ganha corridas.

    Quem respira automobilismo sabe que Alono já perdeu para ele mesmo e a Ferrari é a maior perdedora dos últimos dez anos.

    O Massa faz o que pode. No começo do ano eram erros e mais erros da equipe no carro de Felipe, seja na estrategia estupida ou nas paradas despretensiosas.

    Ao meio do campeonato o brasileiro já não tinha chances de titulo, mas ai o carro começa a funcionar, a equipe começa a funcionar melhor, o contrato é renovado e Felipe fica vitima do que nele estiver escrito.

    Assisto corridas de F1 todos os fins de semana, que o evento acontece, assisto aos treinos livres, leio tudo que apareça na mídia, corro de Kart e digo que sou fanático por automobilismo, do mesmo modo que amo meu Corinthians.

    Já vi muita gente meter o pau em Barrichello e parece que Felipe é a bola da vez, é triste.

    Falo com propriedade, Felipe é um dos pilotos mais rápidos da F1, com certeza o com maiores técnicas ao fazer curvas de alta e pelo que assisto a diferença de um ou dois décimos que existe dele para Fernado Alonso é mecânica. Vejo a equipe de Maranello deixar Felipe em segundo plano e não é de hoje que a Ferrari é equipe de um piloto só.

    Não vou crucificar Massa, porquê respeito o seu trabalho, porquê sou fã de como ele guia um fórmula, porquê o admiro sua carreira.

    Acho que o GP Brasil será tão bom quanto o ultimo em Austin e torço para que Massa consiga desempenhar seu trabalho com tranquilidade.

    Força Massa !

  • Fábio Luiz

    Caro Janca.
    como você, vou torcer por Vettel, porque notadamente ele é um ótimo piloto, anseia por vitórias, mas principalmente porque corre pela RBR, que é uma equipe que tem como dono um empresário que acha que deve vencer quem está melhor na corrida. Assim vemos tanto Weber quanto Vettel liberados para disputar as vitórias. Todos os domingos, sempre digo a mesma coisa, que vença qualquer um, menos a Ferrari, uma equipe inescrupulosa, que usa de artifícios nojentos como o de domingo para favorecer um piloto que não teve competência para estar melhor colocado no grid. E quanto a Alonso, pra mim, o “DICK VIGARISTA” da F1, ele sempre está envolvido nas falcatruas de equipes como Ferrari, Renault na época do Flávio Briattore, e sempre sai ileso dessas armações. Acho que talento não lhe falta, mas vergonha na cara deveria ser sua “linha de chegada” em sua carreira. Portanto, Ferrari e Alonso, terão que engolir o Tri do alemãozinho, e se depender de torcedores pelo esporte como eu, que a Ferrari fique em jejum, até mudar suas atitudes.

    • janca

      Como você não estou entre os maiores fãs da Ferrari nem do Alonso, mas que eles vão ter muita torcida aqui no Brasil domingo, acho que vão. A minha não. Gostaria de ver o título nas mãos do Vettel.

MaisRecentes

Paulistas com medo



Continue Lendo

A mágoa de Ceni



Continue Lendo

Alerta a Raí



Continue Lendo