Corinthians x Santos



Não, não vou fazer prognósticos pro confronto entre os dois na semifinal da Libertadores, nem tecer comentários sobre a fraca atuação do Santos contra o Vélez. Bem ou mal o time passou pra fase seguinte e, a meu ver, tem jogadores melhores do que o Corinthians, se bem que tudo indica que os dois confrontos sejam equilibrados pacas. Difícil arriscar um palpite.

O que queria dizer era outra coisa. Um comentário sobre as torcidas. De Santos e Corinthians. A diferença entre elas é impressionante, pelo menos foi impressionante nas quartas de final. Enquanto os corintianos apoiaram seu time até os instantes finais, gritando, entoando hinos e canções, os santistas estavam apáticos, apagados como seus jogadores. Sem brilho. À mercê do jogo que não fluía.

É nessas horas que, para o bem ou para o mal, a torcida do Corinthians faz a diferença. Lembro do polêmico Mundial de 2000, que o Corinthians venceu no Rio, contra o Vasco, e que cobri pela “Folha de S.Paulo”. Do primeiro ao último minuto _e nos pênaltis, inclusive_, os corintianos não paravam de gritar e apoiar o time. Era um mantra, o “todo poderoso Timão”. Um mantra que calou o Maracanã.

Não acho que a apatia da torcida santista prossiga nas semifinais, porque agora sim clássico é clássico, mas que é difícil superar a torcida corintiana, ah! isso é. O time pode até perder, mas a torcida continua fiel. E impressionante. Deveria servir de exemplo para as demais. Não a Gaviões, que está ameaçada pela Justiça e fez coisas nada admiravéis fora dos gramados, mas o conjunto de corintianos. Pois definitivamente um time, vencendo ou perdendo, é muito mais do que 11 jogadores. Muito, muito mais. E não sou corintiano.



MaisRecentes

Thiago Silva X Neymar



Continue Lendo

Tite questionado



Continue Lendo

A falta de um líder



Continue Lendo