Mickey Mouse e Bin Laden



Enquanto a segurança para o Jogos de Londres, que começam em julho, segue na ordem do dia, lembrei de um episódio ocorrido na Olimpíada de Atenas, em 2004.

Os gregos gastaram o que tinham e o que não tinham para garantir a tranquilidade do evento, os primeiros Jogos depois do 11 de Setembro, mas mesmo assim tiveram várias brechas na segurança, que felizmente não levaram a nenhum problema sério.

Ao entrar no centro de imprensa, por exemplo, a fiscalização das credenciais era feita na base do “olhômetro”. O funcionário, guarda ou voluntário que estivesse no local olhava o crachá do jornalista, via rapidamente se a foto batia com o rosto de quem o portava, às vezes conferia o nome com algum documento pessoal, muitas vezes nem isso.

Foi por isso que dois jornalistas britânicos decidiram fazer uma experiência. Não lembro ao certo se mexeram em suas próprias credenciais ou se criaram outras duas falsas, muito parecidas com as originais. Mantiveram as fotos, mas trocaram os nomes. Na de uma deles puseram “Mr. Mickey Mouse”. Na do outro, “Mr. Osama Bin Laden”. Não é que conseguiram entrar?

No dia seguinte publicaram matéria ridicularizando a segurança local e acabaram detidos por algumas horas, gerando uma crise entre os organizadores gregos e a mídia britânica.

Os gregos pensaram tanto no macro para realizar os Jogos que se esqueceram do micro. Mesmo assim foi uma Olimpíada incrível. Que melhorou a mobilidade urbana de Atenas, mexeu em uma área periférica da cidade cujo acesso era complicado até então, ampliou as instalações esportivas, mas… Lamentavelmente com a crise que vive o país de um tempo pra cá, em colapso econômico, tudo acabou abandonado depoois e o esporte do país respira por aparelhos. Não só o esporte.

As autoridades gregas foram muito irresponsáveis de uns anos pra cá _nem me refiro aos gastos com os Jogos, cuja conta até hoje não fechou e não se sabe quando e se fechará_, gastaram o que não tinham, maquiaram os balanços, comprometeram o que não podiam e o resultado está aí. Caos generalizado, corrida a bancos, dinheiro (de quem ainda tem) embaixo dos colchões ou fugindo para o exterior, coisa que já vimos por aqui, nos últimos tempos da ditadura e nos governos José Sarney e Fernando Collor, por exemplo.

Irresponsabilidade dá nisso. Em desemprego, crise, cisão social, tudo o que se possa imaginar. E, por que não?, em Mickey Mouse e Bin Laden.



  • Alexandre

    João Carlos, a irresponsabilidade do governo grego piorou depois das Olimpíadas. O custo olímpico não fechou, seria fechado em 2030 da última vez que vi, com a crise do euro, provável volta ao dracma, parte da dívida foi perdoada, não há saída fácil. Houve manipulação contábil enganosa depois dos Jogos Olímpicos, a farra do euro, porém a bagunça vem de lá de trás. Deve servir de exemplo pro Brasil que não está imune à crise, pegando a Grécia, se alastrando por Espanha, Portugal, Itália, contamina todo o sistema, sai da Europa, por aqui você já viu que o crescimento começou a cair, é bom o Brasil ficar de olho em tudo.

    • Alexandre

      O turismo na Grécia sempre foi forte. Vi um estudo de um economista francês que mostra que caiu depois das Olimpíadas, mas ele não fazia uma associação com as Olimpíadas. Apenas mostrava que caiu de 2001 a 2009, com incremento em 2004 por causa das Olimpíadas, mas o incremento não se sustentou e em 2009 estava abaixo do de 2001.

      • janca

        E agora com a crise é que o turismo na Grécia, pelo menos em 2012, foi para o espaço. As próprias agências de turismo têm aconselhado clientes a não irem para Atenas e ilhas gregas neste verão (europeu) pois há risco de greves, vandalismo, corrida a bancos, protestos, manifestações… E quem entra não sabe quando conseguirá sair se a casa cair. Assim fica difícil mesmo. E uma coisa puxa a outra. Pra baixo, neste caso.

        • Vitorino

          Isso independe dos Jogos. No Egito o turismo caiu: Revolução Árabe. No Brasil pode cair se os preços continuarem abusivos. Hotel em SP e RJ impossível. Só pagando muita grana, mais caro que Europa e EUA.

          • Vitorino

            Delegação européia ameça não vir ao Rio + 20 por causa do preço dos hotéis. Tem que diminuir. Na Copa vai ser assim? Nas Olimpíadas pior ainda porque as Olimpíadas são numa cidade só.

  • Vitorino

    Onde escrevi ameça era ameaça. Errei na digitação.

    • janca

      Sem problema, Vitorino. Sobre a questão hoteleira que você levantou, minha opinião é que se os preços estiverem altos para os europeus, por exemplo, na Copa ou na Olimpíada, problema deles ou de repente problema do setor hoteleiro do Brasil, se quiser faturar demais com os eventos e não conseguir lotação completa. Nunca foi barato se hospedar em NY ou em boa parte dos países da Europa ocidental e nem por isso eles mudaram a política de preços. No caso da Europa até há opções mais baratas, em hotéis ou albergues onde as condições oferecidas não são tão boas. Mas há. E é um nicho que o Rio e SP deveriam explorar. Em NY já não. Pouquíssimas opções baratas. Lei da oferta e da procura. Mas pelo que eu sei, em relação ao Rio+20 o Itamaraty fez uma licitação, ganhou uma agência chamada Terramar (salvo engano) que passou a vender pacotes fechados de uma semana e aí não faz sentido. Bloqueou uma série de quartos e gerou problema. Não dá pra ficar menos de uma semana… Na Copa e na Olimpíada espera que não façam licitação parecida ou com essas condições. Fica como aprendizado.

  • Tiago

    Q. os ingleses tiveram bom humor ninguém pode negar kkkk. Mickey e Bin Laden na Vila Olímpica é muito boa.

    • janca

      Tiveram, mas a imprensa britância é fogo mesmo. E não só a britânica, veja o que está acontecendo no Brasil. E eles entraram não na Vila Olímpica, no centro de imprensa, isso sim, e também em algumas arenas do Parque Olímpico.

  • Tiago

    Falando do que interessa: FLAMENGO. Não disse que o Ronaldinho fez confusão de novo? Alcoolizado no treino, bateu de frente com o Joel no Recife, alguma merda vai dar. Abraço Janca, Tiago

    • janca

      Só falta ele querer derrubar agora o Joel depois de já ter derrubado o Luxemburgo. Aí melhor o próprio Ronaldinho escolher o novo técnico…

  • renato sa

    E aqui…. a mania que temos de nos achar grandes (quando somos pequenos), não só pegamos uma Copa pra cuidar como uma Olimpíadas… numa sequencia…

    • janca

      Mas sabe que eu acho que, se nos preparássemos direito, teríamos condições de fazer bem os dois eventos e deixando um legado real para a população? Mas num país com tanta corrupção como o nosso fica difícil. Porque os valores não param de subir _dos eventos_ e o legado, de cair. Abs.

MaisRecentes

Pela saída de Levir



Continue Lendo

Apoio a Jô



Continue Lendo

Os preços da Seleção



Continue Lendo