Avenida Brasil



Para o bem ou para o mal o Brasil é uma das bolas da vez e tem recebido cada vez mais a atenção da mídia internacional.

Na semana que passou duas notícias daqui ganharam destaque no exterior. Uma delas foi a repercussão de “Avenida Brasil”, novela da Globo cujo último capítulo foi exibido na sexta e parou parte do país. Não faltaram menções ao Divino, às cenas de futebol do fictício subúrbio do Rio e à paixão do brasileiro por telenovelas.

Meios de comunicação dos Estados Unidos, Espanha, França, Portugal, Alemanha e Austrália lembravam que o final da novela ganhou até do futebol em termos de audiência _a final da Libertadores, entre Corinthians e Boca, teria dado 47 pontos contra 51 do último capítulo de “Avenida Brasil”, a maior média do ano.

O outro assunto que esteve em pauta nada tinha a ver com TV. Foi, novamente, o caos no setor aereo, com a crise das principais companhias brasileiras, as deficiências dos maiores (e também dos menores) aeroportos nacionais e o estouro de um pneu de avião em Viracopos (Campinas), ocasionando seu fechamento por cerca de dois dias e o cancelamento de 512 voos.

E enquanto as obras para a Copa continuam caminhando devagar, quase parando, avançando apenas as dos estádios, o brasileiro segue ciclotímico. Um dia acha que o país é o melhor do mundo, no outro diz que é o pior, como se nunca existisse um meio-termo. Mas isso já é assunto para um outro dia… Bom domingo a todos, Janca



  • Mirella

    João Carlos, no exterior a visibilidade é maior porque a economia brasileira melhorou em relação à europeia e à norte-americana e porque temos Copa e Olimpíadas no Brasil. O que fazemos aqui passa a ser visto com lente de aumento, por isso o Brasil perde uma chance de mostrar que tem capacidade de organização. Criticaram o Eduardo Paes quando ele falou mal a organização pra Copa, ele está completamente certo. Mais oito meses e Copa das Confederações. Houve melhora em infraestrutura, em transportes, em urbanismo? O resultado pra Copa do Mundo vai ser a construção de 12 novos estádios e só. E dos 12 no mínimo quatro serão elefantes brancos.

    • janca

      O que é uma pena. Mesmo o setor de hotelaria e turismo que tinha muito a melhorar deve deixar legado mínimo. E a questão urbanística poderia ser discutida, aproveitando os dois eventos que teremos, por que não debater o modelo de cidade que queremos deixar pras gerações futuras? E o que queremos ver em funcionamento o mais breve possível?

  • Mirella

    A audiência da novela traz à tona outras discussões que falam muito sobre o brasileiro e o pouco que evoluímos de 1989 pra cá. A Globo continua a todo poderosa, paro o país e conduz a agenda do povo brasileiro. O capítulo final de uma novela bater o recorde de audiência mostra o que essa emissora é capaz de fazer. Não deu na Globo não aconteceu.

    • Renato Augusto

      Você prefere Record? Ontem vi o Jornal da Record e foi de matar reportagem sobre o livro do Edir Macedo. Propaganda pura do dono da Igreja Universal. Melhor a Globo tomando conta do Brasil que uma Record da vida.

      • janca

        Não sei se evoluímos pouco de 1989, as condições mudaram muito, algumas pra melhor, outras nem tanto, há aquelas que permanceram as mesmas. Mas Globo e Record têm projetos diferentes. A segunda tem, claramente, um projeto político muito forte. A primeira talvez até já tenha tido, hoje não sei.

  • Renato Augusto

    Você acha certo o governo gastar 1 bi com o Maracanã pra passar pro Eike Batista administrar? O Eike pega dinheiro do BNDES pra fazer negócios, o BNDES existe porque nós pagamos impostos, o trabalhador comum, pagamos por saúde decente, na hora de marcar consulta ficamos um ano na fila de espera. Esse é um país de cabeça pra baixo.

    • janca

      Não, como não acharia certo o governo repassar o estádio pra Flamengo e Fluminense administrarem, dois clubes que devem para o próprio governo. E não acho certo o destino dado ao Engenhão, que parou, quase de graça, nas mãos do Botafogo.

  • nilú

    Cada vez menos consigo entender o ser humano, o povo só gosta de ver coisas ruins acontecerem, por isso tanta audiência para essa novela. Assistiram num primeiro momento pela maldade que acontecia para pessoas boas, e num segundo momento, para ver as pessoas más , se ferrarem. Conclusão: A violência atrai o homem, estou doida? Enfim, fui ao cinema na hora da novela, eu e mais umas 12 pessoas na sala. Uma delícia.
    Sabe que assistir esse tipo de coisa me deixa angustiada e também irritada, já chega nosso dia a dia, que infelizmente não é ficção. Abs Nilú

MaisRecentes

Contas corintianas



Continue Lendo

Timão em 2018



Continue Lendo

Verdão aflito



Continue Lendo