Cielo e Popov



O ex-nadador russo e membro do Comitê Olímpico Internacional, Alexander Popov, continua criticando o brasileiro Cesar Cielo. Segue dizendo que o mundo da natação não o vê com bons olhos por conta do doping no ano passado.

Na ocasião Cielo levou uma advertência da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, decisão que foi acatada e referendada pela Corte Arbitral do Esporte e pela Federação Internacional de Natação. A responsabilidade pelo imbróglio foi atribuída ao laboratório que fabricava os medicamentos tomados pelo brasileiro e o atleta chegou a competir no Mundial de Xangai de 2011.

Popov, que disputou os Jogos de 1992, 1996 e 2000, ganhando nove medalhas, sendo quatro de ouro, afirmou que estava convicto de que Cielo não subiria ao pódio nos 100m livre, prova que o brasileiro terminou em sexto, e não aposta em ouro nos 50m livre, cuja final acontece hoje.

Espero que esteja errado e lamento as declarações do russo. É muito triste colocar sob suspeita a absolvição de Cielo no episódio do doping. Se sabe de alguma coisa “estranha”, como insinua aqui e acolá, então diga o que é, não fique lançando dúvidas e, pelo jeito, tentando atrapalhar o brasileiro. Que dê nome aos bois, algo que não fez até aqui.

A Cielo desejo uma boa prova logo mais. Torço por ele, que fez o melhor tempo ao lado do norte-americano Cullen Jones na bateria de ontem. E torço por Bruno Fratus, o outro brasileiro que estará na final e fez o quarto melhor tempo ontem. E seja qual for o resultado de hoje, vida que segue, vida que segue, às vezes mais dourada, às vezes um pouco menos.



  • Tiago

    Se o Popov sabe de alguma coisa que fale, Janca, você tá certo, ficar fazendo insinuaçãozinhas contra ele me cheira a estratégia pra desestabilizar.

    • Tiago

      Estranho é ele ser membro do COI, fazer insinuação e ficar por isso mesmo. Sabe de alguma coisa? Prova. Não prova porque não sabe de nada.

      • janca

        Ficar só nas insinuações e ainda insistir nelas é que não entendo. Mas cada um fala o que quer… Ou o que pode.

        • Alexandre

          Do jeito que vc. escreve fica impressão que apenas o Popov ficou com dúvidas quando dúvidas sobre o comportamento do Cielo temos todos nós que acompanhamos a natação. Ele não pegou um dia de suspensão. Nunca saberemos ao certo se ele sabia o que estava tomando ou se foi enganado pelo laboratório e a suspeita nunca vai sumir, a não ser que o Cielo admita que sabia que estava consumindo doping. Presume-se inocêncio, ficamos na presunção, certeza jamais.

          • Giors

            É um óbvio ululante que tomou algo que todos chamam de doping, mas por ser o presunto melhor atleta que o Brasil tem, jogaram a sujeira por baixo do tapete. Agora, os americanos ninguém pega, porque sera?

          • janca

            Depende do ponto de vista _terem jogado a sujeira pra baixo do tapete, como você diz. Eu vejo de outra forma, não é por ser figurão da natação que não seria punido. Grandes atletas, inclusive norte-americanos, já foram punidos, sim. E de outros países do Primeiro Mundo também, caso do Ben Johnson, que representava o Canadá e se meteu num dos maiores escândalos de doping da história olímpica, devolvendo sua medalha no atletismo, na prova mais concorrida de Seul.

          • janca

            Mas se não há provas que levasse à sua condenação no caso ele tinha o direito de disputar o Mundial de Xangai. Como disputou e aliás ganhou. Teve muito mérito por ter conseguido superar o episódio, que Popov tenta levantar de novo agora, e focar na piscina e na natação, levando o ouro. E espero que se saia bem hoje também. E se não sair, vida que segue, como costumo dizer.

  • Vaz

    OK! Vamos apenas supor que o sujeito esteja com a razão. O que me irrita é que não vejo ou leio uma linha sequer escrita por este camarada (sem trocadilhos) sobre a nojeira escandalosa e odiosa promovida por seus compatriotas e pelos aliados do seu país (quando ainda era a toda “poderosa” URSS) que manipularam, doparam, deformaram atletas ao bel prazer em nome da glória Soviética. Não podemos esquecer dos aliados bancados pelos russos que promoverma verdadeiros horrores da pseudo ciência esportiva comunista. Será que esqueceu das “meninas” da natação da Alemanha Oriental bombadas até o limite, manipuladas genéticamente com hormônios e até mudança de sexo mesmo.
    Prefere esquecer né. É vergonhoso.
    Não estou aqui defendendo doping mas sim honestidade e imparcialidade.

    • janca

      Mas nem é questão de ele estar com a razão ou não. Cadê as provas? Ele fica insinuando, insinuando, insinuando… Insinuação qualquer um pode fazer. Que dê nome aos bois. Quem teria beneficiado o Cielo evitando uma punição que o tirasse de Xangai, por exemplo? Sinceramente não gostei da postura do Popov, um atleta e dirigente que eu admirava, neste episódio do brasileiro.

  • sandrofla

    Janca, confesso que desde a suspeita e absolvição um tanto nebulosa – o atleta na época era o grande nome do atletismo nacional – aquela advertência recebida como tom de eu já sabia pelo mesmo me deixou muito decepcionado e confesso também que desde então suas participações em competições se tornaram indiferentes para mim. Não consigo mais torcer por ele.
    Agora concordo que se Popov sabe de algo que o mundo do atletismo não sabe deve em nome do esporte vir a público e denunciar.
    Isso está feio até para a Federação Internacional.

    Abraço Janca.

    • Tiago

      Mais um bronze no judô. Chegamos a cinco medalhas. Se não fosse o judô, Janca.

      • janca

        Oi Sandro. O mundo da natação, você quer dizer, não? Mas eu continuo torcendo por ele, Cielo, e muito. E pro Bruno Fratus também. Já sobre medalhas, Tiago, a sexta está garantida com a vela. Mas estou vendo o jogo do Del Potro, no tênis, jogo incrível contra o Federer. A torcida apoiando o suíço, eu torcendo pelo argentino, de quem sou muito fã. O tênis nesta Olimpíada está sensacional, melhor do que eu esperava, confesso. Queimei a língua… Abs. aos dois, Janca

        • janca

          E o Del Potro perdeu. Mas joga com uma garra incrível. Como o Federer…

          • Alexandre

            Viu só como tênis olímpico é outra história, Janca? 😉
            Vitória épica do Federer contra o Del Potro.
            Certamente não veremos nada parecido no sub-23 do fut.

          • janca

            Tudo bem, já disse que queimei a língua (rs)… Vitória épica contra o Del Potro. Foi mesmo.

          • Alexandre

            Faz parte. 😀
            Federer x Murray e Serena x Sharapova, é mole?

          • janca

            Quando ganharmos o inédito ouro olímpico no futebol masculino conversamos _rs.

  • carlos silva

    Prezado Janca,

    Ficar especulando se houve ou não doping em determinado atleta não é função de um membro do COI. O que parece, ao meu ver, é alguma rusga anterior ao anunciado doping (mas nunca comprovado de fato) com o brasileiro, ou até mesmo com os brasileiros, haja vista a rivalidade do Popov com Gustavo Borges. Logo, acho que isso e “dor de cotovelo”.

    Forte abraço, Janca!

    Carlos Silva

    • janca

      Sabe que acho que você tem toda razão? Inclusive quando ele dizia que não apostava no brasileiro ou numa boa performance dele na Olimpíada dá a impressão de ser algo pessoal. Enfim, coisas da vida. Abração e boa tarde de sexta pra você. Basquete feminino já era, mas pena mesmo a derrota do Del Potro pro Federer. Que jogo!!!

  • Roberto Junior

    Janca, na época também considerei o caso mal explicado. Mas, enfim, não foi comprovado dolo por parte de Cielo e, portanto, não cabe mais discutir o episódio.

    Agora, acho interessante destacar a opinião do Popov sobre o desempenho do brasileiro nos 100m. No final das contas, o russo acertou, não?

    Abraço!

    • janca

      Acertou e acertou também sobre o desempenho dele nos 50m. Não conquistou o ouro, se bem que foi uma prova incrível. E bronze é uma bela conquista.

      • Roberto Junior

        Concordo, mas ele precisa estudar as causas da queda de rendimento. É aquela coisa: Popov é meio falastrão, mas entende do troço. Assim, quando o cara dá pitaco no aspecto técnico, não há como ignorar.

        Uma pergunta que faço, aliás duas: Cielo vinha treinando no Brasil? Caso sim, fez bem o rapaz em voltar pra casa e largar a convivência com os nadadores americanos?

        Valeu, Janca!

        • janca

          Em relação ao aspecto técnico de fato o Popov acertou. Mas ainda assim bronze não deixa de ser uma bela conquista.

  • Paulo Cesar

    Quem dentre voces foi o gênio que bolou esse “controle paralelo” das medalhas olímpicas? Defender uma tese de que uma forma de acompanhamento é melhor do que outra é até aceitável, mas daí a colocar o quadro de medalhas como vcs acham que devia ser vai uma longa distância. Criaram uma confusão dos diabos!!! Francamente!

    • janca

      Confesso que não fui eu, Paulo Cesar. Decisão da direção do jornal, embora a maioria dos veículos adote outro sistema.

  • Alexandre

    Não há motivos para duvidarmos da competência da Wada. Não é papel de um membor do COI ficar fazendo acusações levianas, aliás como também ocorreu com a chinesa Ye. Lamentável.
    Quanto ao Popov estar convicto que o Cielo não subiria ao pódio nos 100 metros, isto era mesmo o provável, já que ele não vem obtendo ótimos resultados desde antes do episódio do doping, aliás foi o único remanescente da final dos 100m de Pequim na final dos mesmos 100m em Londres.
    Já nos 50m é outra história. Aposto nele daqui a pouco…

    • janca

      Eu também apostava, mas o francês fez uma prova sensacional e mereceu. Gostei do quarto lugar do Bruno Fratus, que por pouco não arranca o bronze do Cielo.

      • Alexandre

        O Cielo não fez uma boa prova, pois foi mais rápido na semifinal (21s54) do que na final (21s59). O normal seria melhorar o tempo.
        Ele mesmo tinha dito que para o ouro teria que nadar na casa dos 21s3. O Manadou fez 21s34 e levou.

      • Alexandre

        Pois é, o Fratus é uma boa aposta para 2016.
        O único nome da natação realmente promissor surgido neste ciclo.

  • arriba corinnthians

    Quero ver o Cielo ganhar sem o doping.

    Janca, mudando de assunto, se der casamento entre Raí e Zeca Camargo, quem deveria ser o padrinho?
    Gente, se o raí for casar com o Zeca camargo, quem deveria ser o padrinho?
    ( ) Luis fabiano
    ( ) Rogério ceni
    ( ) Juvenal Juju
    ( ) Marco Aurélio Cunha
    ( ) Ney Matogrosso
    ( ) Cauby peixoto
    ( ) Ricky Martin
    ( ) Boy George
    ( ) outro
    Claro que nem todo sãopaulino é boiola, mas todo boiola é sãopaulino.
    abraços

  • Robson

    Acho que o Popov, tem razão. O Brasileiro em geral, está aproveitando a OLimpiada para fazer turismo, inclusive o Cielo, que está num tamanco sem tamanho. Vergonha. É certo que o governo Brasileiro não ajuda em nada, mas estes figurões do esporte “amador”, ganham muito dinheiro para não fazer nada.

    • janca

      Mas a “culpa” não é dos atletas. E os dirigentes que mamam do dinheiro público e investem tão mal no esporte?

  • Marvin

    Popov tem razão a pena foi mto branda, ele certamente tinha culpa no doping. Não deveria sequer ter participado do mundial. Mas a CBDA resolveu passar a mão na cabeça. Ele foi claramente beneficiado por ser supostamente favorito nas olimpiadas, Flávia Delarole por exemplo como não tinha índice foi punida e no caso dela até com certa severidade.
    Popov não fez nada de mais, esse ufanismo é idiota e ultrapassado!

