Marin escanteia Andrés



Andrés Sanchez está escanteado na CBF.

Sob o comando de José Maria Marin, embora o todo-poderoso na confederação seja mesmo Marco Polo Del Nero, Andrés perdeu a autonomia que tinha como diretor de seleções. Quem vai cuidar da principal e da olímpica é o próprio Marin, aquele que foi governador biônico e é pupilo de Paulo Maluf. E da organização da entidade e da Copa de 2014 Del Nero, mesmo não tendo cargo (por enquanto) nem na CBF nem no COL, e comandando mal a Federação Paulista de Futebol.

Ao contrário do que vinha fazendo Ricardo Teixeira, Marin quer atenção total ao desempenho da seleção. Por isso resolveu cobrar Mano Menezes e ameaçar publicamente o técnico. Caso perca a Olimpíada pode dar adeus ao cargo.

Quando Andrés assumiu, a fim de blindar Mano, ele mesmo declarara que os Jogos de Londres não eram fundamentais. A prioridade era a Copa no Brasil. Já Marin diz que não tem nada disso e quer o ouro olímpico inédito. Inclusive para levar os jogadores ao Planalto e reaproximar a CBF do governo federal.

Na avaliação de Marin (e de Del Nero), se a seleção for bem a população esquece os problemas da confederação e da organização do Mundial. Por isso eles querem um bom desempenho já.

Os dois acham (e com razão) que o Brasil tem talentos muito fortes com menos de 23 anos que podem resolver em Londres. E que cabe a Mano Menezes mostrar ao que veio. Já.

Com isso, Andrés, que antes defendia o ex-técnico corintiano, começou a ser colocado de lado. Fritado. A escolha dos locais de treinamento e concentração do Brasil na Grã-Bretanha, apenas para ficar em um exemplo, ficou nas mãos de Marin (e Del Nero), não na de Andrés. A escolha dos chefes da delegação masculina e feminina, idem.

Sem autonomia, o ex-presidente corintiano continua no cargo de diretor de seleções. Uma espécie de rainha da Inglaterra. Até quando, não se sabe. Mas a coisa vai ferver. Principalmente se o Brasil for mal em Londres.

Volto a postar no próximo domingo, dia 6, data de finais nos principais Estaduais do Brasil, mas até lá sigo, dentro do possível, respondendo os comentários de todos vocês. Uma ótima semana a todos, Janca



MaisRecentes

São Paulo em parafuso



Continue Lendo

Conversas com um jovem…



Continue Lendo

Lucas Lima abalado



Continue Lendo