Adriano na Gávea



Adriano continua dando o que falar. Ontem li na “Folha” artigo de Ruy Castro sobre o atacante, em que o escritor e jornalista dizia que a tendência é que logo, logo o caso deixe as páginas de esporte e pare em outros cadernos dos jornais.

Fiquei me perguntando se isso já não aconteceu e acho que, em parte, sim. Mas ele vai continuar dando o que falar no setor esportivo pelo menos até a eleição presidencial do Fla, que acontece em 5 de dezembro. Pois é pauta para os outros candidatos, embora Patricia Amorim, que tenta a reeleição, prefira fugir do assunto.

Para Patricia, a missão, em relação a Adriano, foi cumprida. Para Zinho, que gerencia o futebol do Fla, a saída do atleta foi boa para as duas partes. Mas a oposição não entende assim e deve insistir na tese de que o jogador não passou de uma tentativa da atual presidente de dar uma resposta à torcida pelo fiasco com Ronaldinho Gaúcho.

Com salários atrasados, o atacante, hoje no Galo, fez da dirigente e do Fla reféns. Derrubou o técnico Vanderlei Luxemburgo no início do ano, atrapalhou a pré-temporada do clube, bateu de frente com dirigentes do marketing e das finanças, chegando a deixá-los em situação constrangedora perante a torcida e a imprensa e saiu do Mengo pra atuar _e muitíssimo bem_ pelo Atlético-MG. Ainda tem um processo contra o Fla, em que tenta receber cerca de 40 milhões de reais pela falta de pagamento.

No segundo semestre, diante do pífio desempenho no Brasileirão, Patricia apostou em um nome literalmente de peso, mesmo sabendo que as chances de ele jogar eram mínimas, vide o que aconteceu no Corinthians. Queria segurar Adriano até as eleições, como um trunfo de campanha. Não conseguiu. O próprio atacante jogou a toalha, deixando Patricia e Zinho, que insistiam em segurá-lo no clube, em situação desconfortável.

Depois de perder a corrida para a reeleição como vereadora no Rio,  candidata joga todas as fichas no Fla. Mas deve direcionar a campanha para discussões sobre a sede social e os esportes ditos amadores, fugindo não só do caso Adriano, mas dos mandos e desmandos no futebol, cujo departamento segue de mal a pior, com um nome no comando após o outro e ninguém sabendo direito quem dá as cartas no setor. Resta saber se os candidatos da oposição concordam com ela. Os sócios, talvez, mas boa parte dos torcedores certamente não.



  • Patrícinha Amorim!!! O teu ciclo na política e no Flamengo já terminou!!! SIM !!! ACABOU !!!
    Não adianta nadar contra a correnteza. Má administração e muito $$$$$ no bolso. Pegue a grana e vá curtir a sua vida. O FLAMENGO É MUITO MAIOR DO QUE VOCÊ!!! SE MANDA PATRICINHA !!!

  • Mario

    q dó do Adriano , q se for p/as outras partes do jornal ñ to nem ai , o cara tem tudo e se perder problema dele , as pessoas tem q parar com essa ladainha de q o Adriano tem q ser ajudado , é doente , tem é q dar umas porradas nele e parar de tratar-lo como se fosse criança, a politica do flamengo e de outros clubes é complicada, basta lembrar q mustafa e dualib se mantiam no poder com a ajuda total da parte social dos clubes, deixando o futebol com parceiros ou as traças.

    • janca

      Não é bem assim no caso do Adriano, que está com problemas e tem que se cuidar _mas precisa querer ser tratado. Nada se resolve com violência, pelo contrário, só gera mais problemas. No caso do Flamengo, porém, a condução do caso pelo Zinho não foi das melhores, a direção do clube tentou um nome de peso como resposta à torcida pela saída do R49 e mais uma vez se deu mal.

      • Za Xavier

        Janca, não acho que quem conduziu o caso do Adriano tenha sido o Zinho. O jogador era uma tentativa da presidência (como você mesmo disse), basta você pegar as gravações de sua apresentação e ver que o Zinho estava desconfortável. As desculpas dadas posteriormente (à cada falta do Adriano), era discurso decorado, qualquer um que estivesse no cargo, usaria as mesmas palavras. O discuso de cunho humanitário, era o politicamente correto, desviava o foco da má avaliação que precedeu a contratação do (ex)jogador. Isso fica nítido quando a Amorim, declarou ao próprio Lance (se não estou enganado), a existência de um canal de comunicação, onde se apura o desejo (que foge à razão) da torcida. Ou seja, o Adriano foi o mesmo que “jogar para a galera”, sem nenhuma preocupação do que ele poderia (ou não) fazer dentro de campo. Numa instituição com a estrutura administrativa como é a do Flamengo, ninguém, além do presidente, decide nada (vide o caso do Zico)

        • janca

          Mas não dá pra dizer que o Zinho foi apenas usado pela presidente. E se foi é porque ele se deixou usar.

