A aviação em 2014



O governo federal quer que até 2014, quando o Brasil recebe a Copa, o comportamento das companhias aéreas seja diferente do que é hoje, quando bate recordes de reclamações dos consumidores.

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) deve tirar do papel uma série de normas que as companhias já deveriam estar respeitando e até aqui não estão.

Uma delas diz respeito ao desvio de bagagem. Muito comum nos aeroportos brasileiros o problema deverá ser combatido com a exigência de as empresas colocarem um maior número de funcionários no solo para cuidar do transporte de bagagens até o avião e dele para as esteiras onde são retiradas. Caso sumam, o prazo para o ressarcimento ao passageiro deverá cair de um mês para uma semana e o valor será aumentado.

Para atrasos de duas horas ou mais na saída do voo o pagamento de refeições e/ou acomodações para os passageiros prejudicados será obrigatório, algo que hoje nem sempre acontece. Em caso de fechamento do aeroporto por período superior a duas horas que faça o passageiro perder um jogo da Copa para o qual ele tenha ingresso, por exemplo, a ideia é que o sujeito seja indenizado recebendo valor por dano moral a ser estipulado antes do Mundial.

Segundo estimativa da Anac, cerca de 600 reclamações foram feitas no Procon de São Paulo contra companhias aéreas brasileiras até o final de agosto. A expectativa é que o número se aproxime de mil até dezembro, o que seria mais do que o dobro das queixas do ano passado. O que mostra, aliás, como a situação anda complicada nos nossos aeroportos, onde o passageiro é tratado como gado. Mas não acontece o mesmo nos estádios de futebol? O torcedor que foi ver Brasil x África do Sul no Morumbi que o diga.

Com os aeroportos brasileiros em más condições e sobrecarregados a tendência é de piora até 2014, já que pouco foi feito para melhorá-los até aqui e a questão das concessões tratada tarde demais. Vale lembrar que falta menos de um ano para a Copa das Confederações e menos de dois para o Mundial.



  • Lucas

    Ressarcir não só o torcedor, Janca. Quem tem reunião de trabalho e perde porque atraso em aeroportos virou coisa normal? Não tem que ser ressarcido? Só quem perde jogo da Copa? E tem outra: quem vai pra Copa viaja na véspera dos jogos, nunca no mesmo dia, e pernoita no lugar. Tem que ser ressarcido, Anac tá certa, como tem que ser ressarcido todo mundo que sai prejudicado. Direitos do consumidor.

    • janca

      Mas a ideia da Anac é justamente essa, que as companhias aéreas providenciem o ressarcimento a todos os passageiros que foram prejudicados. A Copa seria apenas um gatilho, digamos assim, para começarem a apertar as companhias aéreas que não param de receber reclamações. E tem gente que em Copa viaja no mesmo dia sim pra ver o jogo. Pelo menos isso acontece em outros países e deve acontecer por aqui também. E a Fifa já avisou que em Cuiabá, por exemplo, não haverá quarto de hotel pra todo mundo, não.

      • corinthiano da gávea

        Acho que essa idéia da Anac é só para enganar, pois a agência não tem como fiscalizar e menos ainda fazer cumprir a lei.
        Agência nenhuma cumpre o seu papel. No fundo é como se fosse uma ouvidoria que finge que faz alguma coisa.
        Só vai restar ao consumidor entrar na justiça e passar estresse.

        • janca

          E põe estresse nisso…

  • Flavio Rodrigues

    Não anda… sempre tive um pensamento meio escroto com relação a Copa, fui a favor da Copa, pq os investimento acontecem por pressão, gastam o dobro, mas algo acontece, pq senão cara, eu morro e não vejo nada, e só tenho 1 vida… rs… sei q não é a nem de longe a forma certa de pensar, sei que é pequeno meu pensamento, e pior que isso, sei que será tudo feito nas coxas… e quase nada resolvido… isso eu tenho certeza, um exemplo é o tal Plano de Expansão ferroviário aqui em SP… Colocaram o Ronaldo pra ir de trem até Itaquera, obviamente numa operação pra que tudo desse certo, mas sabemos que na realidade não é, e não vai ser assim, fachada, promessas, comerciais fascinantes na TV, etc… era pra estar qse tudo pronto, pelas previsões iniciais, mas, aqui na minha cidade, por exemplo, tem uma estação de trem sendo construída a quase 4 anos, e não está nem na metade, e um viaduto na cidade vizinha que ajudaria muito tb… a mesma coisa, duas obras do plano de expansão… O Abuso das companhias aéreas, não é um caso isolado, só pegar a além dos transportes, telefonia fixa e celular… abuso em cima de abuso… se vier a qtde de turistas que falam, qro ver o funcionamento dos tel. celurares, que já não é grande coisa… ai ai ai… na real, nós não merecemos organizar Copa do Mundo, essa que é a verdade…

