Construção de hotéis



Representantes das 12 cidades que receberão jogos da Copa de 2014 devem se encontrar em setembro para uma avaliação do número de novos leitos disponíveis em hotéis até o início do evento.

As três que mais estão investindo no setor hoteleiro são São Paulo, Rio e Belo Horizonte, mas ainda não há uma previsão sobre o montante de projetos que estarão finalizados até 2014. Em BH devem ficar estar disponíveis 15 mil novos leitos. No Rio, 18 mil. Em São Paulo, 20 mil.

Em Minas houve flexibilização da legislação para favorecer a construção de hotéis, mas um terço dos projetos acabou não sendo licenciado porque não teria condições de ficar pronto até a Copa. Depois do Mundial a ideia é transformar a capital mineira em sede do chamado turismo de eventos do Brasil, concorrendo com Rio e São Paulo. O problema é que as outras nove sedes tem o mesmo objetivo para assegurar a ocupação de seus hotéis.

No encontro previsto para setembro esse tipo de discussão, além de uma política nacional para o setor, estará em pauta. Pena que só agora, a menos de dois anos do início do torneio.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo