O dia seguinte



Apesar de uns e outros reclamarem que temos tratado muito do Corinthians nos últimos dias, não dá pra fugir do assunto, é o jogo tão esperado pela torcida corintiana e por torcedores rivais que vão secar, também. Assim reproduzo neste espaço coluna que publiquei ontem no diário LANCE!:

“Como será o 5 de julho de 2012 se o Corinthians ganhar a Libertadores? Além da festa madrugada adentro, cinco meses de preparação para o Mundial de Clubes, onde poderá enfrentar o Chelsea e pensar de verdade no projeto de internacionalização da marca do clube, que até hoje teve um ensaio aqui, outro acolá, mas nunca decolou.

Se perder? Fora a ressaca e as gozações dos rivais, a volta de cabeça cheia para um Brasileiro em que ganhou apenas 4 de 18 pontos disputados, tendo que se esforçar muito para tentar vaga à Libertadores no ano que vem.

Só espero que, em caso de derrota em casa, que pode ser o “Maracanazo do Corinthians”, a torcida reconheça o trabalho do grupo e do técnico Tite, que demonstraram muita competência e garra até aqui.

Em 5 de julho de 2012, o dia seguinte do jogo, comemoramos 30 anos da tragédia do Sarriá, estádio que já não existe mais e em que o Brasil de Telê, Sócrates, Zico, Falcão e Cia. perdeu para a Itália, os 3 a 2 que nos tiraram da Copa de 1982.

Quando escrevi “comemoramos”, apesar de ter sido uma derrota, quis dizer isso mesmo, afinal não canso de repetir que na dor também se aprende. Aquela foi uma das melhores Seleções que vi jogar. Acompanhei parte da Copa no Brasil, festejando com colegas de escola nas ruas as vitórias da Seleção, triunfos de um time identificado com o povo, o que hoje não se vê mais. A derrota para a Itália vi no exterior, num vilarejo dinamarquês chamado Snekkersten, que fica ao lado da belíssima cidade de Helsingor. Não consegui pegar no sono à noite, mas no dia seguinte coloquei a camisa amarela e fui pra Copenhagen, capital da Dinamarca, recebendo, no trem, solidariedade de muitos que me encontravam e lamentavam a derrota da Seleção. Daquela Seleção.

Passados 30 anos e revendo o jogo, talvez tenha sobrado confiança aos brasileiros, que davam a impressão de achar que poderiam vencer a qualquer momento. Quando não podiam. E como não venceram. Que sirva de lição para o Corinthians que, apesar de jogar em casa, tem que continuar se esforçando e lutando por cada palmo de gramado. Como querem seus torcedores, para os quais não vai ser fácil controlar a ansiedade e o grito entalado na garganta.

Mas o melhor exemplo para o Corinthians não é a Seleção de 82 e sim a de 94. Amanhã fará 18 anos do jogo do Brasil contra os Estados Unidos pelo Mundial de 94. Mesmo fora de casa e no Dia da Independência norte-americana, os brasileiros, com um a menos em campo graças à expulsão de Leonardo, jogaram com tudo no segundo tempo, deram sangue e coração, e comandados por Bebeto e Romário venceram por 1 a 0, passando às quartas de final. Contamos também com a sorte, que agora parece estar ao lado do Corinthians. Resta saber se continuará amanhã. Mas aconteça o que acontecer, vida que segue.”



  • Tato

    Então Janca, lembro das duas partidas a de 82 e a de 94. A de 82 foi isso mesmo que você disse, pensávamos que ganharíamos a qualquer momento e esse momento nunca chegou. Em 94 contra os EUA, aquela cotovelada do Leonardo no cara que ficou igual um frango destroncado tremendo no chão (aquela cena ficou em minha cabeça durante meses) a partida foi muito difícil. Jogo duro mesmo, 1 a 0 magro, superado apenas pela partida contra a Holanda (bomba santa do Branco) e a final contra a Itália com o baixinho perdendo um gol no pé da trave (pensei que aquilo fosse um presságio – imagina o Romário perder um gol daqueles?).
    Realmente devemos tirar o chapéu para o Tite e o time do Corínthians, não possuem uma estrela, um destaque individual, porém jogam como um “todo”. Time muito consistente que se ganhar ou perder hoje deve seguir de cabeça erguida consciente de que fizeram o possível e o impossível para dar esses título aos torcedores. Não sou corinthiano, muito menos “anti”, mas hoje torcerei pelo Corínthians porque antes de tudo sou um apaixonado pelo jogo e acho que o Corínthians merece essa.

