O livro de Teixeira



Ricardo Teixeira recebeu sondagem de uma editora norte-americana para escrever um livro sobre sua polêmica trajetória como dirigente do futebol brasileiro. O ex-presidente da CBF, que vive radicado na Flórida, ainda não respondeu. A editora, que faz parte do Penguin Group (USA) Inc., um dos maiores grupos do setor nos Estados Unidos, não comenta as negociações.

Em julho imprimiu a edição de um dos títulos mais vendidos segundo lista do “New York Times”, o livro “The End of Normal” (“O Fim da Normalidade”), de Stephanie Madoff Mack, nora de Bernard Madoff, magnata que provocou um dos maiores escândalos financeiros nos Estados Unidos e foi condenado a mais de cem anos de prisão. Mãe de dois filhos pequenos, Stephanie perdeu o marido, Mark, que se matou no meio do caos em que virara sua vida, alegando desconhecer as ações do pai até o último instante. Uma tragédia pessoal e familiar impressionante. Vale a leitura. Já a de Teixeira… Se for escrita como a biografia de muitos políticos que estão por aí será conversa para boi dormir, mas interessará aos editores? Duvido.

Enfim, sondagem já houve, embora acredite que o ex-presidente da CBF preferirá seguir na moita. O dirigente me lembra o ex-presidente João Baptista Figueiredo, aquele que pediu para o povo esquecê-lo.



  • Essa história tá mal contada, hein, Janca: quer dizer que a nora do Madoff sabia, mas o filho dele, não? Hahaha! Parece até com o caso do Mensalão; ninguém sabia!

    Quanto ao Teixeirão, claro que ele não tem coisa alguma a contar; que apodreça em sua carcaça batráquia, ao sol de Miami, no mais puro esquecimento e desprezo social – a despeito dos puxa-sacos do além, claro.

    A respeito de sua obra, aliás, escrevi um artigo: “O Patriota Idiota e o Time da CBF” – que pode ser lido no http://borogodofutebolclube.blogspot.com.br/2012/09/o-patriota-idiota-e-o-time-da-cbf.html

    Abração,

    João Sassi

    • janca

      Obrigado pela dica, João Sassi. Mas no caso do Madoff a nora diz que não sabia de nada _e imagino que não sabia mesmo_ e insiste que seu marido tampouco sabia. Tanto que ele rompeu não só com o pai como o denunciou à polícia e colaborou nas investigações quando diz que ficou sabendo do esquema montado pelo financista. E rompeu também com a mãe. A suspeita é que ela sim soubesse de tudo o que estava acontecendo. E o livro é bem interessante. Agora que o Teixeira certamente tem muita coisa a contar, tem. O problema é se ele vai querer contar, porque pelo jeito fugiu do país e quer mesmo que o esqueçam. Até acusação de desvio de dinheiro público em amistoso da seleção para favorecer o amigo dele _Sandro Rosell, presidente do Barça_ houve. Aí mesmo no Distrito Federal. Abs.

  • Marcos Vinícius

    Janca,é muita ilusão e até inocência achar que Teixeira vai falar tudo o que sabe e o que viveu nesses vinte e poucos anos que esteve à frente da CBF. Mas se ele contasse pelo menos os bastidores das copas, e o que verdadeiramente acontecia quando os peixes graúdos (Eurico Miranda,Mustafá Contursi,Alberto Dualib,Mário Petraglia,entre outros) estavam envolvidos já seria garantia de venda acima de seis dígitos de números de exemplares.

    A relação Teixeira/Havelange/FIFA é outra coisa que mexe muito com o nosso imaginário. Todos,imprensa ou não,cogitamos e achamos que havia muito coisa por baixo do tapete,mas na verdade de fato ninguém sabia de nada. A influência da imprensa,de empresários e outras coisas mais que seria muito bom se Teixeira revelasse.Mas,mesmo tendo saído pela porta dos fundos,duvido que ele abra o jogo.Isso,claro,considerando que ele aceite a proposta.

    • janca

      Certamente se ele contasse tudo o que sabe o livro seria um sucesso. Mas duvido que ele “fale”. Como você mesmo disse saiu pelas portas dos fundos, cheio de denúncias de corrupção. Abs.

  • Carlos Eduardo

    Seria interessante ele escrever sobre os fatos reais na copa de 98, isso sim ia ser um escandalo.

    abrs Janca!

