Mortes no futebol



Para quem gosta de estudar e tentar encontrar soluções para minimizar a violência no futebol um livro que chegou ao mercado e aborda o assunto é de autoria do jornalista André Luís Nery, que fez mestrado e doutorado na USP tendo como tema o principal esporte nacional.

Intitulada “Violência no Futebol: Mortes de Torcedores na Argentina e no Brasil”, a obra traz dados estatísticos interessantíssimos e compara a situação na América do Sul com a do Velho Continente, que já foi assolado pelo hooliganismo e hoje, via futebol, vê uma onda de racismo e xenofobia invadir os estádios, como invade o dia a dia do continente.

Segundo Nery, “a própria imprensa europeia reforça o preconceito contra atletas estrangeiros”, o que “afeta principalmente brasileiros e argentinos, os principais exportadores de jogadores no mundo”.

Mas de 1990 pra cá a violência ligado ao futebol estaria aumentando aqui mesmo na América do Sul, tanto no Brasil quanto na Argentina, deixando mais vítimas nos últimos tempos em comparação com Itália, Espanha e Argentina.

E um dos motivos seria o acesso mais fácil por estas bandas às armas de fogo. Na Europa, devido à maior dificuldade de acesso a elas, o número de incidentes seguidos de morte é menor. Já no Brasil quase 60% das mortes em confrontos entre torcidas aconteceu por uso de armas de fogo, o que nos traz à mente o debate e o próprio referendo da década passada sobre o desarmamento no país.

Outros tópicos, como a relação dos dirigentes de clubes e as próprias organizadas e até a morte de jogadores profissionais durante jogos ou treinos, a maioria por problemas cardíacos, estão contemplados na obra, que traz números, números e mais números. Mas solução… Pra mim, pelo menos, passa justamente pela questão do desarmamento e do tráfico ilegal de armas no Brasil, um problema sério lembrado ontem pelo deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ) no Roda Viva da TV Cultura.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo