Os 200 observadores



Os esclarecimentos sobre a demissão de nove funcionários do Comitê Rio-2016 que teriam furtado documentos dos organizadores dos Jogos de Londres até agora não foram dados. Seguem evasivos demais. Nada explicam. Afinal quem deu as ordens para a cópia do material? Se eles tinham senha e login para fazê-lo alguém disse que não era pra copiar nada? Se o material estava disponível para os brasileiros, que mal eles fizeram? Agiram por conta própria ou a mando de alguém? Por que as demissões, se se trata de furto, segundo noticiado, não foram por justa causa? Por que os nomes dos funcionários, se eles furtaram documentos, não foram revelados?

Mas o que também chama a atenção é que havia dois grupos diferentes de observadores. Os “infiltrados”, cerca de 15 a 20, nove dos quais acabaram demitidos, e os demais, que zanzavam por Londres, pelas arenas, pelos jogos, para catar informações relevantes sobre o que foi feito na Olimpíada. Os bons exemplos podem ser seguidos, os ruins, deixados de lado ou corrigidos para 2016. Este último grupo tinha nada mais nada menos do que 180 a 185 pessoas. O que elas fizeram na prática? O que trouxeram de positivo para o Rio? Quanto consumiram do Comitê e dos cofres públicos? Você sabe? Eu não. E somos nós, contribuintes, que pagamos os gastos, inclusive porque o Comitê Organizador Local e o Comitê Olímpico Brasileiro, ambos dirigidos pelo mesmo presidente, Carlos Arthur Nuzman, se confundem. E o COB, como se sabe, vive das tetas do governo. Cada vez querendo mais dinheiro, apesar de não ter apresentado retorno dos investimentos em Londres.

Como somos nós que pagamos as contas, uma satisfação merecemos. Foi um trem da alegria??? Até agora não sei, mas imagino que possa ter sido, sim. Sabemos como as coisas funcionam por aqui. Ou não? Se não, alguém dê explicações à sociedade. E esclareça de vez o que aconteceu com os nove funcionários _no início falava-se em dez_ demitidos. Cada um atuava num setor. Não é coincidência demais que nove tenham decidido copiar documentos? Será que não foram bem instruídos? Talvez. E se for este o caso os nove é que têm de pagar a conta? Quem está acima deles não? Isso que não entendo. E não aceito.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo