Novo velho calendário



Durante a semana a CBF anunciou o “novo” calendário para o futebol brasileiro.

Acho válida a ideia de termos uma Copa do Brasil começando em 3 de abril e terminando em 27 de novembro, com a participação dos clubes brasileiros classificados para a Libertadores, algo que não acontecia até este ano.

Também sou a favor da Copa do Nordeste, que vai de 20 de janeiro a 17 de março e ocupará 12 datas no calendário nacional.

Mas sigo contra o atual formato dos estaduais, torneios que acontecem de 20 de janeiro a 19 de maio e não têm mais significado nenhum nos principais estados da nação. Nem como pré-temporada servem, caso do Paulista e do Estadual do Rio de 2012.

A principal questão é o que fazer com eles, pois a cada ano que passa atraem menos público. Para alguns estados, como Pernambuco, podem interessar, mas para outros, como São Paulo, Rio, Rio Grande do Sul, Paraná e Bahia, para ficar em apenas cinco exemplos, existem para contentar as federações locais. Não vejo outro sentido. Ou de repente não consigo ver e haja quem consiga…



MaisRecentes

A matemática do futebol



Continue Lendo

A melhor do mundo



Continue Lendo

Aprender a perder



Continue Lendo