  • Jerônimo Urubunegro

    Chamem o Márcio Flr Braga novamente, todos tem telhados de vidro. o que me incomoda é o trabalho de alguns reporteres que insistem em chacoalhar o Mengão, o flamengo é mais inflamado
    que a Seleção, já diziam ha tempos que ser presidente o Flamengo é pior que ser da república!!

    Deixem o Mengão em Paz!! Vão na Laranjeiras que serão campeões mas não vendem jornais, vá em são Janú, támais quebrado que arroz de terceira e ninguém expõe na capa de jornais…o botafogo nem se fala!!

    • vagner sousa

      Jerônimo vou te falar uma coisa se a patricia amorim continuar no comando do flamengo eu acho que não quero ver um jogo do mengão tao cedo. se voce olhar o marcio braga e um presidente regualar a ruim , mais conseguiu nos seus tres anos manter o flamengo no topo da tabela um titulo brasileiro em 2009 em 2008 5 colocação já a patricia foram tres anos de puro desgosto. ano passado só não fomos campeões por que ela atrassou os salarios dos caras 3 meses e não consegui contratar um atacante. marcio braga e ruim concordo com vc mais a patricia amorim e a pior presidente do flamengo de todos os tempos so perde pro edmundo santos silva.

  • Vaz

    Como podemos ver por alguns comentários que andam por aí as pessoas acham que tudo se resolve na porrada, no desprezo ao Adriano. O ser humano atrás do atleta não interessa. Sinceramente não entendo o que estas pessoas tanto reclamam dos dirigentes de clubes, federações e confederações. Desde que o circo continue e meu clube se saia bem, não interessa o que aconteça com os outros.Só falta a estas pessoas pedirem no próximo jogo com o dedo indicador para baixo, a execução do “derrotado”.
    Grande parte do que ocorre hoje no futebol e nos clubes se deve a estes tipos de torcedores que caem na conversa de dirigente sempre que estes se vêem mal na mídia, nos bastidores do clube e o time não convence ninguém. Basta apelar para o emocional dos alucinados de plantão para se manter no poder e tome, o tal amor ao clube, acusar jornalistas que honram a sua profissão e não se vendem por “mimos” jogando estes mesmos ‘nóias” contra estes jornalistas, promovem campanhas de ofensas e difamações em sites de jornais e Tv’s , de querer a derrota do Flamengo, argumentos como não vão destruir a nação rubro negra, que o Flamengo é maior que todos, o manto “sagrado” e vamos que vamos.
    Mude o nome do clube e a rotina é a mesma. Depois reclamam quando o time é mal administrado, não ganha nada, das árbitragens, da CBF enfim de qualquer coisa que que esconda a verdade. Que o time é ruim e a direção pior ainda.
    Assim é que se bobear a Patrícia será reeleita. É curioso que coincidêcia ou não a demissão (esta é a realidade o resto é perfumaria, papinho de portas abertas, que volta em 2013) do atleta se dá logo após a eleição municipal, antes eram só fotos e solidariedade, promesa que o jogador estará em campo amanhã devido a competência dos profíssionais do clube e etc…. já que dava holofote estar ao lado do jogador, agora que a eleição é interna, pega mal então mande o cara embora pois já serviu a seus propósitos agora é comprometedor, é peso morto.
    Como vemos agora o herói de ontem é jogado no lixo inclusive por aqueles a quem deu alegrias. Resta amanhã as famosas homenagens tardias em sua maioria quando o jogador (como vimos acontecer com muitos como Heleno de Freitas, Garrincha entre outros) não está mais aqui neste plano. Hipócritamente estes mesmos inauguram estátuas em homenagem ao atleta, lançam livros, DVD’s em homenagem e todo mundo fatuta. Todo mundo sabia que o problema do Adriano não era mais físico e sim comportamental e psicológico mas enquanto interessou dane-se o pessoal e vamos faturar em cima do cara que da mídia.

  • Francotimão

    Com certeza, Janca, o MalAdriano, é msm pra qualquer time ja algum tempo uma verdadeira mala sem alça, pesado demais pra carregar, como ele ja deu inumeradas deixas de q não quer se tratar do seu “problema”, então não ha o q fazer por ele, só ele pode e deve procurar ajuda profissional, mas a despeito disso, a adiministração do flamengo esta um desastre e só não esta pior porq eles não estão na zona do rebaixamento, embora eu como torcedor de futebol (não do flamengo) acho q seria muito importante pro flamengo ser rebaixado e assim poder com calma se reestruturar e voltar a ser um time forte e competitivo, mas como isso ainda não ocorreu, acho q seguirão neste msm diapasão…sic…não q eu acho preponderante um time cair pra se reestruturar, mas em alguns casos esse choque se torna providencial e, é q eu penso em relação ao flamengo no momento..abs!!

    • janca

      Ainda assim acho que o time não precisa cair pra dar uma sacudida. Veja o Vasco, que caiu uma vez e continua mal administrado. Veja o Palmeiras, que pode cair de novo e parece que não aprendeu muita coisa com o primeiro rebaixamento. Não acho que a queda _hoje ou amanhã, o que seria um choque, como é pra todos os times grandes_ seja a solução.

      • Francotimão

        Até concordo Janca, mas eu vejo q só com a queda é possível fazer-se uma reengenharia administrativa e futebolistica em um clube…Abs!!!!

  • Reeleger Patrícia Amorim será o maior ato de desamor ao Flamengo. O caso Ronaldinho Gaúcho muito bem relatado no texto acima foi inominável. Cumpre reagir. Chega de tantos erros!

    • janca

      E acaba gerando um passivo para os dirigentes seguintes…

  • Claudio

    Boa tarde Janca

    A Patricia Amorim jamais deveria ser reeleita por tudo que aconteceu no seu mandato..Me preocupa um mulher fracassada que perdeu na camara e agora joga todas as suas fichas na sua reeleição…Me enoja saber tambem que tudo o que houve essa corja cogita fazer acordo com o Dentão..Depois de tudo que houve mais um reves da suas atual diretoria…Essa mulher esta perdida e não de nada de futebol..Tomara que ela não seja presidenta do clube do proximo trienio…Caso contrario serão mais tres anos de sofrimento na mão dessa amadora.

    • janca

      Mas o Ronaldinho, que eu saiba, não recebeu o que havia sido acordado, por isso entrou na Justiça… A responsabilidade, então, deveria ser de quem fez acordo com ele, tanto que na hora conseguiu a liberação pra se transferir para o Galo. E até hoje aquele exame que a direção do Flamengo dizia ter em mãos, mostrando que R49 teria treinado alcoolizado ou aparecido para treinar sob efeito de álcool, nada. Muito amadorismo mesmo.

  • Claudio

    Janca concordo que meRcenaR10 esta errado por tudo que ele fez na sua passagem no Flamengo…Mas o nosso maior rival é a dona ex vereadora amorim…Ela some nas horas arduas do clube e o Zinho que precisa apagar os incendios cometidos por ela e sua direção maldita..
    o Sonaldinho saiu pela portas dos fundos do clube e ela deveria sair pelas portas da lavanderia do clube..Olha o prejuiso que essa senhora esta fazendo com o clube…O Adriano deu mostras que o Flamengo é mesmo a casa da mãe joana,o cara sai e entra na hora que bem entender…Não duvido de mais nda se esses dirigentes safados ainda tem a coragem de abrir as portas pra esse cara…O Ruy Castro foi muito feliz na sua coluna..O Flamengo a cada dia que passa em vez de um passo pra frente ele do tres passos pra tras,,,Chama o Zinho..

    • janca

      Entendo que a torcida do Flamengo tenha se irritado com o Ronaldinho, mas não acho que ele tenha sido mercenário, não. Apenas defendeu seus interesses. Agora concordo sobre o que você escreveu sobre o Adriano, que entrava no clube e saía da Gávea quando bem entendesse, o que não é bacana. Erro da direção, pelo menos a meu ver, inclusive do Zinho, que trabalha no futebol com a própria Patricia, Claudio.

  • Claudio

    Janca li ontem aqui no Lancenet que o Love se ofereceu pra jogar no Corinthians…Amigo se isso for verdade para tudo que eu quero descer…Mesmo sabendo dos atrasos de salarios,pessima campanha no Brasileiro e ele sabendo que o clube passa por esses problemas(errado por parte do clube) não me surpreenderia em nada se isso acontecesse…O nosso melhor jogador raçudo e que mostra toda sua dedicação no time seria o caos..O Lance é um dos meus prinipais acessos da net,sou um viciado no Lancenet…Abro todos os dias o home e vejo tanto noticias do meu Flamengo quanto das outras torcida..Enfim nesse angu tem caroço e depois de tanta debandada dos jogadores que deixaram o clube mais essa baixa seria uma derrota ardua de um jogador que jurou amor ao clube do seu coração..Concordo que o clube precisa manter suas responsabilidade com seus funcionarios..O Flamengo se torna pequeno a cada ano que passa…Ele tem todo o direito de sair do clube na proxima temporadam,mas se realmente ele se ofereceu pra jogar no alvinegro seria outra facada no coração rubronegro,absso.

