Marina x Aldo



E não é que o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, perdeu uma grande oportunidade de ficar quieto?

O político do PCdoB segue inconformado com o Comitê Organizador dos Jogos de Londres, que homenageou a ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva, de quem Rebelo é desafeto. Ao ironizar a “colega”, dizendo que ela sempre teve boas relações com a aristocracia europeia e só por isso foi convidada, o ministro do Esporte ganhou uma série de manchetes negativas.

Marina Silva participou da cerimônia de abertura carregando a bandeira olímpica ao lado de personalidades como o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, o ex-pugilista Muhammad Ali e o maestro Daniel Barenboim, pegando de surpresa o governo brasileiro e ofuscando a presença da própria presidente Dilma Rousseff.

Segundo os organizadores, Marina foi homenageada “por sua valiosa e significativa luta pela questão ambiental” e sua participação na cerimônia, como a dos demais que levaram a bandeira olímpica, teve de ser mantida em segredo “para não estragar a surpresa”.

Aldo Rebelo, que tem sido criticado na Europa pelos problemas na organização da Copa de 2014, é inimigo político de Marina por conta do Código Florestal. O atual ministro do Esporte, ao contrário da adversária, aliava-se constantemente à bancada ruralista e ficou mordido ao vê-la sexta à noite na cerimônia de abertura em Londres. Coisas da política…



MaisRecentes

Fernando Diniz na berlinda



Continue Lendo

Deuses da Bola



Continue Lendo

Galo pega fogo



Continue Lendo