A obsessão pelo Morumbi



Se Ricardo Teixeira não suportava a direção do São Paulo, José Maria Marin morre de amores por ela. Não é que, além de defender o uso do CT de Cotia pela seleção na Copa de 2014 e marcar amistoso do Brasil contra o Chile, em 7 de setembro, para o estádio são-paulino, tentou até quando podia levar o jogo do Palmeiras contra o Coritiba para o Morumbi?

A direção palmeirense ficou instransigente e bateu o pé para jogar na Arena Barueri, onde acontecerá o jogo de quinta. Marin não ficou nada satisfeito, mas como o mando é do Palmeiras teve de engolir essa.

Nas finais do Paulistão o mando era da Federação Paulista de Futebol, comandada por seu mentor, Marco Polo Del Nero. E os dois jogos, em vez de ser um na Vila (ou Pacaembu), o outro em Campinas, foram realizados no estádio do tricolor paulista. Mas agora não teve como e as relações Palmeiras/CBF começam a azedar. Como já azedaram um dia as do São Paulo com a entidade, nos tempos em que Ricardo Teixeira ocupava a presidência.



MaisRecentes

Conversas com um jovem…



Continue Lendo

Lucas Lima abalado



Continue Lendo

Rodriguinho fora?



Continue Lendo