    • janca

      O abuso é geral mesmo. Lembrou bem da questão das empresas de telefonia celular. Parecia que seriam apertadas pelo governo, no final não deu em nada (ou quase nada). São recordistas em reclamações. E os bancos? Empresas de cartão de crédito? Setor de serviços no Brasil? A coisa tá feia e não é de hoje, Flavio. Abs. e boa semana pra você, Janca

      • corinthiano da gávea

        Realmente Janca.
        E nós brasileiros não sabemos boicotar as empresas, por isso nada muda.
        Se uma empresa de celular não presta um serviço decente, migramos para outra… que no fundo é a mesma coisa e tem os mesmos problemas. Os valores cobrados são caríssimos. Reclamar na Anatel é perder tempo. Se você entra com processo na justiça, demora demais e a indenização é pífia.
        O consumidor não tem para onde correr, estamos de mãos quase atadas. De nada adianta fazer as leis se não tem como obrigá-las a serem cumpridas.
        Falta boa vontade das autoridades.

        • janca

          É triste mesmo, nem sei o que dizer… Tem hora que isso tudo cansa. Vamos reclamar pra quem? Pro bispo? Abs.

  • Dorival

    Janca
    No Brasil em todos os setores o consumidor é lesado, o laissez faire continua em pleno século XXI, foi na era industrial o começo desta pratica de que tudo é valido no comercio (setor privado), foi desta pratica é que surgiram as regulamentações dos governos.
    Não adianta ter regulamentações se não há quem faça a lei ser exercida, no Brasil temos um monte de funcionários públicos de fachada que nada fazem e com muitos ministérios, onde precisamos de pessoas para fazer valer a lei temos cinco pessoas para cobrir o território nacional.
    A maioria dos países onde o padrão de atendimento é muito bom passa necessariamente por um governo preocupado que as regras sejam claras e que haja como fazer valer a lei.
    Vou dar um exemplo isto não é comparação, mas sim um fato: No Brasil você comprou é seu não existe devolução por motivo algum, onde o governo respeita seus cidadãos acontece o contrario existe até leis que se aplicam na compra de qualquer coisa que não funciona (Lemon law) em português poderia ser a lei do abacaxi, você pode devolver qualquer coisa que você não queira. O país que compra as coisas da China e não devolve pra eles o que não presta incentiva os chineses mandarem a estes países o que de pior eles fazem reservando o melhor para os mercados que enviam de volta o que não presta e todos os custos correm por conta dos chineses, eles não se atrevem mandar abacaxi a estes países, eles vão para os que compram e enfiam goela abaixo do consumidor, ai todos perdem inclusive o governo que gasta divisas com porcarias.
    Toda a medida especial para atender um evento nós sabemos que só vai funcionar durante aquele evento, passado o evento tudo volta a ser exatamente como antes. O brasileiro precisa aprender a defender seus direitos senão nunca os terá.

    • janca

      E um dos problemas que você menciona e que eu tenho citado há tempos é a questão do número de ministérios, um número absurdo, muitos dos quais loteados para contentar a base aliada. Abs.

  • corinthiano da gávea

    Boa tarde Janca.
    Quer dizer que se não tivesse a Copa tudo poderia continuar como está? Esse é o pensamento do governo.
    Eu duvido que alguma coisa irá mudar em tão pouco tempo, pois as leis existem e nunca são cumpridas.
    Alguém consegue ser atendido num call-center em 1 minuto? Ou ter os prazos atendidos? E as filas dos bancos?
    Nós brasileiros não temos os nossos direitos respeitados. É só acessar o Reclame Aqui e ver a quantidade de reclamações em todos os segmentos, sejam empresas de telefonia, bancos, TV à cabo, internet, lojas magazines, etc…
    As agências não servem prá nada, seja Anatel, Anac ou qualquer outra.
    Ou seja, vai continuar tudo igual, nada será feito, o consumidor ficará no prejuízo e as empresas não estarão nem aí. No caso dos aeroportos será ainda pior do que é hoje, já que hoje em dia (sem a copa) os aeroportos não dão conta do movimento.
    Vai ser a Copa da gambearra, da exploração e preços abusivos. Além disso não temos educação para sediarmos tais eventos de porte, não sabemos receber turistas… não temos sequer banheiros públicos.
    Acho que o Brasil irá mostrar a sua verdadeira cara.
    Eu sei Janca, temos coisas boas também.
    Abraços.