    • janca

      Oi Tato. Sobre a seleção de 94 aquele jogo foi dificílimo mesmo. Eu estava lá, o ambiente fora do estádio _e depois dentro também_ era muito bom, a torcida da casa, lógico, maior que a do Brasil, que ainda assim se fez presente em bom número. Levei um susto com a expulsão _merecida_ do Leonardo, que quase nos custou a Copa. Mas mesmo com dez conseguimos ganhar, era um calor infernal, jogos na hora do almoço em pleno verão americano. E o pior foi mesmo em Dallas, contra a Holanda, um dos estados mais quentes que conheci. Mas ainda assim vencemos, fomos avançando e ganhamos a final nos pênaltis. Era um time que tentava neutralizar o ataque adversário, dava segurança na defesa, como o Corinthians hoje. E São Paulo respira a final da Libertadores, vamos ver o que acontece. Acho que, perdendo ou ganhando, a torcida vai apoiar o time. Mas se perder fica numa situação bem difícil daqui pra frente, como o Santos, que está bem mal das pernas no Brasileiro. Vamos ver o que acontece.

      • Tato

        O Santos tem o agravante “Olimpíadas” e ficará sem Rafael, Ganso e Neymar. Acho bem mais difícil para o Santos do que para o Corínthians no brasileirão 2012. De qualquer forma, depois daquela arrancada do Fluminense uns tempos atrás (contrariando matemáticos e secadores de plantão) acho que dá pra se recuperar sim, com muito custo, mas é sim possível. Quanto ao jogo de hoje devemos pensar que é uma final de um jogo só. Quem ganhar leva. O Corínthians carrega a esperança de milhões de torcedores em ganhar o título tão desejado (uma carga emocional que o Boca não tem) e talvez esse fator possa dificultar um pouco as coisas. O Corínthians decide em casa, porém o Boca é um visitante chato (daqueles que abrem a porta da geladeira/ chutam o cachorrinho/ fazem xixi com a porta do banheiro aberta, hahahaha) e perigoso.

        • janca

          Possível é, Tato, mas tem também o efeito emocional da volta do time pro Brasileiro em eventual eliminação (ou perda) da Libertadores. Mesmo com Rafael, Ganso e Neymar o Santos não passou pela Portuguesa. E no jogo anterior tinha empatado com o mistão do Coritiba em plena Vila Belmiro.

        • BOCA ES PASION!!!!

          Sepa mi amigo que BOCA = ALMA -CORAZON -VIDA -PASION -CORAJE !!!!!!!!!!

          • mss

            CALA TI BOCA!

  • Caramba, Janca, se eu fosse corintiano, estaria agora colocando seu nome da boca do sapo! Vai gorar outro time, rapaz! Hahaha!

    Se a associação feita com o scratch de 82 fosse baseada na qualidade dos times, tudo bem, mas comparar as situações se ligando na possibilidade de perder quando sem te a confiança necessária para ganhar?

    Mas, por incrível que pareça, a Seleção de 94 cai como uma luva nos presságios do jogo de logo mais: partida dura, suada, lutada, aguerrida, talvez violenta… O fato é que o Timão vai ter uma prova objetiva em campo – o Boca -, e outra, emocional ao extremo, dentro de cada jogador. Talvez a capacidade de dosar a ansiedade por conquistar tão almejado prestígio – Campeão Continental!!! – seja o fator determinante.

    De todo modo, não dar para torcer para time argentino: Vai, Corinthians!

    Grande abraço e bom jogo para todos nós, xinxeiros, xeneizes ou não!

    João Sassi

    Ps:um torcedor do Boca Juniores ou do Corinthians toparia substituir seus cânticos históricos pelo último sucesso da Beyoncé ou do Teló; tenha dó! Saiba o porquê lendo o Borogodó! http://borogodofutebolclube.blogspot.com.br/2012/07/o-papel-do-torcedor-pastel.html

    • janca

      Oi João. Não estou gorando ninguém. A associação com a seleção de 82 é porque em futebol a coisa mais imprevisível do mundo pode acontecer. Pra nós, brasileiros, parecia impossível pensar em derrota pra Itália, mas ela aconteceu. E aquela seleção italiana jogava muito, apesar de ter feito uma primeira fase tão ruim na Espanha. Sendo que hoje, do outro lado, estará o Boca. Já sobre a seleção de 94, até pelo estilo de jogo mais defensivo, acho que lembra mais a do Corinthians. Inclusive pela entrega e pelo espírito de luta. E ganhou nos pênaltis. Acho que a vantagem hoje é do Corinthians, mas vamos esperar. Está todo mundo contando os minutos pro jogo. Abs. e boa quarta procê, Janca

      • Foi só gozação! É mania minha nunca pensar no pior quando algo importante está para acontecer; questão de energia, só isso. Como estou na maior expectativa pelo Timão, projeto as melhores energias e nem penso em outra coisa que não a vitória.

        Pensar no porvir é sinal de maturidade, mas pode, vez ou outra, resvalar num racionalismo que prefiro deixar de lado, se possível for.

        Vai ser um jogaço! Boa Quarta!

  • Vai Corinthians
    • Emilio Vigliari

      Eu não sou corintiano e nem flamenguista. Mas acho estranho o Corinthians se auto-intitular a Maior Torcida do Brasil, sendo que não existe nenhuma pesquisa, eu disse NENHUMA, que aponte isso.
      Assim é fácil ficar gritando ‘somos a maior torcida’, com base em NADA. Todas as pesquisas apontam o Flamengo na frente. Flamengo é o único time do Brasil com torcida NACIONAL. Eles tem um número representativo de torcedores em todas as regiões do Brasil. Diferentemente do Corinthians que trem toda sua concentração no estado de São Paulo.
      Então parem de inventar coisas gambás. É bem típico de vocês mesmo inventar coisas, precisam inventar e vivem de mídia. Time que a vida inteira foi ajudado por todo mundo. Qual a graça de torcer pra 1 time assim? No Corinthians nada é suado. Tudo é beneficiado. Time que tem CBF, mídia, arbitragem, tudo a seu favor. Tomem vergonha na cara gambás.

      SAUDAÇÕES SANTISTAS – O TIME MAIS VITORIOSO DO BRASIL! NA GARRA E NA RAÇA, TUDO CONQUISTADO

      • Chupa baiacús

        Você faz parte da maior torcida do Brasil e o manifesto serve para gente como você.

        • Chupa baiacús

          Que eu saiba a CBF deu 6 títulos brasileiros para o S4n7os. Vê direito quem é ajudado.
          É fácil ganhar títulos brasileiros via fax e Libertadores sem enfrentar times brasileiros ou argentinos.
          Timinho sem torcida.

          • Chupa baiacús

            S4n7os – em 100 anos de existência, conquistou somente dois campeonatos Brasileiros. Ou seja, um a mais que o Guarani.

      • Raimundo

        E.L.I.M.I.N.A.D.O

        • LIma

          e digo mais:ganhar mindial sem ter ganhado libertadores também!!!

          • S4N7ASTICO 5OBERAN0

            Título da Libertadores você verá esta noite.
            Dará 80 pontos na audiência da Globo.
            Espero que o gol saia aos 15 minutos do segundo tempo da prorrogação… para os antis sofrerem mais.

        • S4N7ASTICO 5OBERAN0

          C-H-U-P-A__N-E-Y-M-A-R

      • ravel moraes

        ta aí um argumento q nao cola mais , o corinthians tem torcedores em todos os cantos do brasil e muito mais do q o flamengo nas cidades mais populosas do país e nao na regiao norte e nordeste onde a densidade demografica é baixissima , e outra se o flamengo éo primeiro os outros tres seguintes sao todos paulistas e rivais (corinthians, sao paulo e palmeiras ) agora o seu santos sim so tem torcida em santos e apesar de ter neymar e ja ter tido pele é um timeco regional e com uma torcida de idosos …….

      • Marcos

        VOCE TAMBEM NÃO TEM EMBASAMENTO NENHUM AO FALAR QUE O CORINTHIANS “O GLORIOSO”,SÓ TEM TORCIDA REGIONALIZADA.Sou de Londrina, e face a fase atual do Timão,foi realizada uma pesquisa regional a qual apontou o Corinthians com 27%,os do pantone com 11%,os porquinhos com 8%,o timinho da baixada(acho que o nome é Jabaquara)com 3%,o urubu com 1,7%,coxa com 1,3 e atletico com 1,1%, em uma Regional com 1.600.000 hb,outra coisa tb é não esquecer que o vasco divide no nordeste, a pequena população que la existe.Também pela pesquisa foi perguntado para qual time torçe,e por incrivel o Londrina EC,que é o principal da região, ficou com menos de 3%,.Não adiante dizer torço para o NAUTICO,mas também para o urubu,seu jacú

        • Marcos

          retificando torce

  • adams

    Janca, eu, pesquisando pela internet, tenho alguns jogos completos gravados em DVD: final da Copa 1958 (Brasil 5×2 suecia); Brasil 3×0 tchecoeslováquia (copa 1962); E a partir de 1966, as decisões (jogo completo) de todas as copas. Tenho todos os jogos da copa de 1982, infelizmente, a “Tragédia do Sarriá”. Outro dia vi esse jogo maldito. O Brasil dominou boa parte dos jogos mas ñ ganhou. Sempre qd lembro desse jogo, lembro da cabeçada no finalzinho, do Oscar, q o Zoff pega a bola ‘pelo rabo’… se aquela boa tivesse entrado…
    Mas voltando ao jogo do corinthians, aqui no RJ, ñ há mobilização como aí em SP (aqui fala-se muito do FLAxflu centenário). Não vou torcer contra o corinthians e, acho muito difícil haver um ‘maracanazzo corintiano’ hj. O time do corinthians me parece bem focado para ganhar (apesar de aqui no RJ, não haver tantos torcedores do corinthians, qt do SP, por exemplo).

    • janca

      Eu também acho que o Corinthians parece bem focado pro jogo de hoje e não acredito muito num “Maracanazo corintiano”. Mas futebol é imprevisível. A mobilização aqui em São Paulo em torno do jogo é enorme, você pode imaginar, tanto de torcida contra quanto a favor. E aquele jogo do Sarriá foi impressionante mesmo. E ainda teve o pênalti não marcado no Zico, não? Mas era um lance difícil. Um lance em que ele acabou com a camisa rasgada. Enfim, entrou para a história do futebol. Abs. procê, Janca

      • CONHECEDOR

        O Zico recebeu a bola em impedimento antes de ter a camisa rasgada. Foi marcado impedimento.

        • janca

          Ah! Então peço desculpas. Mas fiquei com aquela cena na cabeça… E quando o Brasil empatou, 2 a 2 com o Falcão, parecia que aí sim tínhamos nos classificado. Daí lá vai a Itália e faz o terceiro… Foi um jogo doído, mas pra entrar na história. Abs. e valeu pela correção, Janca

          • Alexandre

            Em 82 eu era muito novo, mas vi uma reprise deste jogo em 2010.
            Na minha opinião a Itália jogou mais do que o Brasil.

          • janca

            A Itália teve méritos, mas os dois fizeram um grande jogo. Pelo menos é o que eu acho. E emocionante pacas. Até o último segundo o Brasil tentando os 3 a 3 que lhe dariam a vaga para as semifinais.

  • Claudio

    Pra mim não faz diferença nenhuma se ganhar ou perder..Vendo a situação no qual se encontra meu time estou mais preocupado se vamos nos livrar da segundona..Fico chateado com um clube da grandesa do Flamengo estar nesse caos,o Corinthians outro gigante do nosso futebol esta bem em todos os sentidos..O jogo de hoje mostrara que o Boca não é mais o mesmo daqueles tempos aureos que massacravam seus adversersarios..é um time envelhecido e não é favorito hoje..Como venho dizendo minha preocupação é com o meu Mengão que a cada jogo fico mais apreensivo com tamanho amadorismo de seus dirigentes,menos mal que o Zinho esta remando a favor do time,sucesso Janca,a cada dia fico mais seu FÃ nas suas colunas.abs.

    • janca

      Obrigado, Claudio. Mas acho que você tem mesmo motivos pra se preocupar. O Flamengo tem um tremendo potencial que acaba não sendo explorado pela direção. Um clube da grandeza do Mengão, como você bem colocou, não era pra estar nessa situação. E eu, pra ser sincero, ando preocupado com a Lusa, torcendo pra conseguir pelo menos uma vaga na Sul-Americana, já que conseguiu a “façanha” de ser rebaixada no Paulistão. Mas a gente se acostuma com o sofrimento _rs. E aprende com ele. Só que hoje confesso que ando ansioso com o jogo do Corinthians, São Paulo vive um clima diferente. Parece meio feriado… Ou dia de jogo da seleção. Não a seleção atual, mas aquelas com as quais a gente se identificava, como a de 82, que citei no texto. Abs. Janca

      • Claudio

        Vlew Janca mas acredito que a Portuguesa ainda se salva,dos times de sampa o que eu mais simpatizo é com a Lusa…Depois daquela explosão chamada Barcelusa gostei e da volta a serie A, e pensar que tentos times genericos que vão e voltam..A Portuguesa merece estar onde esta e acredito que vai conseguir ficar na primeira ,abs.

        • janca

          Eu também, especialmente pelos dois últimos jogos, o time parece que está ganhando consistência, o Geninho acertou o meio-campo e as laterais, o Dida foi um ótimo reforço, transmite muita segurança à zaga, o ataque que ainda não engrenou. Mas é outro time em relação àquele que disputou o Paulista, Claudio. Abs.

  • BOCA ES PASION!!!!

    BOCA = ALMA -CORAZON- VIDA – PASION -CORAJE !!!!!!
    AGUANTE BOCAAAAAAAAAAAAAAAAA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Carlos Eduardo

    Sou Flamenguista!
    Trata-se da final da Liberta!! Tem que dar enfêse ao Corinthians sim!
    Boa sorte Corinthians…..

    • Carlos Eduardo

      Retificando
      …enfâse…

    • janca

      Eu também acho, Carlos Eduardo. Para o bem ou para o mal hoje é o dia do Corinthians.

  • CONHECEDOR

    NO DIA DA INDEPENDÊNCIA AMERICANA A LIBERTAÇÃO CORINTHIANA DA LIBERTADORES. DEPOIS DE HOJE, ESSE TORNEIO PERDERÁ O CHARME. MELHOR ACEITAREM A CRIAÇÃO DA COPA PANAMERICANA, COM A FUSÃO DE CONMEBOL E CONCACAF, ASSIM EXISTIRÁ UM TORNEIO QUE O TIMÃO NÃO VENCEU, SENÃO DIRÃO QUE AINDA NÃO GANHAMOS A CHAMPIONS LEAGUE. VAMOS ATROPELAR, PASSAR O CARRO E DAR RÉ. 4 X O !

  • Danilo

    JANCA… VAI TOMAR NO CU… SEM MAIS… VAI CORINTHIANS!!!

    • krau

      Que vergonha. Que coisa feia seu “Danilo”… Duvido muito que seja Corintiano! Exclui isso aí Janca.

      • janca

        Oi Krau. Faz parte, faz parte, se a gente for perder a cabeça com xingamentos… Cada um que aparece… E tô impressionado com São Paulo hoje. É clima de jogo da seleção brasileira, mas dos tempos em que a seleção empolgava. Parece feriado, fogos de artifício estourando, ansiedade no ar, fazia tempo que não “via” algo assim. Abs., Krau, e valeu

      • janca

        Ah! E também duvido que o cara seja corintiano.

  • Fernando Duarte

    Graaaande Helsingor…quantas lembranças…peguei muito ferry lá para atravessar para Helsingborg na vizinha Suécia !!!
    Agora em Copenhagen já tem até ponte, e que ponte !!!!!
    Abs Janca.

    • janca

      Oi Fernando, também pegou muito o ferry lá. É um lugar sensacional que marcou muito minha infância. Grande abraço pra você, Janca

MaisRecentes

Pela saída de Levir



Continue Lendo

Apoio a Jô



Continue Lendo

Os preços da Seleção



Continue Lendo