A decisão de Hortência



Até hoje tenho sérias dúvidas sobre o corte de Iziane, a ala da seleção brasileira de basquete que foi cortada por Hortência dos Jogos de Londres.

A jogadora desrespeitou as regras ao levar o namorado para dormir no hotel durante a fase de preparação? Sim, mas pelo jeito se arrependeu, pediu mil e uma desculpas e acabou dispensada pela diretora e ex-jogadora Hortência, deixando o Brasil com uma atleta a menos para a disputa da Olimpíada.

Iziane, a meu ver, faz muita falta e poderia ter ajudado as brasileiras nas duas primeiras partidas, derrotas para França e Rússia na Grã-Bretanha.

Sei que não é a primeira vez que causa confusão, mas na anterior, mais grave, a meu ver, a própria Hortência tinha passado a  mão na cabeça dela e perdoado a jogadora, que se recusara a entrar em quadra durante um jogo do Brasil, desobedecendo orientação do técnico.

É estrela? Sim e temperamental. Hortência sabia disso, bem como a comissão técnica da seleção. Optou por mostrar pulso e dar um exemplo às demais ao cortar a ala? Pode ser, mas ainda assim acho que quem sai perdendo é o Brasil. Se Iziane errou _e errou_, pelo menos admitiu o erro e poderia ter seguido para Londres. O que tenho dúvidas é se a direção da confederação não errou também ao mostrar intransigência na hora do corte.

No final será que quem não perde é o basquete brasileiro? Temo que sim, temo que sim. Felizmente no masculino temos Rubén Magnano, um argentino que considero genial, no comando da equipe. E com ele espero que a história seja diferente. Saber dialogar, afinal, também é uma arte. E uma arte que Magnano conhece.



  • André

    Regras são regras, quem mandou desobedecer? Pena que o Brasil tenha saído perdendo porque já não dava pra trocar credencial e ficou com 11 atletas quando todos têm 12.

    • André

      Se a Hortência passasse a mão na cabeça dela ia perder moral com todo o grupo.

      • André

        Basquete feminino já foi mais forte do que o masculino, o time masculino hoje é melhor. Uma das diferenças é o técnico, como você lembrou. O Magnano é campeão olímpico pela Argentina e acho que brigamos por medalha, mas só no masculino. Feminino é meia-boca, com ou sem Iziane.

        • Alexandre

          Não seria a Iziane que faria a diferença. Ela é boa jogadora mas daí a levar o time nas costas sozinho é outro papo. Brasil não teria muita chance com ou sem ela. Concordo contigo, André.

          • janca

            Mas se a Iziane não faria diferença então por que a convocaram?

          • marco brasil

            Tenho para mim que se a Iziane tivesse “arrebentado” nos amistoso não seria cortada, mas aprontando e ainda jogando mal…

    • Vaz

      Não foi convocada por fazer a diferença mas sim porque é uma boa jogadora. Quando ganhamos tudo é alegria e esquecemos as indiciplinas, quando perdemos achamos que deveríamos ter pulso, que a bagunça se instalou e etc….Conforme a situação toleramos a bagunça e “frescuras” de jogadores.
      Para exemplo apenas, recentemente o mesmo fato ocorreu com Ronaldinho Gaucho que não estava jogando nada, foi flagrado no hotel com uma “amiga”, virou escândalo. Agora com a jogadora não vêem nada demais, desculpável sob o argumento que poderia resolver as partidas.
      O caso da jogadora é o mesmo exemplo, ninguém por melhor que seja deve ser perdoada por indiciplina seja porque razão for. Fosse a primeira vez até vá lá, advertência ou até uma multa sei lá, agora não é a primeira vez, já se recusou a atender convocação preferindo jogar pela sua equipe nos EUA enquanto sua companheira de time veio, jogou e classificaram o Brasil para a Olímpiada, em outras ocasiões não se deu nem ao trabalho de negar a presença e sob o argumento de que não treina com fulano, que não gosta do sicrano e por aí vaí. Desculpem mas já deu na paciência esta moça e seus estrelismos .Se existem regras são para todas ou então vira o caos e os desentendimentos entre jogadoras acabaram ocorrendo.
      Prefiro pensar que se perdermos, foi por culpa dela que poderia ajudar o time com sua reconhecida qualidade mas que não sabe se controlar, não age como profissional. Caso contrário seria aceitar que os fins justificam os meios.

      • janca

        Mas talvez tivessem que ter conversardo com a Iziane antes, pois ela já era conhecida pelo temperamento indisciplinado. E sem dúvida ela perdeu, mas também perde a seleção brasileira de basquete feminino em Londres. E se perdermos uma derrota ou um fracasso não tem apenas um único responsável, acontece por um conjunto de fatores.

        • Fernando Guimarães

          É muito provável que a Comissão Técnica tenha conversado com ela e deu no que deu. A Comissão na minha opinião agiu correto. Disciplina é para todos!!!

        • Vaz

          Talvez com outra seria possível mas o que acaba contribuindo é o histórico. Infelizmente. Acho até que a coisa foi mais longe ainda e como sempre (as vezes e nem sempre corretamente), abafaram o caso.
          Ela chega lá (sempre tirando a vaga de outro que talvez estivesse mais comprometida) e não consegue se controlar. Foi lá fazer o que? Uma pessoa que vive no exterior, calejada e que já passou por inúmeras polêmicas ainda precisamos dizer a ela o que é certo ou errado.

          • janca

            Tem razão, Vaz, ela acabou tirando vaga de outra. Mas se tirou é porque alguém a convocou e decidiu correr o risco. Abs.

  • Luiz Fernando

    Janca,
    Bom dia!
    Acho que erros repetidos devem de alguma maneira sofrer uma pena. Não sei se tirar dos jogos olímpicos, pois ó desculpas não bastam….Deve-se ter atitude, coisa que a Iziane (pelo menos é o que temos visto) não tem tido.
    Concordo que o erro anterior foi mais grave e deveria ter sido tomada uma atitude no momento, fato que a Hortência não o fez, e o pior mandou embora o técnico!!!!
    Enquanto não tivermos gente profissionalizada no comando das confederações será sempre a mesma ladainha!!! O basquete masculino demorou muito mas parece estar indo no caminho certo, por que o feminino não segue o mesmo caminho?
    Abs.,

    • janca

      Oi Luiz Fernando. Sobre a profissionalização no comando das confederações estou de pleno acordo com você. E que elas comecem a procurar mais recursos também na iniciativa privada e estabeleçam planos estratégicos para desenvolver melhor suas modalidades. Com ajuda do governo, sempre que é o caso, afinal a massificação de determinados esportes depende de políticas públicas também, não só das confederações, que muitas vezes ficam com o topo e não com a base da pirâmide, questão que abordo, de certa forma, em minha coluna hoje no diário LANCE!. Grande abraço e boa terça pra você, Janca

  • Alexandre

    A Hortência deu uma chance pra ela e mandou o técnico embora. Duas chances não dá. Errar uma vez é humano, duas é burrice.

    • janca

      Mas o Brasil perdeu uma ótima jogadora, talvez a principal da equipe, e ficou com uma atleta a menos em Londres… Não foi só a Iziane que perdeu. A seleção, a meu ver, também.

      • É fato que houve uma perda de qualidade técnica com o corte da iziane, mas não se pode encobrir uma indisciplina cometida, ao meu ver disclina é fundamental em todos oas segmentos da vida, principalmente no esporte, quer um exemplo: O clube do flamengo, encobriu varios casos de indisciplina e olha o que aconteceu, o clube virou motivo de chacota. Disciplina sempre!!

        • janca

          Oi Rogério, entendo sua posição e respeito, mas não acho que devamos ser tão intransigentes assim com a questão de disciplina, as pessoas erram, podem admitir os erros, como foi o caso da Iziane, e até aprender com eles. Como podem não aprender e continuar repetindo os mesmos erros pela vida toda. Acho que há um meio termo nisso tudo. Mas repito que entendo e respeito sua posição.

  • sandrofla

    O basquete brasileiro perde assim como o futebol brasileiro perdeu em 98 com o corte do Romário.
    Mesmo que corte na pele acho que a disciplina vem antes do sucesso. Acho até que podia-se aplicar uma multa e mantê-la na seleção porém não se pode a meu ver condenar a atitude da Hortência.

    Abraço Janca.

    • janca

      Em 98 acho que o Brasil perdeu muito com o corte do Romário. Muito mesmo. Também acho que não se pode condenar a atitude da Hortência, mas é legítimo que se faça uma avaliação sobre sua gestão da equipe feminina. Grande abraço, Janca

  • Johannes

    Bom Dia João Carlos,
    considerando seu passado de indisciplina, considero que a Iziane deveria ter um cuidado adicional com o quesito disciplina, demonstrando assim sua vontade de fazer parte da seleção brasileira, a mesma indisciplina fora de quadra ás vezes se revela em uma atitude excessivamente individual dentro dela, enfim, não acho de modo algum estranho o corte da jogadora e não creio ter sido injusto nem tampouco inadequado…jogador que se acha acima do bem e do mal costuma dar um balde de leite e depois um coice no balde…no caso da Iziane a medida talvez não chegue a meio balde….O basquete feminino precisa de um campeonato forte e de incentivo a prática do basquete desde a infância para revelar mais talentos…sem isso nao teremos novas Paulas, Janetes e Hortências,