    • janca

      E mesmo pra reclamar ficamos horas e horas e muitas vezes nada é resolvido. As ouvidorias das empresas são para inglês ver, pelo menos boa parte delas. Também questiono muito o trabalho das agências, vide Anatel, que você tão bem citou. Elas deveriam funcionar. Funcionam? E no caso da Anac a ideia já era pressionar as companhias aéreas, a Copa é apenas uma razão a mais para fazê-lo. E a questão é se vai adiantar ou não. No caso da telefonia eu, particularmente, não vi avanço nenhum. Abs.

  • alessandro

    BOA TARDE JANCA,PODE ESPERAR QUE TEREMOS MEDIDAS EM CIMA DA HORA PARA A COPA QUE IRAO PREJUDICAR QUEM TEM COMPROMISSOS,TEM QUE TRABALHAR,ENFIM O DIA DIA DE TODOS NOS MORTAIS.PARA OS PROBLEMAS AEREOS PODE ESPERAR RESTRIÇOES A CIRCULAÇAO DOS CIDADAOS BRASILEIROS(PODEM FAZER ISSO OU LIMITANDO OS VOOS OU SUBINDO ASTRONOMICAMENTE OS PREÇOS DAS PASSAGENS)E PARA OS PROBLEMAS DE TRANSITO,SOLUÇAO MAIS SIMPLES:DECRETA-SE FERIADO NOS DIAS DE JOGOS,PARA-SE A VIDA DAS PESSOAS E PRONTO A FESTA ESTA GARANTIDA(ISSO ME FAZ LEMBRAR CHARLES DE GAULLE DIZENDO:O BRASIL NAO E UM PAIS SERIO)E O POVO AINDA VAI ACHAR UMA BENEVOLENCIA DOS GOVERNANTES.
    AGORA PARA OS PROBLEMAS DE HOSPEDAGEM O JEITINHO BRASILEIRO RESOLVE TUDO:VAI TER GENTE AOS MONTES SE APERTANDO EM SUAS CASAS PARA SOBRAR UM QUARTINHO PRA PODER COBRAR UMA FORTUNA E OS ESTRANGEIROS PAGAM.
    SINCERAMENTE EU ACHAVA QUE SER SEDE DE UMA COPA E UMA OLIMPIADA SERIA EXCEPCIONAL PARA O BRASIL PODERIA GERAR UM GRANDE FLUXO DE TURISTAS NO FUTURO O QUE SIGNIFICARIA CRESCIMENTO ECONOMICO E EMPREGOS,MAS DIANTE DO QUE ESTA SE AVIZINHANDO O NOSSO PAIS VAI E SAIR COM O FILME MUITO MAS MUITO QUEIMADO.

    • alessandro

      DESCULPE EU ENTRAR DEMAIS EM POLITICA MAS A CADA DIA QUE EU VIVO SO ACREDITO EM MUDANÇAS DE UMA FORMA:O DIA EM QUE A POPULAÇAO HONESTA DESSE PAIS QUE E A MAIORIA SAIR AS RUAS E POR ESSA GENTE PRA CORRER,O DIA EM Q A MUDANÇA FOR NA MARRA!!!

    • janca

      Nem sou contra o “regime de exceção”, digamos assim, durante eventos como a Copa e a Olimpíada, que são muito importantes para o país, embora não estejam sendo tratados assim. Mas acho que no dia a dia a coisa deveria funcionar melhor, não apenas no período dos eventos. E isso _essa oportunidade_ lamentavelmente estamos deixando passar.