    • janca

      Entendo sua irritação como torcedor, claro. Só pra ficar num exemplo o Flamengo recebe menos com ações de marketing do que o Inter, apesar de ter a maior torcida do país. Que está mal administrado, está. Mas dá pra melhorar. O próprio Corinthians, que já esteve em péssimas mãos, bem ou mal evoluiu com ações aqui e acolá na parte administrativa. Espero que o mesmo aconteça com o Flamengo, mas sinceramente não sei quando. Abs.

  • Mário Goto Jr

    O Flamengo precisa de um GESTOR de Verdade!! um exemplo vejam o que o Andrés fez no Corinthians!! abç Janca

    • janca

      Não considero o Andrés um exemplo de gestor, mas que o Corinthians acabou avançando com ações pontuais, avançou, tratei várias vezes a respeito disso. Inclusive adotando a rotatividade de poder, que é fundamental em qualquer clube, federação ou confederação.

  • Beni Andrade

    Parabéns a todos vocês pelos comentários abalizados, inteligentes e do mais alto nível.Sou Corinthiano e apaixonado pelo futebol. Os gestores dos grandes clubes brasileiros são os grandes responsáveis pela situação humilhante, degradante e vexatória que vivenciam. Num passado não muito distante foi o Corinthians; hoje, vejo uma das maiores instituições do nosso futebol, o Flamengo, sendo desrespeitado na sua grandeza, na sua história de glórias e conquistas. Sou obrigado ver outras glórias do nosso futebol, como Vasco da Gama e Palmeiras sendo arrastados para o fundo da lama em decorrência da má administração das quais são vítimas. Já passaram dos limites. É hora do Ministério Público intervir e chamar tais dirigentes à responsabilidade. É uma pena. O meu Corinthians, só será grande, se vencer competições onde estarão as grandezas do Flamengo, do Vasco da Gama, e do Palmeiras. Só assim, o futebol brasileiro continuará ostentando o título de “O melhor Futebol do Mundo”..Abraços…

    • janca

      Poderíamos voltar a discutir _aliás já deveríamos estar discutindo há mais tempo_ a questão da responsabilização dos dirigentes de futebol pelos atos que fazem em seus clubes, muitas vezes prejudicando-os e lesando-os financeiramente, com dívidas que não há condições de pagar. Que eles respondam com o próprio patrimônio, por que não? Abs.

  • Flávio Marco

    KKKKKKKKKKKK “Lance! e da Grobo.com” me faz “gargalhar”… com sua parcialidade, e sua tosca tentativa de formar opiniões errôneas… Cada vez menos credibilidades esses “Jornalistas(leiros)” Made in Estácio”… Nem falta ética… nem falta respeito ao próximo… Fazem de tudo pra vender notícia… Luz pra vcs… se sua consciência não anda em trevas… é pq a escuridão já te engoliu faz tempo!

    • janca

      Se você acha que está tudo bem na Gávea, ok, um direito seu. Especialmente se torce contra o Flamengo, como parece ser seu caso.

    • janca

      E só pra completar, embora não tenha entendido bem o que você quer dizer, eu não pretendo formar opinião alguma, mas tenho o direito de ter a minha e expô-la, como você deve ter a sua e colocá-la também, mesmo que não tenha conseguido passar sua mensagem. Ficou difícil de compreender.

  • Ivan

    Mesmo considerando que a Patricia herdou uma enorme dívida, a qual prejudica, e muito, qualquer administração, ela foi uma péssima administradora. Não teve competência para formar sua equipe administrativa (um administrativo irresposável, um advogado que não sabe o que fala – exame de sangue do dentuço-), se tivesse oficializado as indisciplinas do tentuço, ou de qualquer jogador, estaria acobertada em qualquer situação trabalhista, não o fez, o flamengo é quem tera que pagar a conta fianceira e a torcida a conta moral. Sinceramente espero que ela não se reeleja. Saudações
    ROBRO-NEGRAS

MaisRecentes

Contas corintianas



Continue Lendo

Timão em 2018



Continue Lendo

Verdão aflito



Continue Lendo