    • janca

      Na Copa de 98 acho que teve muita teoria da conspiração, Carlos Eduardo. Mas os bastidores da Fifa e do futebol brasileiro, os porões do esporte, digamos assim, poucos conhecem como ele conheceu. Mas duvido que fale, inclusive por ser _ou ter sido_ parte dele. E pelo jeito ganhou muito dinheiro, conforme informações da própria Justiça suíça. E salário ganha da CBF até hoje. É consultor, acredite ou não, de José Maria Marin. Mas pensando bem nada mais natural do que isso, afinal Marin era vice de Teixeira. O vice mais velho, diga-se de passagem. Abs.

  • Luiz Marfetan

    Não seria bom o RT fazer as memorias de lhe. Assim ensinaria outros pilantras, igual a ele, as mazelas de como desviar dinheiro alheio sem ir preso. O que você acha?

    • janca

      Eu acho que se ele contasse tudo o que sabe seria uma biografia interessantíssima, mas duvido que faça. Até porque as consequências pra ele poderiam ser pesadas. Denúncias e acusações não lhe faltavam tanto que acabou fugindo pra Flórida.

  • Tiago

    Janca, o livro sobre o Madoff em português se encontra por que editora?

    • janca

      Que eu saiba não tem tradução para o português.

  • Adriano Manteiga

    Opa Janca, tudo bem?

    Vi esse post e lembrei de uma conversa nossa no comeco desse ano.
    A encontrei e a reproduzo aqui pra que fique como uma espécie de reflexao, até porque nao tenho nem mais forca pra separar uns quantos minutos mais pra comentar sobre esse safado…

    Um forte abraco, viele Grüße aus Deutschland

    Adriano Manteiga disse:
    20 de fevereiro de 2012 às 9:42
    Triste, Janca…

    Segundo notícias (ou boatos) veículadas por aí, principalmente pela Veja (outra que de repente resolveu atacá-lo também, depois de mais de 2 décadas praticamente calada), esse ladrao safado já comecou a vender seus bens no Brasil pra se mandar pra Miami.

    Fez fortuna com a nossa Selecao, que era quase um produto particular dele. E nao só ele se aproveitou desse produto. A selecao foi por décadas uma verdadeira máquina de dinheiro pra uma corja de safados, gerando milhoes de reais direta ou indiretamente (conchavinhos…) pra ele e pra muita gente em volta. Se é que se pode chamar de gente esse tipo de ser vivo.

    E lá vai ele pros E.U.A. com sua fortuna feita às nossas custas, sem que ninguém apure de onde veio todo esse dinheiro.

    E a polícia Federal, o parlamento e povo brasileiro de bracos cruzados…

    Será mesmo uma coincidencia que ele esteja armando tudo isso no meio do carnaval?

    Que beleeeeza, Brasil!

    janca disse:
    20 de fevereiro de 2012 às 9:56
    Oi Adriano. A expectativa era de que ele saísse na quinta passada, não saiu, foi pra Miami e segundo a assessoria da CBF retoma as atividades na entidade depois das festas… E a Copa segue à deriva. Abração e boa semana pra você, Janca

    Adriano Manteiga disse:
    20 de fevereiro de 2012 às 10:07
    Eu duvido que ele fique na CBF. Ele pode carregar todos os adjetivos pejorativos do vocabulário brasileiro, menos um: burro. Isso ele nao é…

    Ele nao vai esperar o circo pegar fogo pra sair. De jeito nenhum.

    Ele tá arrumando o terreno pra se mandar. Se ele retomar as atividades depois das festas, significa entao que ele tem ainda algo pra acertar e colocar debaixo do tapete antes de se mandar.

    Eu aposto o que for que na hora certa ele vai se mandar pros E.U.A. pra viver lá com a família e nada vai ser devidamente apurado.

    Infelizmente a frase atribuída a de Gaulle há mais de meio século (ainda que talvez nao tenha sido sua…) segue sendo atual: “Le Brésil n’est pas um pays sérieux”.

    Um abraco da fria Alemanha e uma ótima semana igualmente.

    janca disse:
    20 de fevereiro de 2012 às 11:58
    Mas o circo já está pegando fogo e o Teixeira talvez armando seu contra-ataque. Parte dos presidentes de federações que estavam alvoroçados com sua possível saída já recuaram com o anúncio da CBF de que ele continuará a trabalhar pós-Carnaval. Mas que a coisa está feia, está, ainda mais com a situação de Teixeira muito complicada na Fifa, ele tem inclusive evitado contato com Joseph Blatter e é persona non grata por boa parte do Comitê Executivo, e também com o governo federal, já que não tem a simpatia da Dilma. Tinha a do Lula, mas a presidente agora é outra. Abs. pra você e uma ótima semana aí na Alemanha, Janca

    • janca

      É, Adriano, você tinha razão, como tinha razão o Juca Kfouri. Ele de fato saiu de fininho, vendeu o que pode, mudou-se para a Flórida e… O que pergunto é se fica mesmo tudo “numa boa”? Ele curtindo a vida nos Estados Unidos e não respondendo pelo que fez, inclusive a notícia de que teria recebido propina da ISL. Fica por isso mesmo??? Abs., Adriano, parabéns pelo seu Flu, que foi ajudado pela arbitragem sábado (rs), mas venceu e faz belíssima campanha. Tenho gostado muito do trabalho do Abel Braga, melhor do que o Mano Menezes, a meu ver, um dos nomes que acho interessante para a seleção. O do Abel, o do Mano, não. Abs. e ótima terça pra você, Janca

      • Adriano Manteiga

        Bom dia, Janca.

        Vai ficar por isso mesmo porque – como eu, voce e todo mundo sabe – tem muita gente importante com o rabo preso com o Teixeira.

        Eu tinha feito um desabafo sobre o Brasil, mas o caso do Ricardo Teixeira obviamente nao é exclusividade nossa. É verdade que no Brasil esses casos sao mais comuns, estao espalhados aos montes por todas as esferas da sociedade, mas aqui na Europa também tem muito caso parecido. Nao precisa nem sair do círculo do Teixeira, é só ver o Joseph Blatter.
        Aliás, a imprensa européia dá muito porrada nele, principalmente a alema (ele sempre reclama da imprensa alema), mas infelizmente nao tem adiantado muito, ele nunca vai ser “pego” pelo mesmo motivo do Teixeira: tem muita gente importante com o rabo preso com o Blatter aqui na Europa também. E o mesmo acontece com o Ecclestone na Fórmula 1 e por aí vai…

        E sobre o Flu, Janca, notei uma certa provocacao aí hein hehe como a gente foi ajudado pela arbitragem contra o Náutico se houve 2 penaltis a favor do Flu e 1 contra nao marcados? Mas que foi impressionante o erro do árbitro no lance do Náutico, isso foi…
        Ajuda mesmo tivemos da sua Portuguesa há 2 rodadas atrás, quando levamos 3 pontos de voces num jogo em que voces foram bastante superiores. E espero que nos ajudem novamente no próximo final de semana ganhando o jogo de voces hehe

        Um forte abraco e uma ótima quarta.

        • janca

          Risos _sobre seus comentários em relação ao Flu e à Lusa. Já sobre Teixeira e Blatter é rir pra não chorar. A imprensa britânica também bate muito no Blatter, mas ele segue lá, mantido por seus pares. Tem muita gente, pelo jeito, com rabo preso, não eram só Teixeira e Havelange, claro. Justamente por isso duvido que Teixeira abra a boca, embora saiba muito sobre o que acontece nos subterrâneos e nos porôes do futebol. É um arquivo vivo. E que hoje mora nababescamente na Flórida. Abs. e espero que sábado dê mesmo Lusa, precisamos ganhar uns pontinhos para nos distanciar do rebaixamento, que ainda me assombra um pouco, e tentar uma vaguinha na Sul-Americana. Abração e boa quarta pra você, Janca

  • Deus do Céu! Não creio que li tamanha barbaridade… Comparar Ricardo Teixeira com um dos mais dignos e íntegros presidentes da história tupiniquim não poderia ter sido mais infeliz.

    O grande e saudoso General João Figueiredo nada mais é que uma das parcas figuras de honra e orgulho na política que o Brasil pertence e venera.

    Compara-lo com o que há de pior na escória futebolista do país foi um ato falho absolutamente imperdoável! Lastimável!

    Viva o grande Gen. João Figueiredo!!!

    • janca

      Temos opiniões políticas diferentes, pelo jeito. Embora em termos de denúncias de corrupção o que se via nos tempos do general era fichinha perto do que vemos hoje, mas não consigo defender a ditadura representada por Figueiredo, não. Nem a política econômica. Seu governo, a meu ver, foi desastroso.

MaisRecentes

Contas corintianas



Continue Lendo

Timão em 2018



Continue Lendo

Verdão aflito



Continue Lendo