Castelo de areia



Um dos pontos que chamaram minha atenção nas eleições à Prefeitura de São Paulo foi a desconstrução da candidatura de Celso Russomanno (PRB), candidato que não tinha projeto de governo. Suas propostas não passavam de um castelo de areia para inglês ver. O eleitor, no final, optou pela velha polarização entre PT e PSDB, cujos candidatos passaram para o segundo turno, um segundo turno que promete.

Fico pensando quantos Russomannos não temos comandando ou em cargos importantes no mundo esportivo do Brasil. Candidatos que são eleitos por seus pares sem propostas e projetos por simples troca de favores. E que podem se perpetuar no cargo indefinidamente pelo “toma lá dá cá” ou pelo “é dando que se recebe”, citado ontem pelo suplente de Marta Suplicy no Senado, candidato a novo mandato na Câmara de São Paulo, Antonio Carlos Rodrigues (PR).

Quem votou na Marta para senadora não terá sido traído? Tudo bem, talvez tenha sido um risco calculado, mas mal calculado. Quem entra no lugar dela para representar São Paulo? O suplente, que é de outro partido, tem outras ideias e defende o velho “é dando que se recebe”, lembrando, sem citar, o falecido deputado Roberto Cardoso Alves (PTB).

Os tempos passam e de vez em quando ou de vez em muito parece que as coisas não mudam. No que diz respeito ao esporte as mudanças são pontuais. E muitas vezes para pior. O COB, por exemplo, não apresenta resultados positivos nos Jogos Olímpicos de 1996 para cá. Mas consegue muito mais recurso público e Carlos Arthur Nuzman é reeleito pela quarta vez.

Parte para o quinto mandato, dizendo que em 2016 seremos “top 10” nos Jogos do Rio, como se isso fosse o principal, quando não é. Como chegar lá? Certamente vai pedir mais e mais dinheiro público e preparar as desculpas caso não atinjamos à meta.

Na CBF, qual era o plano de trabalho de Ricardo Teixeira, que se perpetuou no poder de 1989 a 2012 e só largou o osso devido às denúncias de corrupção que não paravam mais? E ao tão comentado recebimento de propina da ISL, parceira da Fifa que faliu e teria dado boa grana pra ele e seu ex-sogro, João Havelange. Em quem Nuzman, aliás, se espalha.

Entra José Maria Marin, o vice mais velho que dá um salário para Teixeira ser seu consultor, com que agenda de trabalho? Com quais propostas? Alguém sabe? Imagino que não, porque talvez ele seja tão vazio, em termos de propostas, como Russomanno.

Russomanno, com a candidatura desconstruída, caiu fora. Mas e Nuzman, Marin e tantos presidentes de federações e confederações que se agarram ao poder e se recusam a sair? Não está na hora de mudarmos o quadro, com a rotatatividade de poder e limitação de mandatos sugerida por Aldo Rebelo, do Esporte? Não está na hora de o governo parar de dar verba pública e cobrar resultados do COB, que às custas das tetas do governo sustenta e paga regiamente seus executivos? Não está na hora de o governo rediscutir o monopólio da CBF sobre a seleção brasileira, um dos principais produtos nacionais? Acho que sim. Mas será que eles acham? Duvido. Apesar dos pesares, boa semana a todos, Janca



  • CONHECEDOR

    Demorará, mas chegará o dia de ser permitida apenas uma reeleição. Tudo deverá funcionar com planos de trabalho e cobrança efetiva de resultados. Seja em clubes, federações ou confederações. Temos que acreditar e utilizar a opinião pública em favor de melhorias. Esse dia chegará, mas ficará mais perto quando a demonstração pública, via disseminação de informação atingir todas as camadas. Vamos sim evoluir e devemos apresentar comentários como o supra. Parabéns.

    • janca

      Concordo com você. Apesar dos pesares há alguns sinais positivos no horizonte, nem que seja a cobrança do ministro do Esporte para limitar a reeleição, nem que seja a postura da sociedade civil, que tem o direito de cobrar resultados e boa aplicação de recursos, que segundo o próprio COB não acontece em dadas confederações e federações _vide escândalo na CBDG (Confederação Brasileira de Desportos de Gelo), que por sua vez faz sérias acusações ao COB. Espero que evoluamos, sim, e para isso a imprensa e a sociedade têm papel fundamental. Grande abraço e boa semana pra você, Janca

  • Flavio Rodrigues

    essa ligação entre Nuzman e Havelange soa até como um tapa na cara da sociedade e de quem gosta de esporte… é impressionante como somos dirigidos por uma mesma panela a 20, 30 anos e nenhuma atitude é tomada… e quando digo atitude, cai nas costas do governo, pq os clubes não tem atitude no caso do futebol e as confederações no caso dos outros esportes é pior ainda… essa conversa é de que se não apoia-lo, ele não repassa verba e as persegue? certo! mais e aí… vai ser assim pra sempre, ninguém tem culhão e caráter suficiente pra bater de frente, se juntar, formar um movimento, romper, o q for!… pra mim. tudo farinha do mesmo saco e desculpa esfarrapada… a limpeza e a rotatividade no poder tem q ser geral… pra limpar essa corja, mesmo q demore um pouco, mas se tiver essa rotatividade, melhora muito… e nesse caso só o governo pode fazer alguma coisa…

    • janca

      Tem uma hora que é preciso bater de frente, por mais machucado que você saia do episódio. Mas Nuzman nunca deixou de dizer que seu ídolo é João Havelange e o defendeu mesmo após a notícia de que havia recebido propina _tanto que saiu do COI, o Havelange, para ter as investigações interrompidas. E segue na cena “pública”. Fez reaparição pública depois de um problema de saúde para votar em seu amigo Nuzman para mais um mandato no COB. Nuzman era candidato único. Havelange apertou o sim, dando seu voto para Nuzman, depois até se confundiu, acho que o sim significava não, mas asseguraram que ele votou certo. Em Nuzman. O que talvez tenha sido um voto bem errado. Depende do ponto de vista. Abs.

  • Cássio

    Chávez foi reeleito pela quarta vez. Nuzman faz escola na Venezuela.

    • janca

      Risos.

  • Batista

    Então Janca, falando em Rssomano: A Família Russomanno decepciona e termina campanha em São Paulo sem eleger nenhum dos três irmãos. Que teria contribuido com isso? não teria sido o efeito “iurd”? ou seria aquela votação na Camara quando um “Russomano” Votou contra isenção da Arena Coritnhians! Eis a questão! Imagena só a minha tristeza! rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs!

    • janca

      Nem sabia que eram trê irmãos candidatos, de onde tirou isso? Mas de repente até pode ser… Agora a não-eleição do Russomanno nada teve a ver com a questão do estádio corintiano. Disso tenho certeza, Batista. A candidatura dele era de papel. Sem proposta sólida nenhuma. Abs. Janca

  • Eduardo Junior

    Janca,

    Acho que essa situação do Brasil de toma lá da cá, os maiores responsáveis somos nós mesmos. Eu particularmente mudei minha forma de votar, mesmo que euzinho não consiga mudar muita coisa, mas ao menos o meu voto vou mudar.

    Passei a pesquisa sobre meu candidato, e peguei contatos, pois o que achar de errado vou escrever mesmo que com a certeza q serei ignorado, mas ao menos terei prazer de não votar nele novamente.

    O que esperar de um Brasil que seus eleitores nem se lembram em que votarão? Ou daqueles que votam em pessoas despreparadas, como palhaços, jogadores que não souberam nem administrar sua própria vida, quando mais a do povo?

    Infelizmente a política no Brasil não tem interesse do povo, mas sim pessoal.

    Por que os clubes não se juntam contra a CBF, Federação e exigem um calendário descente? por puro interesse pessoal.

    Marin não mandou Mano e Andrés embora, por medo do Lula que ligou para ele elogiando seus compassas, e como um típico político brasileiro que é, acatou, até quando um mais poderoso dar cobertura para ele tomar suas decisões.

    Posso estar equivocado, mas os incentivos fiscais dados pela prefeitura para construção do Itaquera, não foi digerido muito bem pelo povo, e logo o Alckmin resolver tirar o dele da reta e vetar a construção da arena móvel, e o BNDES ainda não liberou o dinheiro, enfim, até as eleições finalizarem para os caras voltarem a fazer suas maracutaias novamente dando as mais esfarrapadas desculpas.

    O Brasileiro é lesado e não se dá conta, enquanto os Líbios estão morrendo por liberdade, pela democracia, nós aqui estamos preso e esse esquema de corrupção e interesse que nos impedem de ter uma saúde adequada, educação, segurança, moradia, lógico que nunca teremos, pois quem financia as campanhas desses marginais são essas empresas privadas.

    • janca

      Acho bom cada um de nós prestar muita atenção nos candidatos em que votamos. Eu tento prestar, embora tenha errado no voto muitas vezes. Votei em Marta Suplicy para o Senado, não para o Ministério da Cultura. Sabia que o suplente dela era um pavor, mas apostei que ela não largaria o cargo para o qual foi eleita para dar lugar a ele. Fez isso e nunca mais terá meu voto. Sei que terá o de outros, mas o meu, não. Abs. Janca

  • Luiz Marfetan

    Mas bah che, é isso ai. Estou tapado de nojo com todos esses sujeitos. Mas você esqueceu de falar sobre o monopolio que a emissora de teve exerse sobre a cbf. O que também e de lamentar!

    • janca

      Quanto mais concorrência melhor, sem dúvida, inclusive na mídia. Melhor pra todos, Luiz.

  • alessandro

    SO GOSTARIA DE FAZER UM ACRESCIMO,O RUSSOMANNO REALMENTE NAO TINHA PROPOSTAS,MAS DE QUE ADIANTA OS OUTROS QUE TEM E APOS OS 4 ANOS DE MANDATO NAO CUMPRIRAM NEM METADE?QUE NOS ENGANARAM COM PROPOSTAS IRREALIZAVEIS?PREFIRO O RUSSOMANNO SEM PROPOSTAS POIS NAO ME SENTIREI ENGANADO DEPOIS,SEI Q ELE FARIA O QUE FOSSE POSSIVEL QUE EM VEZ DO CASTELO DE AREIA NAO TERIAMOS UM CASTELO DE ILUSOES.
    QUANTO A CBF A CULPA E EXCLUSIVA DOS CLUBES QUE JA DEVERIAM TER SE REBELADO E POSTO ESSA MUMIA DO MARIN PRA FORA DE LA HA MUITO TEMPO,MAS APOIAM ELE EM TROCA DE PEQUENOS FAVORES E MIGALHAS,QUE SE HOJE SAO UMA AJUDA NO FUTURO TEM UM CUSTO BEM ALTO!!!

    • Carlos Otsubo

      Cara, odeio tanto PSDB quando PT, mas ambos são partidos que atingem boa parte de suas metas, lógico que temos absurdos gritantes como Serra sair do cargo…e deixar o excêntrico Kassab no comando mas o problema dos dois partidos passa longe das suas realizações!! O grande problema é como eles realizam e os valores (não digo só financeiros, mas também os morais) de cada um deles, outro problema é a visão (no caso a falta) de onde estão os problemas a serem resolvidos!!!

      Você prefere um cara que não promete nada….triste isso!! Pq na sua avaliação qualquer feito já seria 100% de satisfação…a proposito já que pensa assim….pq não assina um cheque em branco e dá ele a um pupilo do Maluf?!? Infelizmente as opções não ajudavam Serra e Hadad estão muito longe do que realmente gostariamos….mas até ai aceitar o Russomano?!?

      Os clubes realmente são culpados, e parte dos clubes já tentaram se rebelar, o problema é o excesso de interesses individuais que cada clube possui…querem crescer sozinhos, contratam chineses pra atingir o publico asiático…mas pra que se eles não assistem o campeonato brasileiro….os clubes não perceberam que só crescem (no mercado externo) com o crescimento dos outros….Real Madrid é um monstro na Ásia pq é La Liga é o campeonato mais acompanhado de lá…e Real x Barça um dos shows mais assistidos do ano, Manchester é o time número 1 da África por a Premier League é o campeonato mais assistido do continente, e seus adversários Arsenal e Chelsea fazem um tremendo esforço pra acompanharem os Reds…

      Do que adianta o Zizao jogar no Corinthians e não passar o campeonato brasileiro na China ou se passasse do que adiantaria se os adversários não estão alinhados as propostas corinthianas, afinal cada um faz o seu….futebol brasileiros deveria ser mais unido, todos com seus interesses alinhados….enquanto for cada um na sua….Marin e Texerias estarão no compando para satisfazer os poucos mas necessitados clubes brasileiros!!!

      • janca

        E como você bem apontou os clubes estão divididos, cada um pensa nos próprios interesses, até o Clube dos 13 rachou. Sem consenso e sem união entre os clubes para defender os próprios interesses fica complicado. E quem sai ganhando é a própria CBF, que incentiva o racha para reinar sozinha.

      • ALESSANDRO

        BOM DIA AMIGO,NA VERDADE NAO APOIO O SR RUSSOMANNO O QUE EU QUIS DIZER E QUE OS OUTROS 2 NAO SAO EM NADA MELHORES DO QUE ELE,E QUE NAO ADIANTA NADA SE FAZEREM PROGRAMAS DE GOVERNO QUE SAO APENAS MERAS ILUSOES QUE NAO SERAO CUMPRIDAS.NO CASO O RUSSOMANNO ESTA SENDO MAIS HONESTO(SOMENTE NISSO)EM NAO PROMETER O QUE NAO SE TEM CERTEZA QUE SE POSSA CUMPRIR, O QUE GERALMENTE ACONTECE COM TODOS OS CANDIDATOS,QUE FAZEM PROGRAMAS DE GOVERNO QUE SAO A PROMESSA DE SOLUÇAO DE TODOS OS PROBLEMAS E QUE NO FIM DOS MANDATOS NAO RESOLVERAM NEM 25% DELES.
        QUANTO A ELEIÇAO NA VERDADE NAO VOTEI EM NENHUM DOS 3 ACHO QUE ELES REPRESENTAM OS MODELOS DE POLITICOS QUE JA ESTAO ESGOTADOS(NEOLIBERAL,PETISMO E MALUFISMO)EU VOTEI EM ALGUEM QUE ACREDITO POSSA TRAZER ALGO DE NOVO,VOTEI NO GIANAZZI.

    • janca

      Não acho que a responsabilidade seja só dos clubes, não, as federações também têm poder de voto, mas certamente boa parte da responsabilidade cabe a eles, o clubes e seus dirigentes.

      • ALESSANDRO

        BOM DIA JANCA CITEI OS CLUBES PQ AI SERIA A MAIOR CHANCE DE MUDANÇAS,EU ACREDITO QUE OS CLUBES SEJAM OS MAIORES PREJUDICADOS PELO SISTEMA PODRE E ARCAICO QUE SE INSTALOU NO COMANDO DA CBF E VEJO NOS CLUBES A UNICA CHANCE DE MUDANÇAS,POIS ALEM DE TEREM MAIOR VISIBILIDADE NA MIDIA(O QUE IMPULSIONARIA A OPINIAO PUBLICA POR MUDANÇAS)SERIAM OS MAIORES GANHADORES NO CASO DE MUDANÇAS QUE DESSEM UM TOM DE PROFISSIONALIZAÇAO AO FUTEBOL.
        QUANTO AS FEDERAÇOES,SAO APENAS UMA EXTENSAO DO QUE ACONTECE NA CBF,NAO CREIO QUE MUDANÇAS POSSAM OCORRER A PARTIR DELAS,MESMO QUE UMA OU DUAS MUDASSEM NAO TERIAM MUITO O QUE FAZER POIS SAO 27 DELAS ALIMENTANDO TODO TIPO DE LADRAO,CORRUPTO ENFIM A ESCORIA DO FUTEBOL.

        • janca

          Oi Alessandro. Concordo que as mudanças teriam que partir dos clubes, que têm muito mais força para pressionar por elas. Infelizmente ainda um grande problema que temos é que cada um deles (ou boa parte deles) pensa mais no próprio umbigo e com esforços descentralizados e cada um lutando por uma coisa diferente fica complicado. Sem união eles não chegam a lugar nenhum e a CBF continua imperando como impera há anos. E com os dirigentes de sempre.

  • lee

    Eu tenho a solução para todos os problemas politicos do País!

    É só botarem uns trio elétricos nas ruas, com latinha a 3 por cinco …que a galera vai pra cima, fazendo manifestações, passeatas, protestos, com direito a marchinhas e tudo o mais

    Tô zoando nao! É a nossa única saída….

    “1, 2, 3 quero comer feijão..se nao baixarem o preço nao vou pro engenhão!!’

    • Batista

      EU TAMBEM TENHA A SOLUÇÃO PARA A CORRUPÇÃO NESSA POLITICA BRASILEIRA! ESSES POLITICOS QUE INTERFEREM ATÉ NO SUPREMO! É SÓ OS MILITARES ENTRAR NO CONGRESSO E DESCER A LENHA NESSE BANDO DE; “MIQUELETES”. FAZER CADA UM VOLTAR PARA SEUS ESTADOS DE PAU DE ARARA! ASSIM COMO O LULA DISSE TER CHAGADO À SÃO PAULO. ALIÁS, MALDITO PAU DE ARARA. HEIN! DESGRACIADO…

MaisRecentes

Pela saída de Levir



Continue Lendo

Apoio a Jô



Continue Lendo

Os preços da Seleção



Continue Lendo