    • janca

      Talvez você tenha tocado no ponto certo, o jogador ou a jogadora que se acha acima do bem e do mal. Há muitos ídolos temperamentais e indisciplinados. até que ponto vale apostar neles? O que lastimo é termos ficado com uma opção a menos para a Olimpíada, já que ela, Iziane, não pode ser subsituída, já estava credenciada e não foi cortada por lesão, ao contrário do Rafael, goleiro da seleção. Abs. e ótima tarde pra você, João Carlos

  • tuffy

    vá se viver com um barulho desses… qando não puniu e perdoou, foi criticada, agora que não relevou… é criticada… e olha que eu nem acho a Hortencia essa Brastemp……

    • janca

      Mas agora o Brasil ficou com uma apenas na Olimpíada. E algum erro houve aí, seja ele qual for. Ter apostado na atleta da primeira vez até pode ter sido um equívoco. Enfim, algo para se pensar e que não vale somente para o basquete feminino.

  • Ale

    Ao meu ver o erro, foi ter convocado a Iziane.
    Uma atleta que ja havia dado problema, a Hortencia mandou o tecnico embora e ficou com ela, passando a mao na cabeça, abrindo um precedente a nova indisciplina, a jogarora Hortencia foi uma das melhores que vi jogar, ja a dirigente…, deixa a desejar.

    • janca

      Concordo, o erro talvez tenha sido a convocação da Iziane. E também era fã incondicional da Hortência jogadora, já em relação à sua atuação como dirigente tenho minhas dúvidas… Abs.

    • janca

      E felizmente o basquete masculino do Brasil acaba de ganhar da Grã-Bretanha. Se o feminino tem duas derrotas, o masculino chega à sua segunda vitória nessa que é sua volta aos Jogos Olímpicos.

  • virgilio

    Agora que a seleção está perdendo, o ‘cara’ tem sérias dúvidas. Por que não ‘falou’ isso antes? O negócio é jogar e depois ver como avançar em Londres e no Rio.

    • janca

      Mas todo mundo falou sobre isso antes, a polêmica está aí. Agora o negócio não é “apenas” jogar e ver como avançar em Londres e no Rio. Primeiro porque se trata de como jogar e depois porque para o Rio temos quatro anos e muita coisa pode ser acertada. E os erros estão aí para serem corrigidos. Sem dizer que a seleção está perdendo mas ainda não caiu fora dos Jogos.

  • EVERTON

    O BRASIL PODE PERDER AGORA MAIS NO FUTURO ISSO É BOM E QUE SIRVA DE EXEMPLO PARA OUTROS ATLETAS , TEM QUE LARGA DE PASSAR A MÃO NA CABEÇA DESSE TIPO DE GENTE, FORA MESMO , QUE ELA APRENDA A RESPEITAR NORMAS….

  • alberto Pereira

    Oi Janca, os dois ultimos posts foras de lascar! Falta de assunto? Dá uma olhada nos jogos, tem muita coisa acontecendo, merecendo destaque na mídia.

    • janca

      Leia outros blogs, então. Para alguém com visão mais tosca, como parece ser seu caso, de fato discutir o constrangimento político criado pelo ministro do Esporte, Aldo Rebelo, incomocado com a presença da Marina Silva na cerimônia de abertura pode parecer uma coisa menos importante.

  • Roberto junior

    Janca, o time é ruinzinho mesmo. Não sei se a iziane mudaria muito o quadro.

    Abraço!

    • janca

      Talvez você tenha razão. O masculino desta vez parece bem melhor. E espero que vá longe, claro.

  • jadir

    Janca, a Iziane é cabeça de pedra, e encrenqueira. Além de “esperrrrta”. No jogo treino contra os ESTADOS UNIDOS, ela cometeu 4 faltas rapidinho, e depois ficou no banco dando risada (ela sabia que o Brasil não conseguiria fazer um bom jogo com os EUA). É mau carater. Parabens Hortencia

    • janca

      Pode até ser, mas então por que foi convocada? Alguma falha houve aí… Ficamos com uma a menos e alguém poderia ter sido chamada antes. As demais delegações têm 12 atletas, nós, graças ao corte da Iziane, só 11, ficamos com uma a menos.

  • AQUILES

    ESSA JOGADORA QUE OSTENTA SER UMA MAGIC PAULA É ARROGANTE POIS JA DEMONSTROU EM OUTRO EPSÓDIO NESTA MESMA SELEÇÃO,NÃO ME RECORDO O NOME DO TECNICO QUE ANUNCIOU NA ÉPOCA NÃO Á CONVOCARIA E O QUE ACONTECEU,FOI DEMITIDO PELA BRILHANTE HORTENCIA QUE A DISPENSOU NUMA PURA ATITUDE DE QUE ERROU NO PASSADO AO PASSAR A MÃO NA CABEÇA DESSA JOGADORINHA

    • janca

      Pode ser. A Hortência passou uma vez a mão na cabeça, talvez tenha pensado que de novo não. O que é um direito dela, claro.

  • Giovani

    Brasil e sempre assim investem uma fortuna em dirigentes e em esportes nada, ai botam estas malas de dirigentes para atrapalhar, todos os países investem pesado para ganhar e o Brasil vai mais uma para cpmpetir ate quando, fora bando de imcompetentes

    • janca

      Não acho que seja o caso da Hortência, mas o que tem de dirigente incompetente comandando esportes olímpicos no Brasil, alguns ganhando salários de executivos mesmo, dinheiro que muitas vezes sai do nosso bolso, pois se trata de verba oriunda do governo, não está escrito.

  • Bruno

    Deixa eu ver se entendi… ela comete um erro grande e, ao invés da punição exemplar, lhe é dada mais uma chance… que ela prontamente aproveita para cometer mais um erro? Não acompanho muito o mundo do vôlei mas pelo que você disse aí em cima me pareceu mais do que justo o corte.

    • janca

      É o mundo do basquete, Bruno.

      • Bruno

        Que seja, a lógica permance a mesma

  • warlem

    parece que voce nao esta preocupado com a seleçao e sim em provocar algum assunto.
    esta moça errou, passou-se a mao na cabeça, e ela erra de novo, perdoa e assim por diante. nao tem regras, nao tem direçao, afinal a seleçao acima de tudo, penso que os jogos olimpicos, alem da
    competiçao, tambem ajuda a formar o carater das pessoas, enquanto eu perdoo por entender
    que a competiçao esta acima de tudo, posso contribuir para uma proxima partida sem coletivo,
    pois, se ela quebrou uma regra, nao desrespeitou so a lei, mas toda a equipe.
    sera que o ouro olimpico esta acima de tudo?, se voce nao poda aqui, a vida poda “ali”, mas qual o problema, ali nao tem ouro olimpico…,nao te conheco jornalista, mas penso que voce deve rever seus conceitos, e nao procurar vender jornal a qualquer custo, pois a vida pode te podar “ali “, mas qual o problema, ali nao tem ouro olimpico…!

    • janca

      Estudar é preciso. Um país que não investe em educação… Seu português é sofrível, fica difícil até entender sua linha de raciocínio. E claro que coloquei um assunto que acho importante para discussão, não sou dono da verdade e a opinião é livre. Embora fique mais fácil entender a de cada um se o sujeito escreve direitinho, o que não é o caso de todo mundo, infelizmente.

      • warlem

        Em um pais em que educaçao nao é prioridade, não é difícil entender que um jornalista
        se preocupe mais com erros de portugues, do que com a matéria em foco.
        É verdade que cada qual tem tem sua idéia sobre determinado assunto, mas é de se es-
        pantar na faculda de jornalismo, não se ensina que idéias são importantes, mas que ideais
        são fundamentais.
        Voce é um jovem, penso que a melhor escola é a vida, emborta mais sofrivel.
        Respeito ideias, mas abomino sensacionalismo, e foi o que eu senti com sua opinião sobre
        esta jogadora Iziane.

        Discutir ideias é interessante, melhor seria que elas tivessem fundamentos.

        Não sou ativo em portugues, e não dou assunto a quem tem faculdade, mas desconhece
        a vida.

        Talves daqui a alguns anos eu possa te entender. Afinal voce é jovem ainda,
        e eu inculto.

        Quanto a esta jovem, talves namorar, desrepitar o coletivo, os mestres e a sociedade,
        seja melhor do que o ” ouro olimpico “, mas afinal não é ouro que queremos?

        • janca

          Talvez seja ouro o que você queira, eu não. Acho que o país tem outras prioridades, como segurança pública, saúde, educação e transporte. O que questiono no caso Iziane é o risco assumido pela confederação ao convocá-la, uma atleta que sempre foi um problema, e o corte que acabou sendo feito. Ela pediu desculpas pelo erro. À confederação cabia acatar ou não. A avaliação foi de que abriria um precedente perigoso, já aberto aliás uma vez, e que o time ficaria mais unido em torno da disputa olímpica. Não é o que temos visto até aqui. Agora se você é inculto, como diz, conselho de amigo. Estude. Isso é importante para a vida. Para poder discutir assuntos, abrir os horizontes, lutar por seus ideais e se preparar para a vida. Inclusive dominando o português, que é a língua do nosso país.

          • jadir

            Sr. Janca, o sr. é a demonstração acabada de que Cultura e Inteligencia não são sinonimos. O sr. pode ser jornalista (profissão que não necessita de diploma para ser exercida) com nível universitário, mas o falecido sr. Vicente Mateus (ex presidente do Corintians) era mais inteligente que o “nobre” jornalista.

          • janca

            É bem possível que sim. Quem disse que cultura é sinal de inteligência?

  • É por esses comentários tipo, passa a mão na cabeça que não só o esporte em sí, más muita coisa no Brasil estão indo por água abaixo…
    …sem dúvidas, o basquete brasilerio saiu perdendo, más a moral não.

    • janca

      Não sei se é passar a mão na cabeça ou se seria passar a mão na cabeça, não. são visões diferentes e ambas merecem respeito e o assunto, discussão.

  • MARCELO , ( MAIOR CAMPEÃO DO BRASIL – POOORCO

    janca , pela sua insistencia em defender essa isiane ( nao apreveita o ” dom ” e a chance que DEUS deu pra ela) no basquete , pois a maioria esmagadora dos comentarios é contra essa moça, voce vai ter que ter paciencia com as pessoas que estão perto de voce. quando errarem com voce , perdoa , pois se voce nao perdoar voce e ipocrita. voce sabe o que significa profissionalismo.convocou ela , deu uma nova chance e ela nao aproveitou. janca , nao to te jungando , acho voce um grande jornalista e te respeito , mas lutar com os fatos nao tem argumento. é a mesma coisa lutar e ir contra a imagem da televisão. ta gravado nao tem como justificar ta la na imagem. é a mesma coisa com essa moça. por que ela nao comete esses erros na wnb nos estados unidos ? por que se ela cometer, tem o contrato rescindido e é mandada embora. então nao tem como defender ela. e muito estrela pensa que pode fazer o que quiser . e igual ao judas traira ( klebinho corintiano ), era idolo sendo um jogadorzinho comum r fez o que fez . nao vai ser idolo em lugar nenhum . nao tem carater.

    • janca

      Não defendo a Iziane. Contesto a decisão da confederação de levá-la sabendo dos riscos que tinha ao abrigar uma atleta-problema. E depois cortá-la, deixando o Brasil com uma a menos.

  • BETO CANADA

    HORTÊNCIA TA CERTÍSSIMA !!! TEMOS MILHARES DE EXEMPLOS NO FUTEBOL E EM RARÍSSIMOS CASOS OS “BAD BOYS” FAZEM A DIFERENÇA , PORTANTO , NOTA 10 PRA ESSA QUE FAZIA SIM A DIFERENÇA EM QUADRA E NUNCA ARMOU BARRACO NUMA ÉPOCA QUE TODOS COMPARAVAM ELA COM A PAULA !!!

    HORTÊNCIA É EXEMPLO A SER SEGUIDO E SABE O QUE FAZ !!!
    E TENHO DITO !!!

    • janca

      Sabe o que faz? E quando perdoou a Iziane a primeira vez? Estava certa lá ou está certa agora?

  • Vinícius

    Abrir precedente para uma atleta comprovadamente irresponsável e bagunçar o ambiente? Não concordo. Iziane não merece representar o país em um evento deste tamanho.

    • janca

      Pode ser, mas então não deveria ter sido convocada.

      • jadir

        Srs. darmos ouvido a um tal de Jaca ou Janca, é perda de tempo. Ouçamos Renato Mauricio Prado, José Trajano, PVC, PC Vasconcelos, Alberto Helena, Juca Kfouri e alguns outros. Deixemos o sr. Janca junto com outros lixos como Juarez Soares, Silvio Luis, Neto, Miller, o ridículo Osvaldo Maciel, e muitos outros.

        • janca

          Mas o pior é que você ainda dá ouvidos… Isso que é perda de tempo, camarada… Sinto por você.

        • janca

          E um abraço pra você, sr. Jair, boa sexta e menos amargura e perda de tempo.

          • jadir

            Obrigado sr. Jaca

MaisRecentes

Saída de Lucas Lima



Continue Lendo

Dorival bombardeado



Continue Lendo

A grana de Nuzman



Continue Lendo