  • Vaz

    Meus caros, tudo neste país só vai melhorar o dia em que um processo contra uma destas empresas (vale para todas as áreas de serviços, industriais, comerciais e do direito do cidadão) levar apenas alguns poucos meses e recursos em menos tempo ainda e as indenizações forem pesadas. No atual estado de coisas, tudo é levado a justiça que é morosa e acaba com isso beneficiando o réu (a empresa) que protela o mais que pode, isso leva a custos processuais absurdos para o cidadão que acaba engolindo o sapo pois não tem como bancar e se peita e banca o processo o mesmo leva anos e anos até sua conclusão e no final a indenização acaba sendo rídicula. Autuações das empresas que começam em milhões terminam em 100 cestas básicas e o prejudicado em uma ação individual e até mesmo coletiva (é o caso das familias das vítimas da TAM e da Gol) leva com “sorte” mas ponha “sorte” nisso, 100 salários mínimos (além das despesas ainda tem que pagar 30% para o advogado e o governo ainda morde 20% de imposto), os prejuízos profíssionais ou de lazer não são considerados. Malas estraviadas mal e mal valem R$ 200,00, reclamar de que? Com quem? Onde? Tudo conspira para que nada seja levado a cabo. A lei simplesmente não é levada em conta e sempre temos a interpretação da interpretação do que o autor da lei pretendia ao criá-la e assim vamos até parar, se bobear, no STF.
    Só para exemplo, as multas aplicadas no famoso apagão aéreo de anos atrás (o do famosos relaxa e g….) vem sendo reduzida em diversas estâncias judiciais e hoje não chegam a 5% do valor original e para piorar, nenhuma delas ainda foi paga, quanto aos passageiros prejudicados, quantos foram indenizados?
    Ou começamos a cobrar fortemente através de redes socias e dos mais diversos mecanismos de representatividade social (sindicatos, entidades de classe, grupos de presão e de interesse comum, ONG’s sérias), deixarmos a preguiça e o conformismo de lado (nem todos é lógico são assim mas a maioria o é) ou nada vai mudar. O julgamento do mensalão caminhava para a prescrição, bastou a chiadeira pública e a coisa vai a toque de caixa (nem tanta caixa assim mas vai). Já passou da hora de cobrarmos o judiciário, as entidades de classe, que defendem mudanças mas nos bastidores se sair um benefício, brigam para que tudo continue igual. E ele, a sua santidade, o governo, que parece um Pit Bull na hora de fazer ameaças ao mandar projetos de lei e medidas provisórias quase dracônianas e na hora de aplica-lá ou até mesmo brigar para aprova-las, vira um chiuaua, late, faz barulho mas não intimida ninguem. Falam muito, falam muitoooooo mas não resolvem nada, alias a Sra Dilma pelo jeito não manda nada pois tudo que encaminha acaba distorcido ou até mesmo ignorado (código Florestal é o maior exemplo). Tá cheio de Ministro coçando e trabalhando pouco
    Janca não querendo fazer propaganda de ninguem, mas a capa da Veja São Paulo desta semana é emblemática do atual estado de coisas dos nossos “queridos” parlamentares. A foto diz tudo. Parabéns pelos artigos e comentários, temos que realizar a Copa gostemos ou não e precisamos de equilibrio e cobranças como você e alguns poucos tem feito.

    • janca

      E o Judiciário vive cheio de problemas… Como o Executivo e o Legislativo, aliás. Podres poderes…

  • Corinthiano da gávea

    Janca, mudando um pouco de assunto… o Lance publicou uma materia dizendo que o Chivas e o América do México tem juntos 64 milhões de torcedores.
    Isso é impossível, pois o México tem 110 milhões de habitantes.
    E as outras torcidas?
    E as mulheres, crianças e adultos que não torcem para ninguém?
    Essa agência argentina é uma fanfarrona, igual ao jornalista do Lance que publicou isso.
    E mesmo no Brasil, se cada time tivesse o tanto de torcedores que é divulgado, o Brasil teria que ter 300 milhões de habitantes.

    • janca

      Confesso que não sei qual a população do México nem o número de torcedores do Chivas e do América do México. Talvez seja de simpatizantes, não? E não podem ter simpatizantes fora do país? Nos Estados Unidos, onde a comunidade mexicana é muito forte e adora futebol? Não cheguei a ver a matéria, mas quem publicou não iria publicar por publicar. Baseou-se em alguma pesquisa que até pode estar errada, realmente não sei. Como te disse estou sabendo a população do México de acordo com o que você colocou aqui. Não sabia quantos habitantes tem o país. Abs.

    • janca

      Estava vendo agora na Globo News, foi uma pesquisa feita por um instituto espanhol. Ou seja, nada de “fanfarronice” nem do L! nem da emissora de TV. Qualquer reclamação com o instituto de pesquisa espanhol, Corinthiano da Gávea.

