Tite pede ajuda à CBF



O técnico Tite não quer que jogadores do Corinthians sejam convocados por Mano Menezes para o Superclássico das Américas, em 21 de novembro, em Buenos Aires.

A expectativa é que pelo menos três atletas corintianos, Cássio, Ralf e Paulinho, sejam chamados para o confronto contra a Argentina, remarcado para o mês que vem devido ao apagão na cidade de Resistência.

Para o treinador, a CBF deveria atender ao pedido porque o clube paulista estará na fase final de sua preparação para o Mundial de Clubes, que acontece em dezembro, no Japão. Ele espera contar com o auxílio de Andrés Sanches, diretor de seleções da CBF e ex-presidente do Corinthians, e com a compreensão de Mano Menezes, atual técnico da seleção que já comandou o Timão, uma vez que José Maria Marin tende a lavar as mãos no caso.

Eu, sinceramente, acho um exagero o pedido corintiano. Se outros times tiveram que ceder jogadores, caso do Santos em meio à disputa da Libertadores contra o próprio Corinthians, por que uma exceção deveria ser feita ao Timão, que nessa data ainda não terá embarcado para o Japão, o que só fará no início do mês seguinte?

O argumento de Tite, que tem o apoio da direção do clube paulista, é que o time irá representar o Brasil no Mundial de Clubes. Se o Superclássico acontecesse duas semanas depois, teria toda a lógica do mundo. Como não é, confesso que não vejo o porquê da dispensa de Cássio, Ralf e Paulinho. Nem da de Fábio Santos, se continuar na lista de Mano.

Quando a questão envolveu Santos, São Paulo e outros mais que se sentiram prejudicados com as convocações de Mano, Tite se calou. Com todo respeito que tenho ao técnico corintiano, se o time não ganhar o Mundial de Clubes _acho que entra como favorito_, não será pelo Superclássico das Américas. A equipe, afinal, só estreia no torneio três semanas depois da partida na Bombonera. Há tempo mais do que suficiente para se preparar.



MaisRecentes

O escândalo de Platini



Continue Lendo

Fernando Diniz na berlinda



Continue Lendo

Deuses da Bola



Continue Lendo