Lucas e Luís Fabiano



Alguns me perguntam se acho que o Luís Fabiano merece uma chance na seleção de Mano. Talvez, mas ainda não agora. Por mais que ele esteja jogando demais nos últimos jogos, ainda pesa contra o atacante seu temperamento e os frequentes cartões amarelos ou vermelhos. Que numa Copa podem prejudicar e muito.

Já Lucas não consigo entender como foi pouco aproveitado na Olimpíada. É um baita jogador. Até acho que estamos bem servidos no ataque, mas que ele poderia ter dado uma contribuição muito maior nos Jogos Olímpicos se Mano tivesse deixado poderia, sim.

Contra o Botafogo, no encerramento da rodada de abertura do returno do Brasileirão, os dois fizeram o melhor jogo do São Paulo na competição. Pelo menos na minha opinião. O tricolor paulista jogou muito bem, fez 4 a 0, poderia até ter feito mais, embora a arbitragem tenha dado uma mão à equipe no primeiro tempo, deixando de marcar um pênalti para o Fogão.

Está de parabéns Ney Franco, podado por Mano Menezes na Olimpíada, que com simplicidade começa a impor sua marca no São Paulo, cujo problema, insisto há um tempo, está na direção _leia-se Juvenal Juvêncio.

Enquanto o São Paulo vencia, o Flamengo derrapava. Ficou no empate contra o Sport, outro que foi prejudicado pela arbitragem, impedimento mal marcado no segundo tempo que prejudicou a equipe pernambucana, um dos times na zona de rebaixamento.

E como estamos falando da primeira rodada do segundo turno, com pequeno atraso, parabéns pra minha Lusa, que bateu o Palmeiras por 3 a 0 dando show com Bruno Mineiro e Ananias no ataque. Valdomiro deu outro padrão pra defesa da Portuguesa e Dida no gol tem sido um espetáculo. É muito bom vê-lo jogar aos 38 anos. Passa muita segurança. E para o Verdão, que sábado enfrenta o Grêmio, no Pacaembu, sinal amarelo aceso. E já faz um tempinho…



MaisRecentes

Fernando Diniz na berlinda



Continue Lendo

Deuses da Bola



Continue Lendo

Galo pega fogo



Continue Lendo