    • janca

      Não foi só a CBDA. O caso foi julgado lá fora também.

  • alberto Pereira

    Façam uma reportagem investigativa, apertem o Dr. De Rose, e a verdade aparecerá logo, o Popov não é maluco.Agora, estão esperando sentados que o Cielo confesse?

    • janca

      Não é questão de ser maluco. Mas não adianta ficar fazendo insinuação, se sabe de alguma coisa tem que denunciar, ele é membro do Comitê Olímpico Internacional, afinal de contas. Se bem que até aí o Nuzman também é e o Havelange, pouco antes da divulgação da Justiça suíça de que recebeu propina no caso ISL, também era. Renunciou ao COI pouco antes do anúncio dos suíços envolvendo o próprio Havelange e seu ex-genro, Ricardo Teixeira.

  • Paulo H.

    Um monte de gente otimista e pendurados no saco de Cielo, até o sexto lugar de ontem e o terceiro de hoje….
    As suspeitas de Popov são minhas também… Esse dopping foi mal explicado…

    Depois das derrotas, veio com a justificativa que deveria ter se poupado e só nadado os 50mt…. Que conversa fiada!!! Vai ser medroso assim lá longe…. Phelps (mais velho que Cielo) e Ryan Lochte nadaram muito mais vezes que Cielo e não vieram com essa conversa de “se poupar”… ahhh vá…

    Thiago Pereira perdeu pros dois americanos que já haviam nadado mais vezes e não veio com essa desculpa esfarrapada de “se poupar” e “cansado”.

    O Brasil quer sediar olimpíadas e gastar bilhões em construções e obras superfaturadas, enquanto a maioria dos seus atletas vive na miséria e falta de estrutura e condições de treinamento e remuneração. A maioria dos nossos atletas de judô, boxe, atletismo e outros, estão abandonados e são pessimamente remunerados, não tem patrocínio que lhe proporcione uma vida digna pras suas famílias.

    Carlos Nuzmann é o Ricardo Teixeira olímpico há muitos anos se perpetuando no poder, e vendendo uma ilusão olímpica, regada à corrupção e politicagem suja. Enquanto políticos, dirigentes e empreiteiras faturam e roubam bilhões, os nossos atletas são abandonados e escravizados por uma ilusão olímpica que culminará com mais um desempenho ridículo nas olimpíadas de 2016. Pode escrever!

    • janca

      O esporte olímpico brasileiro está nas mãos dos mesmos e os resultados são pífios como sempre. Vendem de fato uma ilusão olímpica e ganham uma fortuna com isso. Fortuna paga pelo governo. Só no atual ciclo olímpico, 2 bilhões de reais de verbas públicas. Mas não responsabilizo os atletas. A verba não chega a eles como poderia chegar. Perde-se muito em salários de “executivos”, “obras” pra cá, “obras” pra lá, burocracia etc. etc. etc. A história todos conhecemos.

  • renato sa

    Os atletas brasileiros que conseguir participar de uma olimpíadas estão de parabéns. Nosso país investe cifras aos bilhões, mas o que chega nas mãos dos atletas é micharia, mal dá pra terem a alimentação balanceada e especial que esses caras tem que ter. A iniciativa privada dá as costas ao esporte (raríssimas exceções), as empresas que patrocinam o esporte são as estatais (e a grana vai pros cartolas).

    Sinceramente, com R$3000,00 e tendo que morar e treinar em São Paulo, os esportistas são Ouro. Casa, alimentação, transporte, família, equipamento, nutricionistas, médicos, fisioterapeutas, etc etc…..

    Parabéns aos atletas que chegaram às Olimpíadas, mais ainda que chegaram num mata mata, semi finais e finais e heróis os que voltam com medalhas.

    • janca

      Concordo, o problema não é o atleta A ou B, os dirigentes são o lado negativo do esporte brasileiro.

MaisRecentes

Fuga de patrocínio



Continue Lendo

Verdão vai às compras



Continue Lendo

Contas corintianas



Continue Lendo