      • corinthiano da gavea

        O Lance não pode publicar qualquer coisa que é divulgado sem saber se tem fundamento, pois é impossível um país com 110 milhões de hab. ter 64 milhões de torcedores em apenas dois times.
        Nesse caso não é necessário pensar muito para notar o óbvio.
        Seria a mesma coisa que Flamengo e Corinthians terem 120 milhões de torcedores… ou seja, qualquer um sabe que é absurdo.

        • corinthiano da gavea

          Mesmo porque no caso do México há outros clubes muito grandes e com muita torcida, caso do Cruz Azul e o Pumas.
          Sem contar outros clubes grandes como o Atlas, Pachuca, Toluca, Santos, Atlante, Tigres e Monterrey.
          Se America e Chivas tivesse essa quantidade de torcedores, não sobraria praticamente nada para os outros 9 clubes considerados grandes.
          Ou então, o México teria que ter mais de 200 milhões de habitantes ao invés de 110 milhões.
          Ou seja, o Lance foi extremamente inocente ou mal intencionado.

          • corinthiano da gavea

            Finalizando meu comentário:
            Levando-se em consideração as pesquisas realizadas no México, a que deu o maior percentual para o Chivas e o América, mostram que esses dois clubes somados tem 43% da torcida Mexicana.

            Só que, de acordo com os números divulgados pelo Lance, o Chivas e o América somados tem QUASE 60% da POPULAÇÃO MEXICANA… o que é uma coisa absurda, nem é preciso pensar muito para saber isso.
            Acho que o Lance deveria se retratar pela besteira de divulgar uma coisa dessas, mesmo sendo pesquisa espanhola, ou argentina.

          • janca

            O total da população mexicana é você quem diz, talvez não seja a do último censo.

          • corinthiano da gavea

            Supondo que Chivas e América tenham 64 milhões (43% dos torcedores)
            Então:
            Cruz Azul + Pumas: 24% (31 milhões de torcedores).
            Só esses 4 clubes já daria 95 milhões de torcedores.
            E as torcidas do Atlas, Pachuca, toluca, Santos, Atlante, Tigres, Monterrey? E as torcidas dos os outros clubes?
            Daria muito mais do que a população total do país.
            Desculpe-me por insistir no assunto.

          • janca

            Não fui eu o autor da pesquisa. Na Argentina, repito, o Boca, que costuma dizer que tem 50% mais um dos torcedores, segundo a mesma enquete, teria pouco mais de 46%. Só o Boca. O Flamengo, se não me engano, aparece com 25% entre os torcedores do Brasil. E certamente isso inclui simpatizantes, não necessariamente torcedores.

          • Vaz

            Meu caro, estas pesquisa não tem a menor importância. Ninguem ganha mais ou menos por causa delas, nenhuma empresa de marketing esportivo se baseia nelas para investir neste ou naquele clube. Fosse assim o Flamengo não estaria sem patrocinador na camisa, certo?
            estou mais preocupado é com as estátisticas sociais no Brasil do que saber quem é maior do que quem, aliás acho estas “avaliações” e sua repercução uma coisa sem pé nem cabeça ou o Flamengo por exemplo que corre o risco até de quebrar, cair para a segundona e siofrer processo de recuperação judicial tamanha as proezas de suas sucessivas administrações vai deixar de passar por isso pelo fato de ser a maior ou a segunda nmaior ou terceira…. Não muda nada meu caro, nada.
            Se é uma coisa que não diz nada com nada é pesquisa sobre futebol (a maioria feita por internet), ranking (quer coisa mais sem pé nem cabeça do que o ranking da FIFA, qual o critério?) e o tal instituto alemão que pública um tal ranking de classificação de melhores do mundo levando em consideração times de todo mundo (comparar Futebol brasileiro com o da Croasia, Azerbaijão e colocar times destes paises no ranking já diz tudo), qual o critério de valorização, qual o peso adotado, o que te leva a colocar determinado time na frente do outro? Por exemplo, no ano passado o Santos aparecia em 8º como melhor time, o mesmo Santos que tinha ganho a Libertadores e iria disputar o mundial mas no entanto tinha 7 times a sua frente e que não passaram da conquista de campeonatos locais.
            Como você pode notar não tem pé nem cabeça estas pesquisa e ranking’s.

          • janca

            Concordo com você, Vaz, que há outras pesquisas mais interessantes. Uma delas é a que mostra que a torcida com maior poder de compra é a do Corinthians. Isso conta, se bem que mesmo nessa condição e como atual campeão da Libertadores não consegue _ou não conseguiu até aqui_ o sonhado patrocínio nem vender os chamados “naming rights” de seu estádio, algo que Andrés Sanchez imaginava fazer até no máximo fevereiro. Deste ano. Abs.

          • corinthiano da gavea

            Você está certo Vaz.
            É que eu fico indignado com o papel da imprensa, deveriam prestar mais atenção antes de publicarem notícias absurdas, isso é chamar o torcedor de burro. Depois querer ter credibilidade. Se continuar assim o Lance vai acabar virando tabloide.
            Abraço.

          • janca

            Repito que a pesquisa não é minha e soube da existência dela, pela primeira vez, depois que você chamou minha atenção. E só a citei respondendo seus comentários sobre ela.

          • janca

            Por que seria mal intencionado? Par prejudicar o torcedor do Pachuca? Do Cruz Azul? Por acaso você acha que o repórter torce pelo Chivas?

        • janca

          Na Argentina, segundo a pesquisa, o Boca Juniors tem cerca de 46% dos torcedores. A cada dois torcedores praticamente um é do Boca. Em Portugal, salvo engano, o Benfica chega a 38%. A pesquisa foi publicada em vários veículos de comunicação tanto que ontem foi discutida em programa na GloboNews.

          • corinthiano da gavea

            Eu sei que você não tem nada a ver com isso Janca… rs. Apenas comentei o fato e discordei da postura do lance nesse caso.

            Não tem como engolir isso, pois a diferença é muito grande, os números divulgados são praticamente o dobro dos reais.

            Eu pesquisei Janca, levando-se em consideração as pesquisas mexicanas: Cruz Azul e Pumas tem 25% dos torcedores. O Santos Laguna tem 5%. América e Chivas juntos tem pouco mais de 40% da torcida e não 60% da população. Só esses 5 clubes tem 70% da torcida e ainda tem mais 7 clubes considerados grandes e os menores, que juntos dão 30% dos torcedores.

            Os dados divulgados de Chivas e América seriam algo de Flamengo e Corinthians terem quase 120 milhões de torcedores, quando na verdade tem no máximo metade disso.

            Em relação à mal intencioando, eu quis dizer que seria o Lance puxar o saco do Flamengo.
            Desculpe-me pro prolongar demais esse assunto… vou me controlar… rs.
            Abracos…

          • janca

            Risos. Não tem problema, não. É que algumas pesquisas nem levo muito a sério, talvez o LANCE! não devesse mesmo ter publicado ou poderia ter publicado com um viés crítico, como te disse não li a matéria, mas que a pesquisa provocou repercussão provocou, tanto que foi um dos temas de debate ontem na GloboNews. Bem provável mesmo que seus números estejam mais próximos da “verdade”, digamos assim, do que os da pesquisa. E agora entendi o que você quis dizer sobre o Flamengo, não teria sentido se fosse “puxar o saco” do América do México ou do Chivas. Mas neste caso eu acho uma informação relevante, sim. E agora até mudei de ideia. O L! deveria ter publicado a matéria e a pesquisa porque ela envolve um clube brasileiro. E pesquisas assim têm repercussão internacional, mesmo que não estejam corretas, como te disse não conheço como ela foi feita _essa pesquisa que te irritou tanto. Abração e ótima terça pra você, Janca

          • corinthiano da gavea

            Se as pesquisas brasileiras mostram que o Flamengo tem em média 17% dos torcedores, como um site estrangeiro pode dizer que o clube tem quase 40 milhões de torcedores?
            De onde eles tiraram tantos torcedores Mexicanos? Não sabem sequer a população do país.

          • janca

            Isso realmente não sei dizer, teríamos que perguntar aos pesquisadores. Mas concordo que é uma pesquisa muito questionável até por conta dos números que você mesmo apresentou para rebatê-la. Abs.

  • Marcos Vinícius

    Janca,depois de o time perder de 4×0 para o Bahia em São Januário Cristóvão Borges não é mais o treinador do Vasco.Lamento isso,pois acho que se o time pelo menos tivesse a devida reposição das peças que foram perdidas o trabalho do treinador seria facilitado. No jogo de ontem,além das peças que saíram,o time tinha NOVE desfalques,sendo sete titulares em suas posições.

    O Vasco foi o primeiro time que Cristóvão treinou.Fala aí: Você não acha que faltou um pouco de maturidade para ele segurar a onda,já que foi ele quem pediu demissão?

    P.S:Quando começou o campeonato achei que sua Lusa iria brigar até a última rodada para não cair.Parece que a meta do time é a Sulamericana.

    • janca

      Oi Marcos Vinícius. Sinceramente eu gostava do trabalho do Cristóvão, que era auxiliar do Ricardo Gomes e bem ou mal deixou o Vasco ainda no G-4. Não acho que faltou maturidade a ele, não. Acho que a pressão era muito grande e talvez não houvesse mais clima. Só quem está lá dentro é que sabe. Sobre a Lusa eu pensava diferente. Achava que chegaria à última rodada já rebaixada. Há um tempinho, desde o jogo contra o Flamengo, aliás, 0 a 0 no Rio, que ando esperançoso com o time e sonho com a Sul-Americana. Seria uma forma “torta” de recompensar um pouco a torcida depois do sofrimento e da decepção pelo rebaixamento no Paulista. Disputar de novo a A-2 do Paulistão não dá, mas vai ter que ser o jeito. Que sigamos na elite no Brasileiro. Hoje já acho possível. O time tem jogado bem, se bem que contra o Atlético-GO, 1 a 1 em Goiània, foi um jogo de dar sono. Muito ruim. Abs.

  • renato sá

    Na Copa tudo vai funcionar como se fosse 1° Mundo, mas para os turistas. Podem esperar que no mês da Copa tudo funcionará certinho, a FIFA vai elogiar, os jornais vão elogiar, o turista irá elogiar.

    Vai ser coisa de 1° mundo, nem que pra isso o Governo federal tenha que botar mordaça, mandar ficar em casa, proibir de circular todos os brasileiros (como quer)…. depois do apito final… meus amigos… volta-se a realidade

    • janca

      Na Copa acho que sim, concordo contigo, Renato. Mas é o que você escreveu: no dia seguinte… Abs.

  • Ado Marcelo

    Bom, espero que continue com o rigor após a copa e que não seja apenas para gringo essas mudanças. Por outro lado gostaria de saber se os aeroportos oferecem condições das operadoras atenderem as exigência, senão é estelionato.

    • janca

      Essa é uma questão importante, porque muitos dos nossos aeroportos apresentam condições ruins, vide Galeão, que é uma piada. Sem falar em aeroportos de pequeno ou médio porte. Mas a ideia é implementar as mudanças e pressionar as companhias já no final deste ano, começo de 2013.

  • SR

    Janca, você tem razão. Porém, caso queira descobrir fatos mais sérios, assombrosos e que diz respeito à segurança de todos em céus tupiniquins, sugiro realizar trabalho jornalístico sobre as vísceras do controle de tráfego aéreo brasileiro. É espantoso, deixa as questões aeroportuárias no chinelo. ABS! Ótima matéria.

    • janca

      Imagino que seja um aspecto assombroso mesmo. Como viajo muito _ou viajava, agora um pouco menos_ prefiro nem saber _risos. Brincadeira, o assunto é muito sério mesmo e só costuma ser comentado por alguns dias ou semanas após um acidente grave. Responsabilidade da imprensa também, que logo depois esquece a questão. Abs.

  • Parizi

    E quando o atraso não é culpa da companhia aérea?
    Causado por chuva forte ou neblina? A ANAC vai assumir esses prejuízos?
    Quando a chuva impede a decolagem de vôo no horário em Congonhas, passa das 23h e o vôo não pode sair porque vizinhos que chegaram lá 30 anos depois do aeroporto reclamam, quem paga essa conta?
    Para melhorar a aviação brasileira, o primeiro passo é eliminar as restrições de horário nos aeroportos. Quem escuta a ANAC acha que a Gol e a TAM estão ganhando rios de dinheiro, mas os balanços não mostram isso.

    • janca

      Quem vai assumir o prejuízo não sei, mas nestes casos o cidadão teria direito ao valor da passagem integral de volta. E alguém arcaria com o prejuízo. O passageiro, que é tratado como gado, é que não pode ser.

MaisRecentes

Os preços da Seleção



Continue Lendo

O título do Timão



Continue Lendo

Tricolor acuado



Continue Lendo