O que é o quê?



A Olimpíada é feita de histórias e uma das mais marcantes dos Jogos de Londres é a de Guor Marial, que vai competir na maratona olímpica masculina como atleta independente.

Sua história lembra a de Valentino Achak Deng, separado da família quando criança pela terrível guerra civil que devastou o Sudão, matando cerca de 2 milhões de pessoas.

No caso do maratonista, ele foi sequestrado também criança e levado a um campo de trabalho forçado. Vinte e oito membros de sua família foram mortos. Só de irmãos perdeu oito no conflito. Após passar a noite num buraco, conseguiu escapar e enfrentando dificuldades imagináveis e inamagináveis foi parar no Egito. Conseguiu refúgio político nos Estados Unidos e hoje treina no Arizona.

Apesar de viver legalmente no país, não pode competir sob a bandeira norte-americana e se recusou a defender o Sudão. Competir pelo Sudão do Sul tampouco é possível, pois o país não tem um comitê olímpico nacional montado e reconhecido internacionalmente. A saída, decidida em 20 de julho, foi competir sob a bandeira do Comitê Olímpico Internacional, como atleta independente, confirmando presença na prova que acontece no próximo domingo, dia de encerramento dos Jogos.

Valentino Achak Deng, o outro sudanês que citei aqui, cuja história lembra a de Guor Marial, tem uma saga que pode ser lida na obra “O Que é o Quê?”, do norte-americano Dave Eggers. É um relato impressionante que recomendo. A odisseia de um menino separado da família pela guerra do Sudão, a travessia da África, enfrentando perigos naturais, milícias armadas e animais selvagens e a chegada aos Estados Unidos para começar nova epopeia.

Relatos impressionantes que para servem para repensarmos a experiência humana em nossa passagem pelo planeta. O homem é um bicho extremamente complicado e capaz de fazer as piores coisas possíveis. Mas as melhores também.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo