Fox Sports pergunta



Outro dia estava vendo um jogo da Libertadores na Fox Sports, onde trabalham dois grandes amigos, o narrador João Guilherme e o repórter Victorino Chermont, quando apareceu uma apresentadora perguntando algo do tipo: “Quantas Copas Santander Libertadores ganhou o Santos de Pelé?”.

Posso estar equivocado, mas foi assim que entendi a pergunta. Não escutei a resposta, mas pensei que a certa seria nenhuma, já que o Santos de Pelé ganhou a Libertadores, que nos anos 60 não tinha nada de Santander Libertadores.

Mesmo que tenha entendido errado a questão _e se for este o caso peço desculpas aqui_, trago uma questão ligada ao marketing esportivo. Será válido, como estratégia para a marca, associar o nome do patrocinador ao do campeonato?

Pois, a meu ver, por mais que insistam na TV chamando a Libertadores de Copa Santander dificilmente o nome da competição pega entre os torcedores. Para estes será Libertadores e pronto. O Santander não teria outra forma melhor de divulgar o nome do banco apoiando a competição? Alguma outra estratégia?

O mesmo vale para o Paulistão. Não consigo chamá-lo de Paulistão Chevrolet. Não haveria uma maneira mais eficiente de a fabricante de automóveis divulgar seu nome no meio esportivo?

No caso de algumas arenas esportivas a história pode mudar de figura e a venda de “naming rights” tornar-se eficiente, caindo na boca do povo. Mas será que isso serve para o Maracanã? Será que serve para o Mineirão? Acho difícil. Com todo respeito, o Maracanã tem que ser Maracanã e pronto. É assim que o povo o chama. Não por Mario Filho, que foi um grande jornalista e que dá nome ao estádio, nem pela empresa que adquirir o direito de nomear o novo estádio.

Em certos momentos a tradição talvez fale mais alto. E não acho que isso seja ruim. Acho apenas que deva ser mais estudado por quem trabalha com marketing esportivo. Afinal quem investe quer retorno. Mas para ter retorno tem que agir com inteligência e sabedoria. Pois para tudo há limites. E é preciso cuidado para não cair no ridículo ou desfigurar o nome de um campeonato ou estádio de décadas e décadas de histórias.



MaisRecentes

Deuses da Bola



Continue Lendo

Galo pega fogo



Continue Lendo

Cornetas no Palestra



Continue Lendo