E agora Juvenal?



Depois de nova derrota no Brasileirão segue movimento nas redes sociais pedindo a saída de Juvenal Juvêncio, que mudou o estatuto do São Paulo para conseguir se perpetuar no poder.

Fazer o quê? Demitir mais um treinador? O problema, pelo jeito, não está no banco. Está na diretoria. Que falta faz para um clube, para uma cidade, para um estado e para um país, por que não?, a existência de uma oposição forte.

Sem rotatividade no poder o São Paulo acaba se transformando em um clube comum. Pra quem já foi vanguarda…

Pra mim, pelo menos, a rodada do Brasileirão valeu pela vitória da Lusa, incríveis 2 a 1 no Grêmio, a primeira do time fora de casa. Mas para o torcedor do São Paulo o fiasco no Recife é de revoltar. Mesmo com Rogério Ceni no gol os problemas continuam. Ele pode ser um líder, mas o buraco é muito maior do que o imaginado. E goleiro por goleiro o Dênis também era bem competente.



  • Renato

    Ney Franco não era nome ideal. São Paulo precisa de um cara estilo Felipão. Rogerio Ceni ficou muito tempo parado e tá sofrendo gols bobos. Precisa de mais jogos pra recuperar a forma. Com o Denis no gol a defesa era menos vazada.

    • janca

      Pelo jeito não há nome ideal para dirigir o São Paulo. Será que o problema não está mesmo na gestão do futebol? Na diretoria? Na presidência? Sobre a defesa tricolor era o Dênis quem estava no gol quando o time levou quatro do Atlético-GO e a defesa passou a sofrer mais gols depois da entrada do Ney Franco. Mas ainda é cedo pra avaliar o trabalho do treinador. E que Rogério Ceni pelo menos passa mais segurança à zaga, apesar das falhas que tem cometido, acho que passa, sim.

      • Fábio

        O Rogério Ceni nunca foi de sair bem do gol, mas nunca tinha falhado como ontem. Acho que a volta dele foi prematura. O Dênis estava se firmando bem, acho que falhou contra o Atlético Goianiense pela sombra da volta do Rogério. O Rogério ajudaria mais como auxiliar técnico. O tempo dele passou. O jogador tem que saber a hora de parar.

        • O Rogério estava tão nervoso quanto o resto do time. O São Paulo jogou absolutamente desconcentrado. E parte da culpa foi a substituição prematura do João Felipe.

          • janca

            Oi Fábio, oi Rodrigo. Não sei se a volta do Rogério Ceni foi prematura como você diz, Fábio, embora eu ache que pelo menos o time tem um bom reserva, o Dênis. Tampouco acho que é hora de ele, Rogério, parar. Isso ele próprio pode dizer melhor do que a gente. Acho que a defesa anda mal há um tempo, mas não vejo problema, Rodrigo, num técnico substituir um jogador que ele acredita ter entrado mal no jogo em menos de dez minutos. Pior é deixar a substituição pros instantes finais.

  • Delegado Jair

    Bom dia caro amigo Janca
    Estive ausente do seu blog por um período devido a problemas profissionais. Muito trabalho nas últimas semanas, prendendo muitos vândalos corintianos, como de costume.
    Mas essa semana estou mais folgado e retorno a este blog que considero minha segunda casa. Sinto-me muito a vontade aqui onde posso expressar minha opinião sem ser censurado. E gosto muito de suas colunas, sempre interessantes.
    Bom, em relação ao tema de hoje, Juvenal Juvencio, creio mesmo que o São Paulo está se prejudicando muito. Qualquer governante, por melhor que seja, não pode se perpetuar no poder, em nenhuma hipótese. O São Paulo que já foi exemplo de administração bem sucedida, hoje vive tempos sombrios, sem perspectivas de melhora. Sinceramente, não acho esse time tão fraco no papel, pra mim Ney Franco não tem competência pra dirigir o SP. O único time grande que ele dirigiu foi o Flamengo e foi muito mal. Largou o time na lanterna do campeonato, isso depois de ter sido eliminado de forma vexatória nas oitavas de final da Libertadores. O título da Copa do Brasil não conta, pois pegou a equipe já na final, com o time todo montado pelo Waldemar Lemos, e eu nunca vi ele reconhecer que aquele título é, pelo menos em partes, também do Waldemar. O que prova, além de sua incompetência, uma falha de caráter. É um treinador superestimado que não tem nenhum bom trabalho em toda a sua carreira. Está bem claro pra mim que sua demissão do SP é uma questão de tempo, visto que a equipe está armada de uma maneira rídicula e suas substituições são dignas de um amador.
    Abraços Janca
    Delegado Jair Oliveira.

    • Fábio

      Se o Ney Franco sair do São Paulo um bom nome é o do Luxemburgo, porque o Felipão não sai do Palmeiras e o Luxemburgo deve querer voltar prum centro grande como São Paulo.

      • janca

        O Luxemburgo não tem espaço no São Paulo, Fábio, e duvido que o Ney Franco saia. Pelo menos não agora. Precisa de um tempo pra tentar arrumar as coisas.

  • Fábio

    Tenho ido nos jogos do São Paulo e a torcida está dividida. A Independente culpa o Luís Fabiano, as cativas defendem o Luís Fabiano e xingam o Juvenal. A Independente defende o Juvenal porque recebe ingressos e passagens pra viagens da diretoria, Janca.

    • janca

      Desconhecia essa divisão, Fábio, mas o problema está longe de ser o Luís Fabiano, um jogador importante para o São Paulo. Ainda acho que o problema está no comando do clube e responde pelo nome de Juvenal Juvêncio.

  • Fred

    Substituíram o João Filipe com nove minutos. Ney Franco errou na escalação, quando tentou corrigir o erro veio o pênalti e a coisa desandou. Preferia o Leão.

    • janca

      Não acho que o Leão era o responsável pelas fracas campanhas do São Paulo, que não tem um time ruim. Tampouco acho que a responsabilidade agora seja do Ney Franco. Como disse, Fred, ele precisa de tempo pra trabalhar. E a zaga ontem entrou mal e terminou o jogo tensa como estava no início. E o Rogério Ceni desta vez mais atrapalhou do que ajudou, não?

  • Fred

    O Ceni falhou também no segundo gol. Goleiro não pode rebater pra frente. Vi o Sérgio, ex-Palmeiras, dizer que em três jogos goleiro entra em forma, Ceni ta aí pra mostrar que não é assim. Na volta contra o Flamengo podia ter tomado uns três com saídas incertas do gol. Ele tá inseguro.

    • janca

      Cada um tem seu tempo. Talvez para o Sérgio três jogos bastassem, para o Rogério Ceni imagino que, neste caso em que ele se encontra, vai precisar de mais. E se for o caso o Ney Franco pode recolocar o Dênis, se bem que estaria comprando uma briga…

  • Santástico

    Ontem no jogo do Santos teve um lance q. assustou, Rafael quase deu uma de Rogério Ceni e marcou gol contra. Salvou num milagre quando a bola ia entrar. Foi mais ágil que o Ceni. Pergunta q. não quer calar: gol contra o Náutico entra na contagem de gols marcados pelo Ceni? kkk

MaisRecentes

Verdão vai às compras



Continue Lendo

Contas corintianas



Continue Lendo

Timão em 2018



Continue Lendo